PUBLICIDADE
Topo

Bolsonaro torna sem efeito nomeação de Decotelli para o Ministério da Educação

O economista Carlos Alberto Decotelli perdeu o cargo após seu currículo ter sido questionado - Palácio do Planalto
O economista Carlos Alberto Decotelli perdeu o cargo após seu currículo ter sido questionado Imagem: Palácio do Planalto

Nicholas Shores

São Paulo

01/07/2020 08h43Atualizada em 01/07/2020 10h57

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), assinou despacho que torna sem efeito a nomeação do professor Carlos Alberto Decotelli para o cargo de ministro da Educação. A medida está na edição de hoje do Diário Oficial da União.

O docente levou ontem pessoalmente sua carta de demissão a Bolsonaro após virem à tona diversas falhas em seu currículo. Ao menos três instituições de ensino superior desmentiram o até então titular do MEC quanto aos títulos acadêmicos publicados por ele em seu histórico profissional.

Em entrevista à CNN Brasil, Decotelli disse que o motivo de sua demissão do cargo foi a nota publicada na terça pela Fundação Getulio Vargas (FGV) na qual a instituição de ensino nega que ele tenha sido professor efetivo da instituição.

Decotelli durou apenas cinco dias no cargo e sequer chegou a ser empossado. Ele foi o terceiro ministro da Educação em um ano e meio de governo Bolsonaro. Além dele, passaram pela pasta Ricardo Vélez Rodríguez e Abraham Weintraub.