PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
4 meses

Jovem grava momento em que conta ao pai agricultor que passou em medicina

Lorena Barros

Do UOL, em São Paulo

26/02/2022 04h00

O vídeo de um jovem morador da cidade de Caculé, município de 23 mil habitantes no sudoeste da Bahia, indo à roça avisar ao pai agricultor que foi aprovado no vestibular de medicina emocionou internautas em todo o Brasil.

Sandro Lucio Nascimento, 20, foi aprovado na última quarta-feira (23) no curso de medicina do campus Vitória da Conquista da Universidade Federal da Bahia. Ele ocupou a sexta posição de sete vagas.

Nas imagens, é possível ver o rapaz correndo por um matagal até encontrar o pai, João Batista da Rocha, 53, e outros dois trabalhadores capinando a terra. O homem ouve que o filho foi aprovado para medicina e reage com um "você merece", antes que os dois se abracem e caiam no choro. Por fim, o agricultor solta um "Deus é muito bom" e se põe a voltar ao trabalho com uma enxada.

Sandro lembra que o pai dele, que é analfabeto e trabalha como agricultor, sempre incentivou que ele buscasse nos estudos uma forma de melhorar de vida. O jovem decidiu ser médico ainda quando era adolescente e cuidava da avó, que tinha problemas de saúde.

"Ela tinha diabetes, hipertensão, então eu aplicava a insulina nela e fui tomando gosto por aquele trabalho. Daí eu falei 'o que eu quero é medicina'", lembra em conversa com o UOL.

Tentativas e persistência

Sandro tentou entrar no curso de medicina nos anos de 2018 e 2019, mas não obteve nota suficiente para a aprovação. Em 2020, com medo de não ter uma formação acadêmica, escolheu fazer ciências biológicas e ingressou no campus de Vitória da Conquista UFBA, a 240 quilômetros da cidade onde nasceu.

Com a pandemia, o jovem precisou estudar de casa e intensificou a busca pela vaga em medicina. "Eu dividia a parte do meu tempo entre estudar para a faculdade [de ciências biológicas] e para o Enem. Eu estudava assistindo a videoaulas na internet. Minha professora do ensino médio me deu os módulos de cursinho que a filha dela usava. Eu estudava por esses módulos e por exercícios", recorda.

A aprovação no curso sonhado foi concretizada após quatro anos de estudos, três anos depois da avó que o inspirou a seguir a profissão morrer.

Repercussão

O vídeo do momento em que Sandro conta ao pai sobre a sua aprovação foi gravado por um parente e compartilhado por muitas pessoas nas redes.

A reação do homem, que no momento da notícia trabalhava na plantação de um colega a mais de 5 km de casa, surpreendeu o filho.

Não esperava que ele reagisse assim porque ele é uma pessoa bem forte. Acho que ele sempre acreditou em mim. Ele pensava que seria pouco possível conseguir passar em medicina, um curso concorrido para a gente que é de origem humilde, mas com essa questão de governo, de bolsas de faculdades públicas, isso facilita a vida do estudante.
Sandro Lucio Nascimento, estudante

A repercussão que o vídeo, publicado em um grupo da família, gerou nas redes também assustou Lúcio. Em poucas horas, ele ganhou mais de 9 mil seguidores.

"Foi um vendaval. Do nada, comecei a ganhar seguidores e ver o pessoal comentando. Era um vídeo que tinha sido postado no grupo da família, para minha tia", disse.

Futuro

Sandro deve estudar pelo menos seis anos na universidade antes de se formar e buscar uma especialização. No momento, ele pensa em ser oncologista.

"Eu também tenho muita vontade de continuar o trabalho com a pesquisa científica, nessa questão de desenvolvimento de novos tratamentos para doenças, de novos remédios", conta.

A estada dele na cidade de Vitória da Conquista será viabilizada por um projeto da prefeitura de Caculé, que tem uma república para estudantes na cidade universitária.

Quando se formar, o jovem pensa em voltar para o município no qual nasceu e ajudar moradores da região.