PUBLICIDADE
Topo

Está inadimplente no Fies? Veja como renegociar a sua dívida

Estudantes tem até 29 de julho para renegociar a dívida - Christian Dubovan/Unsplash
Estudantes tem até 29 de julho para renegociar a dívida Imagem: Christian Dubovan/Unsplash

Mirthyani Bezerra

Do UOL, em São Paulo

29/04/2019 17h49

Estudantes inadimplentes ou com parcelas atrasadas do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) poderão a partir de hoje pedir a renegociação da dívida com o programa.

Os interessados precisam pedir a renegociação junto ao Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal, por meio dos canais de atendimento que são disponibilizados por eles. O prazo vai até o dia 29 de julho.

O Ministério da Educação estima que mais de 500 mil pessoas estão aptas a entrar com o pedido. Ao todo, o saldo devedor é de cerca de R$ 11,2 bilhões.

A possibilidade de renegociação do saldo devedor foi autorizada pelo Comitê Gestor do Fies em outubro do ano passado. Antes, quem deixasse de pagar as parcelas do financiamento estudantil tinha apenas a opção de quitar o valor à vista.

Quem pode pedir o benefício?

Podem pedir renegociação estudantes que estejam dentro dos seguintes critérios:

  • assinaram os contratos até o dia 31 de dezembro de 2017;
  • estejam em fase de amortização (ou seja, já pagando paulatinamente a dívida);
  • tenham uma ou mais parcelas com atraso mínimo de 90 dias.

Onde devo pedir a renegociação?

É preciso entrar em contato com o Banco do Brasil ou a Caixa Econômica Federal por meio dos canais de atendimento dos dois bancos.

CAIXA

No caso de quem pediu financiamento por meio do Fies à Caixa, o banco disponibilizou um endereço eletrônico para que o estudante se cadastre e saiba se tem ou não direito à renegociação: sifesweb.caixa.gov.br. O resultado da avaliação sai na hora.

Depois disso, é só procurar a agência da Caixa onde está o contrato do Fies, munido de documentos pessoais e comprovante de residência, do beneficiário e do fiador - caso o contrato possua um. Todos devem comparecer à agência para assinatura de termo aditivo do contrato.

BANCO DO BRASIL

Quem pediu financiamento pelo Banco do Brasil pode ir diretamente a sua agência munido de seus documentos para concluir a renegociação.

Caso o contrato seja pelo FGDUC (Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo), o estudante pode fazer a renegociação diretamente pelo aplicativo do banco no celular, sem precisar comparecer à agência.

Como é feita a renegociação?

Há duas maneiras de o beneficiado ter a dívida renegociada: novo parcelamento e reescalonamento. Na primeira, o saldo devedor total é redividido em 48 parcelas mensais. Na segunda, é possível diluir os valores em atraso nas parcelas a vencer.

Contudo, há uma condição para que os estudantes efetuem renegociação: é preciso dar uma entrada. Ela pode ser o valor correspondente a 10% do valor consolidado da dívida vencida ou o valor de R$ 1 mil, o que for maior.

Com a renegociação, o estudante e seu fiador deixam a situação de inadimplência automaticamente e os agentes financeiros darão baixa da restrição junto aos órgãos de proteção ao crédito.

Estudantes do país todo relatam problemas no Fies

TV Folha