PUBLICIDADE
Topo

Secretaria de SP: escolha de aulas de docentes leva de 20 a 40 minutos

Do UOL, em São Paulo

30/01/2014 17h44

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo enviou na tarde desta quinta-feira (30) uma nota em relação à reportagem "Professores do Estado de SP relatam situação 'humilhante' para pegar aulas". Leia a seguir a íntegra do posicionamento da pasta sobre o processo de atribuição de aulas dos professores temporários:

"A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo esclarece que o cronograma de atribuição de aulas, com datas e horários, é divulgado com antecedência em Diário Oficial e de conhecimento dos professores da rede. Na Diretoria de Ensino Leste 3 o processo foi dividido em duas datas e, como determinado pela lei complementar 1093/2009, seguiu a ordem de classificação dos docentes. As escolhas das aulas e classes levam, em média, de 20 a 40 minutos. Durante a atribuição, os candidatos precisam checar informações diversas, como horário, local da escola, disponibilidade de locomoção. É um processo que requer tempo e atenção. A Secretaria informa que preza pela integridade dos seus profissionais tanto que, nesta gestão, já implantou dez dispositivos para agilizar o ingresso e fixar os professores nas escolas estaduais".