PUBLICIDADE
Topo

Governador do Paraná não acredita em volta às aulas antes de setembro

Ratinho Junior (PSD), governador do Paraná - Reprodução/Instagram
Ratinho Junior (PSD), governador do Paraná Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

09/07/2020 14h10

O governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), afirmou hoje que não acredita no retorno às aulas presenciais no estado antes de setembro. A rede estadual de ensino, que conta com mais de 1 milhão de estudantes paranaenses, determinou que as lições fossem ministradas de forma online em função da pandemia da covid-19.

"Acho muito difícil isso acontecer antes de setembro", declarou o governador em entrevista ao Meio-Dia Paraná, jornal da emissora local RPC. "Por enquanto, o isolamento é o grande remédio que nós temos. Isso é difícil, é duro, mas enquanto não tiver uma vacina que resolva o problema do vírus vamos ter que conviver com o isolamento", disse.

Pandemia em Londrina

O governador também comentou sobre a situação da pandemia na cidade de Londrina, no norte do estado. Enquanto os prefeitos locais pedem uma flexibilização da quarentena, Ratinho Junior defende a necessidade do isolamento. "O fato de ter UTI sobrando, não quer dizer que a curva não está crescendo", afirmou.

"A região só não entrou em colapso porque nós conseguimos ampliar o número de leitos. Então, isso fez com que houvesse esse certo controle. Mas, como existe uma mortalidade muito alta, a secretaria de saúde está analisando a melhor forma para tentar frear a curva de casos", completou.

O boletim epidemiológico divulgado pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) informou que o Paraná já registrou 35.324 casos confirmados de covid-19 e 880 óbitos. Foram 43 mortes e 1.386 diagnósticos computados nas últimas 24 horas.