PUBLICIDADE
Topo

Unicamp 2023: Consulte os beneficiados com isenção de taxa de vestibular

Estudantes fazem prova do vestibular da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas)   - DENNY CESARE/ESTADÃO CONTEÚDO
Estudantes fazem prova do vestibular da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) Imagem: DENNY CESARE/ESTADÃO CONTEÚDO

Lúcia Valentim Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

29/07/2022 04h00Atualizada em 29/07/2022 11h15

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) divulgou no último dia 20 a lista dos beneficiados com a isenção da taxa de inscrição para o vestibular 2023. O resultado está no site da Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest). Os contemplados também vão receber um comunicado por email.

O benefício foi dado a 8.454 estudantes. Quem não recebeu pode entrar com recurso até o dia 1º de agosto pela página da Comvest.

Neste ano, a taxa de inscrição teve um acréscimo de R$ 12, ficando no valor de R$ 192. O pagamento pode ser feito até o dia 9 de setembro.

Mesmo quem recebeu o benefício de isenção precisa fazer a inscrição pela internet para o exame. O prazo vai de 1º de agosto a 2 de setembro. Já as inscrições para a modalidade Enem-Unicamp serão realizadas em novembro.

O vestibular terá as provas aplicadas em novembro (1ª fase) e dezembro (2ª fase).

Veja um passo a passo para solicitar, calendários e mais detalhes das provas.

Quem pode solicitar?

A isenção da taxa de inscrição não é aberta ao público geral, apenas para candidatos que estiverem dentro de modalidades definidas pela universidade. São elas:

  • Candidatos de famílias de baixa renda, ou seja, com até um salário mínimo e meio bruto mensal por morador do domicílio (6.600 vagas);
  • Bolsistas em escolas particulares, mas de famílias de baixa renda (até 150 vagas);
  • Funcionários da Unicamp/Funcamp (100 vagas)
  • Candidatos dos cursos noturnos de licenciatura ou tecnologia (vagas ilimitadas)

Além disso, os candidatos também precisam ter cursado o ensino médio integralmente em instituições da rede pública (não se aplica, contudo, à modalidade sobre os candidatos que planejam ingressar em cursos noturnos de licenciatura ou tecnologia) e ter concluído em 2022 o ensino médio.

A isenção também é destinada para os candidatos interessados no ingresso pela modalidade que considera as notas no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) como critério de avaliação.

Qual o prazo para se inscrever?

O prazo para a solicitação da isenção na taxa de inscrição do vestibular 2023 da Unicamp já terminou. Os resultados serão divulgados em 29 de julho.

Quantas isenções haverá em 2023?

Nesta edição, a universidade prevê ao menos 8.000 isenções. No ano passado, a Unicamp contabilizou 8.300 benefícios de taxa do vestibular.

Cronograma da Unicamp

  • Solicitação da isenção da taxa de inscrição: 16 de maio a 20 de junho
  • Inscrições e pagamento: 1º de agosto a 2 de setembro, com pagamento até 9 de setembro deste ano
  • Provas de habilidades específicas (música): entre setembro e outubro de 2022
  • 1ª fase: 6 de novembro de 2022
  • 2ª fase: 11 e 12 de dezembro de 2022
  • Provas de habilidades específicas: 4 a 6 de janeiro de 2023
  • Divulgação da primeira chamada: 6 de fevereiro de 2023
  • Matrícula online da primeira chamada: 7 a 9 de fevereiro de 2023

Obras

A Unicamp decidiu manter a lista de obras de leitura obrigatória de 2022 para o vestibular 2023. Ao todo, são dez obras.

  • "Carta de Achamento do Brasil", de Pero Vaz de Caminha
  • "Niketche - Uma História de Poligamia", de Paulina Chiziane
  • "Tarde", de Olavo Bilac
  • "Bons Dias", de Machado de Assis
  • "Sonetos Selecionados de Luís de Camões"
  • "Sobrevivendo no Inferno", de Racionais Mc's
  • "O Seminário dos Ratos", de Lygia Fagundes Telles
  • "O Marinheiro", de Fernando Pessoa
  • "A Falência", de Júlia Lopes de Almeida
  • "O Ateneu", de Raul Pompeia

Para 2024, a lista vai ser reduzida a nove obras, com algumas alterações.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado no título, no primeiro parágrafo deste texto e na chamada da Home Page do UOL, a Unicamp divulgou os isentos no último dia 20. A informação foi corrigida.