Intercâmbio

Confira 20 dicas para aproveitar melhor seu intercâmbio de idioma

Cláudia Emi Izumi

Do UOL, em São Paulo

Preparativos de viagem e disposição para o novo fazem toda a diferença em um intercâmbio de idiomas. Além de diminuir a probabilidade de ocorrer aborrecimentos, não se perde o foco para o que realmente interessa: estudar a língua sem sobressaltos que atrapalhem essa importante etapa de formação pessoal.

A reportagem do UOL consultou algumas agências que oferecem pacotes de intercâmbio para fazer uma lista com os 20 itens que devem ser considerados pelos que desejam melhorar a fluência de uma língua no exterior e ter uma viagem e estadia tranquilas em país estrangeiro.

Cultura

Para Aline Aubin, coordenadora de marketing da EF Education First, o intercambista de primeira viagem precisa tirar o máximo de proveito dessa experiência, que é viver em outro país e estar inserido em uma cultura diferente da original. Ela aconselha desafios constantes pessoais e de aprendizado como até considerar assistir a aulas em turmas com um nível de conhecimento um pouco acima ao do estudante de um idioma.

Outras recomendações das agências que são citadas com frequência é sair da "zona de conforto" e estar aberto para as situações novas que surgirem no período de intercâmbio, como fazer programas que dificilmente faria no Brasil ou participar de grupos diversificados. Na contramão, ficar muito tempo no quarto ou jogando game estão mais do que vetadíssimos. Afinal, são hábitos que podem ser deixados para depois, na volta para casa.

Até mesmo se enveredar pela culinária local passa a ser um componente para garantir uma vivência mais rica da viagem, que traz outros tipos de aprendizados que vão muito além do estudo de uma língua. "Um intercâmbio é também aprender sobre a cultura e os costumes do país de destino, e a comida é parte fundamental nesse processo", lembra o diretor da agência Gotolondon.

Apesar da expectativa que gira em torno de um intercâmbio, a pessoa precisa também estar atenta a aspectos mais práticos da viagem. A diretora-geral Renata Said, da agência ExpoMundi, dá a dica: "É importante que o intercambista não economize na hora de escolher um seguro de saúde. O custo de atendimento médico no exterior é elevado. Para os Estados Unidos, um dos destinos mais procurados pelos brasileiros, a agência recomenda uma cobertura mínima em torno de US$ 50 mil por acidente."

Já Karina Spooner, diretora da agência Oilondres, recorda uma precaução simples que a maioria esquece, que é digitalizar os documentos pessoais, para o caso de perda, mantendo-os em arquivos atacados a uma conta de e-mail fácil de ser acessada de qualquer computador.

Gisele Mainardi, gerente de produtos da agência CI, pede dupla precaução. "As cópias de documentos devem ser tiradas tanto para o intercambista quanto para serem deixadas com a família no Brasil. Isso pode ser necessário no extravio ou furto de documentos", alerta.

Dicas

  1. Verifique a validade do passaporte e confira se o país para onde você vai viajar pede visto
  2. Pesquise a reputação da agência com que vai viajar e só assine quando todos os termos estiverem claros para você
  3. Escolha o tipo de acomodação que mais combina com você; faça o teste do UOL
  4. Faça um seguro de saúde, mesmo que a viagem seja curta
  5. Saiba mais sobre os arredores do local em que vai estudar
  6. Planeje os gastos
  7. Na bagagem de mão, leve itens essenciais para se virar por um dia caso a mala se perca
  8. Evite exageros na mala de viagem
  9. Leve lembrancinhas brasileiras para dar de presente
  10. Se você toma remédios controlados, é melhor levá-los do Brasil, acompanhados das devidas receitas
  11. Na roupa de viagem, evite cintos e metais para passar direto nos sensores
  12. Prepare-se para imprevistos na chegada: tenha alguns endereços de hotéis próximos ao aeroporto
  13. Leve dinheiro trocado para os primeiros; para despesas maiores use cartão e cheque de viagem
  14. Misture-se e não caia na tentação de andar apenas com brasileiros
  15. Em restaurantes e outros locais públicos, tome a iniciativa de fazer os pedidos em vez de esperar que alguém faça por você
  16. Experimente a culinária local: faz parte da experiência cultural
  17. Nada de medo ou vergonha: é falando que você vai aprender o novo idioma
  18. Resista à tentação de ficar só passeando e foco nos estudos do idioma
  19. Peça ajuda, se precisar: identifique-se como estrangeiro e faça mímicas se isso ajudar
  20. Agite a vida social e aproveite as oportunidades de convivência

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos