PUBLICIDADE
Topo

Estudantes da UnB tiram a roupa em protesto na universidade

Grupo de alunos fazem "peladaço" na UnB - Reprodução/Facebook
Grupo de alunos fazem "peladaço" na UnB Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

07/10/2014 16h06

Alguns estudantes da UnB (Universidade de Brasília) resolveram tirar as roupas em protesto à opressão da nudez na instituição. A manifestação ocorreu na tarde de ontem (6) no ICC (Instituto Central de Ciências Sul). 

De acordo com o evento criado para a manifestação -- “Peladaço na UnB Segunda-feira”, o ato foi organizado por causa das agressões sofridas por um estudante nu que fazia uma performance artística e foi repreendido por seguranças do campus. O rapaz participava do Finca (Festival Universitário de Música Candanga da UnB).

“Estamos convidando a comunidade acadêmica a fazer um peladaço contra essa estrutura conservadora e fascista que domina o espaço acadêmico que agride e oprime nossos corpos e para questionar também o papel da segurança institucional no campus”, dizia o convite.

A assessoria de imprensa da UnB informou que a instituição não sabia que os estudantes fariam a mobilização. Ao ser questionada sobre as medidas tomadas em relação ao ato, respondeu que “a universidade não reprime o nudismo em protestos ou manifestações de expressões em performance.”  

Entenda o caso

Em um vídeo publicado na internet (veja abaixo), um rapaz aparece enrolado em um pano branco sendo abordado por seguranças do campus. Num determinado momento, eles começam a falar mais exaltados e os funcionários tentam impedir que o aluno continue sem roupas no local.

Segundo a UnB, o rapaz, que não estuda na universidade, estava fazendo uma performance dentro de um local fechado, porém saiu e “ficou passeando nu pelo ICC”.

“Os seguranças não tinham sido avisados da apresentação e o aluno não estava no local onde ocorria o espetáculo. Tentaram cobri-lo várias vezes, sem sucesso. Até que ele concordou em ir embora”, explicou a assessoria de imprensa.

Esta não é a primeira vez que estudantes da UnB se manifestam sem roupas. Em 2009, cerca de 250 alunos foram à reitoria nus ou com pouca roupa em apoio à universitária Geisy Arruda, que foi hostilizada na Uniban de São Bernardo do Campo (SP) por usar um vestido curto.

Educação