PUBLICIDADE
Topo

Enem: MEC identifica troca de gabaritos da 2ª prova; saiba o que fazer

Para o governo, número de estudantes afetados foi "muito baixo" - Marlene Bergamo/Folhapress
Para o governo, número de estudantes afetados foi "muito baixo" Imagem: Marlene Bergamo/Folhapress

Eduardo Militão

Do UOL, em Brasília

18/01/2020 12h24

Resumo da notícia

  • Alunos reclamaram de notas do Enem em redes sociais
  • MEC admitiu que houve troca de gabaritos e erro em provas
  • Governo diz que resolverá tudo até segunda-feira
  • Estudantes devem enviar queixas para enem2019@inep.gov.br

O MEC (Ministério da Educação) informou hoje ter identificado troca de gabaritos na segunda prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). O ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse que um número "muito baixo" de alunos foi afetado —o Inep (Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) estima em menos de 9.000 alunos. O governo promete resolver o problema até segunda-feira (20).

Se algum aluno desconfiar de sua nota e achar que ela tem relação com o problema, pode pedir uma revisão ao Inep. É preciso enviar uma mensagem de correio eletrônico com nome e CPF para enem2019@inep.gov.br.

A troca dos gabaritos fez com que alguns alunos fossem "surpreendidos" com as notas, explicou Weintraub em rede social. "Houve inconsistência no gabarito de algumas provas do Enem 2019 e, por isso, candidatos foram surpreendidos com os resultados de suas notas", disse ele.

"O número é muito baixo. Até segunda-feira, dia 20, tudo será resolvido. Pedimos desculpas aos participantes do exame pelo transtorno."

Segundo o presidente do Inep, Alexandre Lopes, o órgão faz pesquisas para verificar se outros alunos foram afetados também."Estamos efetuando uma busca ampliada para verificar outras inconsistências", explicou ele.

No entanto, o governo informa que todos os problemas serão corrigidos para não prejudicar nenhum aluno.

Educação