Prova do governo que 'dá' R$ 5.000? Conheça o Prêmio Talento Universitário

Nos últimos dias, viralizou no TikTok o relato de uma estudante que "ganhou" R$ 5.000 do governo por fazer uma prova "igualzinha ao Enem". O prêmio existe mesmo e leva o nome de "Talento Universitário", com financiamento da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

Como funciona o prêmio?

O Talento Universitário foi lançado em 2019 como "um reconhecimento ao desempenho dos estudantes com destacado grau de desenvolvimento de suas competências cognitivas", segundo a CAPES.

A prova ocorre anualmente, e é aplicada em todo o país.

O teste avalia conhecimentos gerais do estudante. Ao todo, são 80 questões de múltipla escolha, divididas em quatro horas de prova.

O prêmio, de R$ 5.000, é dado aos mil participantes que obtiverem as maiores notas.

Ainda segundo a CAPES, ao participar do teste o aluno ou aluna "contribui com o desenvolvimento de estudos e pesquisas do Ministério da Educação".

Continua após a publicidade

Quem pode participar do prêmio?

De acordo com o edital da edição de 2023 do prêmio, estão habilitados a participar aqueles que atenderem aos seguintes critérios:

  • Ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano de 2021;
  • Ser um estudante brasileiro que ingressou no Ensino Superior e efetuou a matrícula durante o ano letivo de 2022;
  • Estar regularmente matriculado em um curso de graduação, associado a qualquer campo do conhecimento, seja na modalidade presencial ou a distância, dentro de uma instituição de ensino superior pública, privada ou de natureza militar;
  • Não apresentar nenhuma pendência financeira junto à CAPES, CNPq ou outras entidades ou instituições voltadas ao fomento da pesquisa.

Ainda dá tempo de participar?

Infelizmente, não. A edição de 2023 do prêmio Talento Universitário ocorreu no dia 12 de março.

No entanto, o prêmio deve retornar para uma nova edição no próximo ano.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes