PUBLICIDADE
Topo

Reitor do Mackenzie é nomeado novo presidente da Capes

05.jun.2019 - Benedito Guimarães Aguiar Neto, reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie - Reinaldo Canato/Folhapress
05.jun.2019 - Benedito Guimarães Aguiar Neto, reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie Imagem: Reinaldo Canato/Folhapress

Isabela Palhares

Em São Paulo

24/01/2020 10h18

O reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Benedito Guimarães Aguiar Neto, foi nomeado hoje o novo presidente da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), uma das principais agências de fomento à pesquisa no país e ligada ao MEC (Ministério da Educação).

A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União junto com a exoneração do atual presidente da agência, Anderson Ribeiro Correia. Aguiar Neto foi indicado para o cargo pelo próprio Correia, que desde o ano passado já queria deixar o cargo. Ele foi eleito reitor do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica).

Correia enfrentou no ano passado uma das piores crises da Capes, com os cortes de bolsas para pesquisa por causa do bloqueio orçamentário, mas também pelos ataques deferidos pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub contra a ciência produzida no país.

Assim como Correia, a indicação de Aguiar Neto contempla a base evangélica do presidente Jair Bolsonaro, que se sente preterida pelos ideólogos do escritor Olavo de Carvalho, que dominaram as diretrizes e indicações do MEC.

Apesar de os dois serem de um ala mais moderada do grupo evangélico, a nomeação é importante por se tratar de um dos principais órgãos do ministério. Outro ponto avaliado na nomeação é que Aguiar Neto, por vir de uma faculdade privada, pode articular agendas para o ensino superior particular.

Educação