Topo

Educação

Enem


Mitos do Enem: Posso chutar as questões? Vou saber a nota com o gabarito?

Divulgação
Imagem: Divulgação

Giorgia Cavicchioli

Colaboração para o UOL

07/11/2019 04h00

Resumo da notícia

  • A correção dá pesos distintos para cada questão e tem padrões para identificar chutes
  • Gabarito oficial será divulgado pelo Inep no dia 13 de novembro
  • Quem está participando do Enem 2019 conhecerá sua nota individual em janeiro de 2020

Consigo saber se fui bem quando sair o gabarito oficial do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019? É possível que pessoas que acertaram o mesmo número de questões tenham desempenhos diferentes na prova? Essas e outras dúvidas são comuns para quem está participando do exame nacional, que desde 2009 é usado como critério para o ingresso em diversas universidades públicas e privadas.

Isso porque o sistema de correção da prova é complexo e bem diferente de provas tradicionais de vestibulares. O método, chamado de Teoria de Resposta ao Item (TRI), faz uma análise individualizada de todos os participantes e vai atribuindo notas diferentes a cada questão.

O UOL conversou com Claudio Pinheiro, coordenador de processos de avaliação acadêmica e da coordenadoria de futuro e carreiras do colégio Bandeirantes, e Thiago Castro, da área de Currículo e Avaliação da Somos Educação. Eles ajudam a responder às dúvidas mais frequentes em relação à correção do Enem. Veja a seguir a resposta a algumas dúvidas.

1) A redação do Enem pode ficar sem título?

Pode. A página 9 da cartilha do participante do Enem, divulgada pelo Inep (Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), diz que o título da redação é um "elemento opcional" na produção da redação.

Assim, embora seja considerado como linha escrita, o título não é avaliado em nenhum aspecto relacionado às competências da matriz de referência. A linha do título, porém, é computada na quantidade total de linhas da redação.

2) Chutar todas as questões da prova na mesma letra gera eliminação?

Isso é mito. Essa prerrogativa não aparece no edital do exame. Entretanto, o método de cálculo do Enem, a chamada TRI, estima a probabilidade de chute, e a nota do estudante que chutar será mais baixa.

3) É possível calcular a nota do Enem assim que sai o gabarito oficial?

Não. Exatamente pelo uso da TRI, é impossível que o participante calcule sua nota só com o gabarito oficial, divulgado pelo Inep no dia 13 de novembro.

Na TRI, são analisadas várias habilidades do aluno e o nível de dificuldade da questão que ele está enfrentando para saber qual a probabilidade de ele responder corretamente cada uma delas.

Dessa forma, quem está participando do Enem 2019 só saberá sua nota em janeiro de 2020, quando o Inep divulgar os resultados individuais.

4) Candidatos que acertam o mesmo número de questões podem ter notas diferentes?

Podem. A metodologia da TRI considera não só a quantidade de questões que são respondidas corretamente, mas quais delas são mais complicadas de resolver e que, mesmo assim, o aluno acertou.

Os cálculos consideram que um participante que acerta uma questão mais sofisticada de determinada habilidade tende a acertar as questões mais simples da mesma habilidade.

5) O Enem tem lista de aprovados?

Isso é mito. A nota do Enem mostra a proficiência do aluno em cada área de conhecimento. Cada universidade estabelece o critério dela para o aluno ser aprovado ou não.

6) Não preencher a cor da prova elimina o candidato?

Isso é mito. A cor da prova já vem indicada no cartão de respostas do participante. Por conta disso, o estudante não deve se preocupar em indicar a cor do exame.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Enem