Informações sobre o álbums
  • editoria:Fotos
  • galeria: Veja fotos da reitoria da USP invadida
  • link: http://educacao.uol.com.br/album/111102_invasao_reitoria_usp_album.htm
  • totalImagens: 239
  • fotoInicial: 6
  • imagePath: http://ed.i.uol.com.br/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20120126090619
    • USP [9238];
    • protesto de estudantes [53174];
Fotos
<b>2.nov.2011</b> - Após assembleia realizada na noite desta terça-feira (1º), na qual estudantes da USP (Universidade de São Paulo) decidiram desocupar o prédio da administração da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), ocupado desde a última quinta-feira (27), uma nova assembleia decidiu pela ocupação do prédio da reitoria da universidade, que foi invadido no início da madrugada desta quarta-feira (2). A direção da instituição deve se reunir ainda hoje para decidir o que fazer Helio Hilarião/Folhapress Mais
<b>2.nov.2011</b> - Após assembleia realizada na noite desta terça-feira (1º), na qual estudantes da USP (Universidade de São Paulo) decidiram desocupar o prédio da administração da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), ocupado desde a última quinta-feira (27), uma nova assembleia decidiu pela ocupação do prédio da reitoria da universidade, que foi invadido no início da madrugada desta quarta-feira (2). A direção da instituição deve se reunir ainda hoje para decidir o que fazer Rahel Patrasso/Frame/AE Mais
<b>2.nov.2011</b> - Após assembleia realizada na noite desta terça-feira (1º), na qual estudantes da USP (Universidade de São Paulo) decidiram desocupar o prédio da administração da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), ocupado desde a última quinta-feira (27), uma nova assembleia decidiu pela ocupação do prédio da reitoria da universidade, que foi invadido no início da madrugada desta quarta-feira (2). A direção da instituição deve se reunir ainda hoje para decidir o que fazer Rahel Patrasso/Frame/AE Mais
<b>2.nov.2011</b> - Após assembleia realizada na noite desta terça-feira (1º), na qual estudantes da USP (Universidade de São Paulo) decidiram desocupar o prédio da administração da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), ocupado desde a última quinta-feira (27), uma nova assembleia decidiu pela ocupação do prédio da reitoria da universidade, que foi invadido no início da madrugada desta quarta-feira (2). A direção da instituição deve se reunir ainda hoje para decidir o que fazer Rahel Patrasso/Frame/AE Mais
<b>2.nov.2011</b> - Após assembleia realizada na noite desta terça-feira (1º), na qual estudantes da USP (Universidade de São Paulo) decidiram desocupar o prédio da administração da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), ocupado desde a última quinta-feira (27), uma nova assembleia decidiu pela ocupação do prédio da reitoria da universidade, que foi invadido no início da madrugada desta quarta-feira (2). A direção da instituição deve se reunir ainda hoje para decidir o que fazer Rahel Patrasso/Frame/AE Mais
<b>2.nov.2011</b> - Após assembleia realizada na noite desta terça-feira (1º), na qual estudantes da USP (Universidade de São Paulo) decidiram desocupar o prédio da administração da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), ocupado desde a última quinta-feira (27), uma nova assembleia decidiu pela ocupação do prédio da reitoria da universidade, que foi invadido no início da madrugada desta quarta-feira (2). A direção da instituição deve se reunir ainda hoje para decidir o que fazer Rahel Patrasso/Frame/AE Mais
<b>2.nov.2011</b> - Após assembleia realizada na noite desta terça-feira (1º), na qual estudantes da USP (Universidade de São Paulo) decidiram desocupar o prédio da administração da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), ocupado desde a última quinta-feira (27), uma nova assembleia decidiu pela ocupação do prédio da reitoria da universidade, que foi invadido no início da madrugada desta quarta-feira (2). A direção da instituição deve se reunir ainda hoje para decidir o que fazer Joel Silva/Folhapress Mais
<b>2.nov.2011</b> - Após assembleia realizada na noite desta terça-feira (1º), na qual estudantes da USP (Universidade de São Paulo) decidiram desocupar o prédio da administração da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), ocupado desde a última quinta-feira (27), uma nova assembleia decidiu pela ocupação do prédio da reitoria da universidade, que foi invadido no início da madrugada desta quarta-feira (2). A direção da instituição deve se reunir ainda hoje para decidir o que fazer Joel Silva/Folhapress Mais
<b>3.nov.2011</b> - Após assembleia realizada na noite de terça-feira (1º), na qual estudantes da USP (Universidade de São Paulo) decidiram desocupar o prédio da administração da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), ocupado desde a última quinta-feira (27), uma nova assembleia decidiu pela ocupação do prédio da reitoria da universidade, que foi invadido no início da madrugada de quarta-feira (2). A direção da instituição já anunciou que vai pedir reintegração de posse Rafael Targino/UOL Mais
<b>3.nov.2011</b> - Após assembleia realizada na noite de terça-feira (1º), na qual estudantes da USP (Universidade de São Paulo) decidiram desocupar o prédio da administração da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), ocupado desde a última quinta-feira (27), uma nova assembleia decidiu pela ocupação do prédio da reitoria da universidade, que foi invadido no início da madrugada de quarta-feira (2). A direção da instituição já anunciou que vai pedir reintegração de posse Rafael Targino/UOL Mais
<b>3.nov.2011</b> - Após assembleia realizada na noite de terça-feira (1º), na qual estudantes da USP (Universidade de São Paulo) decidiram desocupar o prédio da administração da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), ocupado desde a última quinta-feira (27), uma nova assembleia decidiu pela ocupação do prédio da reitoria da universidade, que foi invadido no início da madrugada de quarta-feira (2). A direção da instituição já anunciou que vai pedir reintegração de posse Rafael Targino/UOL Mais
<b>3.nov.2011</b> - Após assembleia realizada na noite de terça-feira (1º), na qual estudantes da USP (Universidade de São Paulo) decidiram desocupar o prédio da administração da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), ocupado desde a última quinta-feira (27), uma nova assembleia decidiu pela ocupação do prédio da reitoria da universidade, que foi invadido no início da madrugada de quarta-feira (2). A direção da instituição já anunciou que vai pedir reintegração de posse Rafael Targino/UOL Mais
<b>3.nov.2011</b> - Após assembleia realizada na noite de terça-feira (1º), na qual estudantes da USP (Universidade de São Paulo) decidiram desocupar o prédio da administração da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), ocupado desde a última quinta-feira (27), uma nova assembleia decidiu pela ocupação do prédio da reitoria da universidade, que foi invadido no início da madrugada de quarta-feira (2). A direção da instituição já anunciou que vai pedir reintegração de posse Rafael Targino/UOL Mais
<b>3.nov.2011</b> - Após assembleia realizada na noite de terça-feira (1º), na qual estudantes da USP (Universidade de São Paulo) decidiram desocupar o prédio da administração da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), ocupado desde a última quinta-feira (27), uma nova assembleia decidiu pela ocupação do prédio da reitoria da universidade, que foi invadido no início da madrugada de quarta-feira (2). A direção da instituição já anunciou que vai pedir reintegração de posse Rafael Targino/UOL Mais
<b>3.nov.2011</b> - Após assembleia realizada na noite de terça-feira (1º), na qual estudantes da USP (Universidade de São Paulo) decidiram desocupar o prédio da administração da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), ocupado desde a última quinta-feira (27), uma nova assembleia decidiu pela ocupação do prédio da reitoria da universidade, que foi invadido no início da madrugada de quarta-feira (2). A direção da instituição já anunciou que vai pedir reintegração de posse Rafael Targino/UOL Mais
<b>3.nov.2011</b> - Após assembleia realizada na noite de terça-feira (1º), na qual estudantes da USP (Universidade de São Paulo) decidiram desocupar o prédio da administração da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), ocupado desde a última quinta-feira (27), uma nova assembleia decidiu pela ocupação do prédio da reitoria da universidade, que foi invadido no início da madrugada de quarta-feira (2). A direção da instituição já anunciou que vai pedir reintegração de posse Rafael Targino/UOL Mais
<b>3.nov.2011</b> - Após assembleia realizada na noite de terça-feira (1º), na qual estudantes da USP (Universidade de São Paulo) decidiram desocupar o prédio da administração da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), ocupado desde a última quinta-feira (27), uma nova assembleia decidiu pela ocupação do prédio da reitoria da universidade, que foi invadido no início da madrugada de quarta-feira (2). A direção da instituição já anunciou que vai pedir reintegração de posse Rafael Targino/UOL Mais
<b>3.nov.2011</b> - Após assembleia realizada na noite de terça-feira (1º), na qual estudantes da USP (Universidade de São Paulo) decidiram desocupar o prédio da administração da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), ocupado desde a última quinta-feira (27), uma nova assembleia decidiu pela ocupação do prédio da reitoria da universidade, que foi invadido no início da madrugada de quarta-feira (2). A direção da instituição já anunciou que vai pedir reintegração de posse Rafael Targino/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - O prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), na Cidade Universitária, na zona oeste da capital paulista, permanece ocupado por estudantes nesta sexta-feira (4). A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta-feira Debby Oliveira/AE Mais
<b>4.nov.2011</b> - O prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), na Cidade Universitária, na zona oeste da capital paulista, permanece ocupado por estudantes nesta sexta-feira (4). A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Nelson Antoine/AE Mais
<b>4.nov.2011</b> - O prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), na Cidade Universitária, na zona oeste da capital paulista, permanece ocupado por estudantes nesta sexta-feira (4). A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Nelson Antoine/AE Mais
<b>4.nov.2011</b> - Estudante conversa com jornalistas na frente da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), na Cidade Universitária. O prédio permanece ocupado. A Justiça concedeu na quinta-feira (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Nelson Antoine/AE Mais
<b>4.nov.2011</b> - O prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), na Cidade Universitária, na zona oeste da capital paulista, permanece ocupado por estudantes nesta sexta-feira (4). A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - O prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), na Cidade Universitária, na zona oeste da capital paulista, permanece ocupado por estudantes nesta sexta-feira (4). A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Estudante tenta impedir fotógrafo de registrar a ocupação da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), na Cidade Universitária. O prédio permanece ocupado. A Justiça concedeu ontem (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta-feira. Cerca de 300 estudantes que invadiram o prédio na terça-feira se reuniram em assembleia e decidiram por aclamação manter a ocupação Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Estudante tenta impedir fotógrafo de registrar a ocupação da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), na Cidade Universitária. O prédio permanece ocupado. A Justiça concedeu ontem (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta-feira. Cerca de 300 estudantes que invadiram o prédio na terça-feira se reuniram em assembleia e decidiram por aclamação manter a ocupação Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Estudante tenta impedir fotógrafo de registrar a ocupação da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), na Cidade Universitária. O prédio permanece ocupado. A Justiça concedeu ontem (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta-feira. Cerca de 300 estudantes que invadiram o prédio na terça-feira se reuniram em assembleia e decidiram por aclamação manter a ocupação Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Estudante tenta impedir fotógrafo de registrar a ocupação da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), na Cidade Universitária. O prédio permanece ocupado. A Justiça concedeu ontem (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta-feira. Cerca de 300 estudantes que invadiram o prédio na terça-feira se reuniram em assembleia e decidiram por aclamação manter a ocupação Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - O prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), na Cidade Universitária, na zona oeste da capital paulista, permanece ocupado por estudantes nesta sexta-feira (4). A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - O prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), na Cidade Universitária, na zona oeste da capital paulista, permanece ocupado por estudantes nesta sexta-feira (4). A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - O prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), na Cidade Universitária, na zona oeste da capital paulista, permanece ocupado por estudantes nesta sexta-feira (4). A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Estudantes que ocupam a reitoria da Universidade de São Paulo (USP) tentam entrar em link ao vivo da TV Globo e segurança da emissora reage. A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Estudantes que ocupam a reitoria da Universidade de São Paulo (USP) tentam entrar em link ao vivo da TV Globo e segurança da emissora reage. A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Estudantes que ocupam a reitoria da Universidade de São Paulo (USP) tentam entrar em link ao vivo da TV Globo e segurança da emissora reage. A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Helicóptero da Polícia Militar sobrevoa reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Prédio continua ocupado por estudantes. A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Reunião de negociação entre reitoria e comissão que representa os manifestantes que ocupam a reitoria da USP (Universidade de São Paulo) termina sem acordo. A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Estudantes que ocupam a reitoria da Universidade de São Paulo (USP) chegam ao prédio carregando cerveja e papel higiênico. Reunião de negociação entre reitoria e comissão que representa os manifestantes terminou sem acordo na manhã de hoje. A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Movimentação de estudantes no prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Reunião de negociação entre reitoria e comissão que representa os manifestantes terminou sem acordo na manhã de hoje. A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Movimentação de estudantes no prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Reunião de negociação entre reitoria e comissão que representa os manifestantes terminou sem acordo na manhã de hoje. A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Estudante mostra cartaz para imprensa criticando manifestantes que ocupam o prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Reunião de negociação entre reitoria e comissão que representa os manifestantes terminou sem acordo na manhã de hoje. A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Estudante mostra cartaz para imprensa criticando manifestantes que ocupam o prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Reunião de negociação entre reitoria e comissão que representa os manifestantes terminou sem acordo na manhã de hoje. A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Movimentação no prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP) durante o início da tarde. Reunião de negociação entre reitoria e comissão que representa os manifestantes terminou sem acordo na manhã de hoje. A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Movimentação de estudantes no prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Reunião de negociação entre reitoria e comissão que representa os manifestantes terminou sem acordo na manhã de hoje. A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Oficial de Justiça entrega documento solicitando a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP) para o grupo de alunos que invadiu o local. Estudantes reagem gritando "Fora PM". A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Oficial de Justiça chega à reitoria da Universidade de São Paulo (USP) para entregar documento solicitando a reintegração de posse do prédio. A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Oficial de Justiça entrega documento solicitando a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP) para o grupo de alunos que invadiu o local. Estudantes reagem gritando "Fora PM". A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Oficial de Justiça entrega documento solicitando a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP) para o grupo de alunos que invadiu o local. Estudantes reagem gritando "Fora PM". A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Oficial de Justiça entrega documento solicitando a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP) para o grupo de alunos que invadiu o local. Estudantes reagem gritando "Fora PM". A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Oficial de Justiça entrega documento solicitando a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP) para o grupo de alunos que invadiu o local. Estudantes reagem gritando "Fora PM". A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Oficial de Justiça entrega documento solicitando a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP) para o grupo de alunos que invadiu o local. Estudantes reagem gritando "Fora PM". A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Oficial de Justiça entrega documento solicitando a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP) para o grupo de alunos que invadiu o local. Estudantes reagem gritando "Fora PM". A Justiça concedeu na quinta (3) uma liminar determinando a desocupação da reitoria da USP e a reintegração de posse em um prazo de 24 horas, contado desde o início da noite de quinta Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Magno de Carvalho, diretor da Sindicato dos Trabalhadores da Universidade de São Paulo (SINTUSP) conversa com jornalistas em frente ao prédio da reitoria da USP. Oficial de Justiça entregou nesta tarde pedido de reintegração de posse para os estudantes que ocupam o local Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Estudante de Letras, Rafael Alves, conversa com jornalistas em frente ao prédio da reitoria da USP. Oficial de Justiça entregou nesta tarde pedido de reintegração de posse para os estudantes que ocupam o local Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Funcionário da Universidade de São Paulo (USP), Marcelo Pablito, conversa com jornalistas em frente ao prédio da reitoria da USP. Oficial de Justiça entregou nesta tarde pedido de reintegração de posse para os estudantes que ocupam o local Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>4.nov.2011</b> - Magno de Carvalho, diretor da Sindicato dos Trabalhadores da Universidade de São Paulo (SINTUSP) conversa com jornalistas em frente ao prédio da reitoria da USP. Oficial de Justiça entregou nesta tarde pedido de reintegração de posse para os estudantes que ocupam o local Rodrigo Paiva/UOL Mais
<b>5.nov.2011</b> - Carrinho de supermercado cheio de latas de cerveja vazias é visto em frente à reitoria da Universidade de São Paulo (SP), na Cidade Universitária, zona oeste de São Paulo, na manhã deste sábado. Estudantes e representantes da USP realizaram uma reunião no Fórum Hely Lopes Meirelles na manhã de hoje. A reitoria aceitou adiar até as 23h da próxima segunda-feira (7) a desocupação do prédio. Inicialmente, o prazo terminaria às 17h de hoje Debby de Oliveira/AE Mais
<b>5.nov.2011</b> - Estudantes da Universidade de São Paulo (USP), na zona oeste da capital paulista, continuam ocupando o prédio da reitoria na manhã deste sábado. Estudantes e representantes da USP realizaram uma reunião no Fórum Hely Lopes Meirelles na manhã de hoje. A reitoria aceitou adiar até as 23h da próxima segunda-feira (7) a desocupação do prédio. Inicialmente, o prazo terminaria às 17h de hoje Debby de Oliveira/AE Mais
<b>5.nov.2011</b> - Estudantes da Universidade de São Paulo (USP), na zona oeste da capital paulista, continuam ocupando o prédio da reitoria na manhã deste sábado. Estudantes e representantes da USP realizaram uma reunião no Fórum Hely Lopes Meirelles na manhã de hoje. A reitoria aceitou adiar até as 23h da próxima segunda-feira (7) a desocupação do prédio. Inicialmente, o prazo terminaria às 17h de hoje Rodrigo Paiva/ UOL Mais
<b>5.nov.2011</b> - Estudantes da Universidade de São Paulo (USP), na zona oeste da capital paulista, continuam ocupando o prédio da reitoria na manhã deste sábado. Estudantes e representantes da USP realizaram uma reunião no Fórum Hely Lopes Meirelles na manhã de hoje. A reitoria aceitou adiar até as 23h da próxima segunda-feira (7) a desocupação do prédio. Inicialmente, o prazo terminaria às 17h de hoje Rodrigo Paiva/ UOL Mais
<b>5.nov.2011</b> - Latas de cerveja vazias são vistas em lixo próximo a reitoria da Universidade de São Paulo, ocupada por estudantes. Estudantes e representantes da USP realizaram uma reunião no Fórum Hely Lopes Meirelles na manhã de hoje. A reitoria aceitou adiar até as 23h da próxima segunda-feira (7) a desocupação do prédio. Inicialmente, o prazo terminaria às 17h de hoje Rodrigo Paiva/ UOL Mais
<b>5.nov.2011</b> - Estudantes da Universidade de São Paulo (USP), na zona oeste da capital paulista, continuam ocupando o prédio da reitoria na manhã deste sábado. Estudantes e representantes da USP realizaram uma reunião no Fórum Hely Lopes Meirelles na manhã de hoje. A reitoria aceitou adiar até as 23h da próxima segunda-feira (7) a desocupação do prédio. Inicialmente, o prazo terminaria às 17h de hoje Rodrigo Paiva/ UOL Mais
<b>5.nov.2011</b> - Estudantes da Universidade de São Paulo (USP), na zona oeste da capital paulista, continuam ocupando o prédio da reitoria na manhã deste sábado. Estudantes e representantes da USP realizaram uma reunião no Fórum Hely Lopes Meirelles na manhã de hoje. A reitoria aceitou adiar até as 23h da próxima segunda-feira (7) a desocupação do prédio. Inicialmente, o prazo terminaria às 17h de hoje Rodrigo Paiva/ UOL Mais
<b>5.nov.2011</b> - Estudantes da Universidade de São Paulo (USP), na zona oeste da capital paulista, continuam ocupando o prédio da reitoria. A Justiça decidiu prorrogar para a próxima segunda-feira (7), até às 23h, o prazo final para que os estudantes deixem a reitoria da Universidade de São Paulo Rodrigo Paiva/ UOL Mais
<b>5.nov.2011</b> - Estudantes da Universidade de São Paulo (USP), na zona oeste da capital paulista, continuam ocupando o prédio da reitoria. A Justiça decidiu prorrogar para a próxima segunda-feira (7), até às 23h, o prazo final para que os estudantes deixem a reitoria da Universidade de São Paulo Rodrigo Paiva/ UOL Mais
<b>5.nov.2011</b> - Estudantes da Universidade de São Paulo (USP), na zona oeste da capital paulista, continuam ocupando o prédio da reitoria. A Justiça decidiu prorrogar para a próxima segunda-feira (7), até às 23h, o prazo final para que os estudantes deixem a reitoria da Universidade de São Paulo Rodrigo Paiva/ UOL Mais
<b>5.nov.2011</b> - Estudante esconde o rosto em protesto contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária. A Justiça decidiu prorrogar para a próxima segunda-feira (7), até às 23h, o prazo final para que os estudantes deixem a reitoria da Universidade de São Paulo Rodrigo Paiva/ UOL Mais
<b>5.nov.2011</b> - Estudante toma sol em jardim próximo ao prédio da reitoria da USP que está ocupado por alunos desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP Rodrigo Paiva/ UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. A Comissão de Negociação da Reitoria irá se reunir com os estudantes na tarde desta segunda-feira (7) Roberto Setton/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. A Comissão de Negociação da Reitoria irá se reunir com os estudantes na tarde desta segunda-feira (7) Roberto Setton/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. A Comissão de Negociação da Reitoria irá se reunir com os estudantes na tarde desta segunda-feira (7) Roberto Setton/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. A Comissão de Negociação da Reitoria irá se reunir com os estudantes na tarde desta segunda-feira (7) Roberto Setton/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. A Comissão de Negociação da Reitoria irá se reunir com os estudantes na tarde desta segunda-feira (7) Roberto Setton/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. A Comissão de Negociação da Reitoria irá se reunir com os estudantes na tarde desta segunda-feira (7) Roberto Setton/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. A Comissão de Negociação da Reitoria irá se reunir com os estudantes na tarde desta segunda-feira (7) Roberto Setton/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. A Comissão de Negociação da Reitoria irá se reunir com os estudantes na tarde desta segunda-feira (7) Roberto Setton/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. A Comissão de Negociação da Reitoria irá se reunir com os estudantes na tarde desta segunda-feira (7) Roberto Setton/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. A Comissão de Negociação da Reitoria irá se reunir com os estudantes na tarde desta segunda-feira (7) Roberto Setton/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. A Comissão de Negociação da Reitoria irá se reunir com os estudantes na tarde desta segunda-feira (7) Roberto Setton/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. A Comissão de Negociação da Reitoria irá se reunir com os estudantes na tarde desta segunda-feira (7) Roberto Setton/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. A Comissão de Negociação da Reitoria irá se reunir com os estudantes na tarde desta segunda-feira (7) Roberto Setton/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. A Comissão de Negociação da Reitoria irá se reunir com os estudantes na tarde desta segunda-feira (7) Roberto Setton/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. A Comissão de Negociação da Reitoria irá se reunir com os estudantes na tarde desta segunda-feira (7) Roberto Setton/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. A Comissão de Negociação da Reitoria irá se reunir com os estudantes na tarde desta segunda-feira (7) Roberto Setton/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. A Comissão de Negociação da Reitoria irá se reunir com os estudantes na tarde desta segunda-feira (7) Roberto Setton/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. A Comissão de Negociação da Reitoria irá se reunir com os estudantes na tarde desta segunda-feira (7) Roberto Setton/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. A Comissão de Negociação da Reitoria irá se reunir com os estudantes na tarde desta segunda-feira (7) Roberto Setton/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. A Comissão de Negociação da Reitoria irá se reunir com os estudantes na tarde desta segunda-feira (7) Roberto Setton/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. A Comissão de Negociação da Reitoria irá se reunir com os estudantes na tarde desta segunda-feira (7) Roberto Setton/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h Alex Almeida/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h Alex Almeida/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h Alex Almeida/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h Alex Almeida/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h Alex Almeida/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h Alex Almeida/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - A Comissão de Negociação da Reitoria da USP (Universidade de São Paulo) está reunida com representantes da invasão do prédio da Administração Central, no Departamento de Geografia, para tentar acabar com a ocupação da reitoria. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h Nelson Antoine/Fotoarena/AE Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h Alex Almeida/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h Alex Almeida/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h Alex Almeida/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h Alex Almeida/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. Uma reunião na tarde desta segunda (7) para negociar a saída dos manifestantes terminou em impasse Alex Almeida/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. Uma reunião na tarde desta segunda (7) para negociar a saída dos manifestantes terminou em impasse Alex Almeida/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. Uma reunião na tarde desta segunda (7) para negociar a saída dos manifestantes terminou em impasse Alex Almeida/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. Uma reunião na tarde desta segunda (7) para negociar a saída dos manifestantes terminou em impasse Alex Almeida/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. Uma reunião na tarde desta segunda (7) para negociar a saída dos manifestantes terminou em impasse Alex Almeida/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. Uma reunião na tarde desta segunda (7) para negociar a saída dos manifestantes terminou em impasse Alex Almeida/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. Uma reunião na tarde desta segunda (7) para negociar a saída dos manifestantes terminou em impasse Alex Almeida/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Estudantes permanecem na reitoria da USP (Universidade de São Paulo), ocupada desde a madrugada da última quarta-feira (2). O protesto é contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária e contra processos administrativos envolvendo funcionários da USP. O prazo para os alunos deixarem o prédio termina hoje, às 23h. Uma reunião na tarde desta segunda (7) para negociar a saída dos manifestantes terminou em impasse Alex Almeida/UOL Mais
<b>7.nov.2011</b> - Manifestante bate no microfone da repórter do "SBT". Segundo os estudantes, a jornalista disse que os alunos são todos maconheiros Eduardo Anizelli/Folhapress Mais
<b>7.nov.2011</b> - Manifestante pega câmera de fotógrafo (no chão, de capacete). Segundo os estudantes, a imprensa os chamou de maconheiros Eduardo Anizelli/Folhapress Mais
<b>7.nov.2011</b> - Manifestantes entram em confronto com a imprensa. Segundo eles, uma repórter do "SBT" os chamou de maconheiros Eduardo Anizelli/Folhapress Mais
<b>8.nov.2011</b> - Polícia Militar realiza a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP) no início da manhã de hoje (8). Cerca de 400 policiais e 50 viaturas estão no local, além de dois helicópteros. Pelo menos 70 estudantes foram detidos e encaminhados para delegacia Rahel Patrasso/Frame/Folhapress Mais
<b>8.nov.2011</b> - Polícia Militar realiza a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP) no início da manhã de hoje (8). Cerca de 400 policiais e 50 viaturas estão no local, além de dois helicópteros. Pelo menos 70 estudantes foram detidos e encaminhados para delegacia Rahel Patrasso/Frame/AE Mais
<b>8.nov.2011</b> - Estudante é retirado pela Tropa de Choque da Polícia Militar do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 400 policiais e 50 viaturas participaram da reintegração de posse na manhã de hoje (8), além de dois helicópteros. Pelo menos 70 estudantes foram detidos e encaminhados para delegacia Adriano Lima/AE Mais
<b>8.nov.2011</b> - Estudante é retirado pela Tropa de Choque da Polícia Militar do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 400 policiais e 50 viaturas participaram da reintegração de posse na manhã de hoje (8), além de dois helicópteros. Pelo menos 70 estudantes foram detidos e encaminhados para delegacia Adriano Lima/AE Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP. Prazo para os estudantes deixarem a reitoria venceu na noite de segunda (7), às 23h Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP. Prazo para os estudantes deixarem a reitoria venceu na noite de segunda (7), às 23h Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Operação da Polícia Militar de reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP) começou por volta de 5h20 de hoje (8). Apesar da tensão, não houve confronto direto entre estudantes e policiais Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Operação da Polícia Militar de reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP) começou por volta de 5h20 de hoje (8). Apesar da tensão, não houve confronto direto entre estudantes e policiais Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Operação da Polícia Militar de reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP) começou por volta de 5h20 de hoje (8). Apesar da tensão, não houve confronto direto entre estudantes e policiais Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Operação da Polícia Militar de reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP) começou por volta de 5h20 de hoje (8). Apesar da tensão, não houve confronto direto entre estudantes e policiais Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP. Prazo para os estudantes deixarem a reitoria venceu na noite de segunda (7), às 23h Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Operação da Polícia Militar de reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP) começou por volta de 5h20 de hoje (8). Apesar da tensão, não houve confronto direto entre estudantes e policiais Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP. Prazo para os estudantes deixarem a reitoria venceu na noite de segunda (7), às 23h Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP. Prazo para os estudantes deixarem a reitoria venceu na noite de segunda (7), às 23h Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP. Prazo para os estudantes deixarem a reitoria venceu na noite de segunda (7), às 23h Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP. Prazo para os estudantes deixarem a reitoria venceu na noite de segunda (7), às 23h Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP. Prazo para os estudantes deixarem a reitoria venceu na noite de segunda (7), às 23h Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Estudante mostra marca de cassetete em suas costas que teria levado de policial nesta manhã durante a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP) Danilo Verpa/Folhapress Mais
<b>8.nov.2011</b> - Reitoria da USP (Universidade de São Paulo) está suja e com as paredes pichadas após a saída dos estudantes. A PM permitiu a entrada da imprensa depois de vistoria realizada por funcionários da universidade Nelson Antoine/Fotoarena/AE Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Viaturas da Polícia Militar tiveram seus vidros quebrados durante a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Na manhã de hoje (8), a Polícia Militar realizou a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Viaturas da Polícia Militar tiveram seus vidros quebrados durante a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Viaturas da Polícia Militar tiveram seus vidros quebrados durante a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Viaturas da Polícia Militar tiveram seus vidros quebrados durante a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP). Cerca de 70 estudantes foram detidos e encaminhados para a 91ª DP Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Reitoria da USP (Universidade de São Paulo) está suja e com as paredes pichadas após a saída dos estudantes. A PM permitiu a entrada da imprensa depois de vistoria realizada por funcionários da universidade Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Reitoria da USP (Universidade de São Paulo) está suja e com as paredes pichadas após a saída dos estudantes. A PM permitiu a entrada da imprensa depois de vistoria realizada por funcionários da universidade Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Reitoria da USP (Universidade de São Paulo) está suja e com as paredes pichadas após a saída dos estudantes. A PM permitiu a entrada da imprensa depois de vistoria realizada por funcionários da universidade Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Reitoria da USP (Universidade de São Paulo) está suja e com as paredes pichadas após a saída dos estudantes. A PM permitiu a entrada da imprensa depois de vistoria realizada por funcionários da universidade Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Reitoria da USP (Universidade de São Paulo) está suja e com as paredes pichadas após a saída dos estudantes. A PM permitiu a entrada da imprensa depois de vistoria realizada por funcionários da universidade Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Reitoria da USP (Universidade de São Paulo) está suja e com as paredes pichadas após a saída dos estudantes. A PM permitiu a entrada da imprensa depois de vistoria realizada por funcionários da universidade Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Reitoria da USP (Universidade de São Paulo) está suja e com as paredes pichadas após a saída dos estudantes. A PM permitiu a entrada da imprensa depois de vistoria realizada por funcionários da universidade Fernando Donasci/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Polícia Militar exibe sete garrafas com bombas incendiárias e seis caixas de morteiros apreendidas na desocupação do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), na Cidade Universitária. Os estudantes que foram presos embarcaram em um ônibus da Polícia Militar e foram levados para o 93º Distrito Policial, do Jaguaré Debby Oliveira/News Free/AE Mais
<b>8.nov.2011</b> - Reitoria da USP (Universidade de São Paulo) está suja e com as paredes pichadas após a saída dos estudantes. A PM permitiu a entrada da imprensa depois de vistoria realizada por funcionários da universidade Rodrigo Paiva/AE Mais
<b>8.nov.2011</b> - Estudante entrega flor para policial durante manifestação contra presença da Polícia Militar no campus e contra a detenção de estudantes durante a reintegração de posse do prédio da reitoria da Universidade de São Paulo (USP), na Cidade Universitária Rahel Patrasso/Frame/AE Mais
<b>8.nov.2011<b> - Tropa de choque faz segurança da reitoria da USP (Universidade de São Paulo) nesta terça-feira (8) e deve permanecer até final da perícia no prédio; cerca de 150 estudantes estão no 91º DP protestando para que os 70 detidos sejam liberados Maurício Piffer/UOL Mais
<b>8.nov.2011<b> - Tropa de choque faz segurança da reitoria da USP (Universidade de São Paulo) nesta terça-feira (8) e deve permanecer até final da perícia no prédio; cerca de 150 estudantes estão no 91º DP protestando para que os 70 detidos sejam liberados Maurício Piffer/UOL Mais
<b>8.nov.2011<b> - Tropa de choque faz segurança da reitoria da USP (Universidade de São Paulo) nesta terça-feira (8) e deve permanecer até final da perícia no prédio; cerca de 150 estudantes estão no 91º DP protestando para que os 70 detidos sejam liberados Maurício Piffer/UOL Mais
<b>8.nov.2011<b> - Tropa de choque faz segurança da reitoria da USP (Universidade de São Paulo) nesta terça-feira (8) e deve permanecer até final da perícia no prédio; cerca de 150 estudantes estão no 91º DP protestando para que os 70 detidos sejam liberados Maurício Piffer/UOL Mais
<b>8.nov.2011<b> - Tropa de choque faz segurança da reitoria da USP (Universidade de São Paulo) nesta terça-feira (8) e deve permanecer até final da perícia no prédio; cerca de 150 estudantes estão no 91º DP protestando para que os 70 detidos sejam liberados Maurício Piffer/UOL Mais
<b>8.nov.2011<b> - Tropa de choque faz segurança da reitoria da USP (Universidade de São Paulo) nesta terça-feira (8) e deve permanecer até final da perícia no prédio; cerca de 150 estudantes estão no 91º DP protestando para que os 70 detidos sejam liberados Maurício Piffer/UOL Mais
<b>8.nov.2011<b> - Tropa de choque faz segurança da reitoria da USP (Universidade de São Paulo) nesta terça-feira (8) e deve permanecer até final da perícia no prédio; cerca de 150 estudantes estão no 91º DP protestando para que os 70 detidos sejam liberados Maurício Piffer/UOL Mais
<b>8.nov.2011<b> - Tropa de choque faz segurança da reitoria da USP (Universidade de São Paulo) nesta terça-feira (8) e deve permanecer até final da perícia no prédio; cerca de 150 estudantes estão no 91º DP protestando para que os 70 detidos sejam liberados Maurício Piffer/UOL Mais
<b>8.nov.2011<b> - Tropa de choque faz segurança da reitoria da USP (Universidade de São Paulo) nesta terça-feira (8) e deve permanecer até final da perícia no prédio; cerca de 150 estudantes estão no 91º DP protestando para que os 70 detidos sejam liberados Maurício Piffer/UOL Mais
<b>8.nov.2011<b> - Tropa de choque faz segurança da reitoria da USP (Universidade de São Paulo) nesta terça-feira (8) e deve permanecer até final da perícia no prédio; cerca de 150 estudantes estão no 91º DP protestando para que os 70 detidos sejam liberados Maurício Piffer/UOL Mais
<b>8.nov.2011<b> - Tropa de choque faz segurança da reitoria da USP (Universidade de São Paulo) nesta terça-feira (8) e deve permanecer até final da perícia no prédio; cerca de 150 estudantes estão no 91º DP protestando para que os 70 detidos sejam liberados Maurício Piffer/UOL Mais
<b>8.nov.2011<b> - Tropa de choque faz segurança da reitoria da USP (Universidade de São Paulo) nesta terça-feira (8) e deve permanecer até final da perícia no prédio; cerca de 150 estudantes estão no 91º DP protestando para que os 70 detidos sejam liberados Maurício Piffer/UOL Mais
<b>8.nov.2011<b> - Tropa de choque faz segurança da reitoria da USP (Universidade de São Paulo) nesta terça-feira (8) e deve permanecer até final da perícia no prédio; cerca de 150 estudantes estão no 91º DP protestando para que os 70 detidos sejam liberados Maurício Piffer/UOL Mais
<b>8.nov.2011<b> - Tropa de choque faz segurança da reitoria da USP (Universidade de São Paulo) nesta terça-feira (8) e deve permanecer até final da perícia no prédio; cerca de 150 estudantes estão no 91º DP protestando para que os 70 detidos sejam liberados Maurício Piffer/UOL Mais
<b>8.nov.2011<b> - Tropa de choque faz segurança da reitoria da USP (Universidade de São Paulo) nesta terça-feira (8) e deve permanecer até final da perícia no prédio; cerca de 150 estudantes estão no 91º DP protestando para que os 70 detidos sejam liberados Maurício Piffer/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Estudantes fazem protesto em frente à 91ª Delegacia de Polícia de São Paulo contra a prisão de 73 manifestantes durante a reintegração de posse na reitoria da USP (Universidade de São Paulo) na madrugada desta terça-feira (8); defesa vai pedir habeas corpus Shin Shikuma/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Estudantes fazem protesto em frente à 91ª Delegacia de Polícia de São Paulo contra a prisão de 73 manifestantes durante a reintegração de posse na reitoria da USP (Universidade de São Paulo) na madrugada desta terça-feira (8); defesa vai pedir habeas corpus Shin Shikuma/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Estudantes fazem protesto em frente à 91ª Delegacia de Polícia de São Paulo contra a prisão de 73 manifestantes durante a reintegração de posse na reitoria da USP (Universidade de São Paulo) na madrugada desta terça-feira (8); defesa vai pedir habeas corpus Shin Shikuma/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Estudantes fazem protesto em frente à 91ª Delegacia de Polícia de São Paulo contra a prisão de 73 manifestantes durante a reintegração de posse na reitoria da USP (Universidade de São Paulo) na madrugada desta terça-feira (8); defesa vai pedir habeas corpus Shin Shikuma/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Estudantes fazem protesto em frente à 91ª Delegacia de Polícia de São Paulo contra a prisão de 73 manifestantes durante a reintegração de posse na reitoria da USP (Universidade de São Paulo) na madrugada desta terça-feira (8); defesa vai pedir habeas corpus Shin Shikuma/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Estudantes fazem protesto em frente à 91ª Delegacia de Polícia de São Paulo contra a prisão de 73 manifestantes durante a reintegração de posse na reitoria da USP (Universidade de São Paulo) na madrugada desta terça-feira (8); defesa vai pedir habeas corpus Shin Shikuma/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Estudantes fazem protesto em frente à 91ª Delegacia de Polícia de São Paulo contra a prisão de 73 manifestantes durante a reintegração de posse na reitoria da USP (Universidade de São Paulo) na madrugada desta terça-feira (8); defesa vai pedir habeas corpus Shin Shikuma/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Estudantes fazem protesto em frente à 91ª Delegacia de Polícia de São Paulo contra a prisão de 73 manifestantes durante a reintegração de posse na reitoria da USP (Universidade de São Paulo) na madrugada desta terça-feira (8); defesa vai pedir habeas corpus Shin Shikuma/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Estudantes fazem protesto em frente à 91ª Delegacia de Polícia de São Paulo contra a prisão de 73 manifestantes durante a reintegração de posse na reitoria da USP (Universidade de São Paulo) na madrugada desta terça-feira (8); defesa vai pedir habeas corpus Shin Shikuma/UOL Mais
Estudantes protestam em frente ao 91º DP; eles pedem a libertação dos 73 detidos na reintegração de posse da reitoria da USP nesta terça (8) Shin Shikuma/UOL Mais
Mais de 70 manifestantes foram detidos na reintegração de posse da reitoria da USP nesta terça (8); eles somente serão liberados sob pagamento de fiança (R$ 545) Shin Shikuma/UOL Mais
Mais de 70 manifestantes foram detidos na reintegração de posse da reitoria da USP nesta terça (8); eles somente serão liberados sob pagamento de fiança (R$ 545) Shin Shikuma/UOL Mais
Policiais formam proteção ao 91º DP, onde estão detidos 73 manifestantes após reintegração de posse da reitoria da USP (Universidade de São Paulo) na manhã desta terça (8); a mãe de um dos presos foi detida por desacato de autoridade Shin Shikuma/UOL Mais
Policiais formam proteção ao 91º DP, onde estão detidos 73 manifestantes após reintegração de posse da reitoria da USP (Universidade de São Paulo) na manhã desta terça (8); a mãe de um dos presos foi detida por desacato de autoridade Shin Shikuma/UOL Mais
<b> 8.nov.2011 </b> - Estudantes fazem protesto em frente à 91ª Delegacia de Polícia de São Paulo contra a prisão de 73 manifestantes durante a reintegração de posse na reitoria da USP (Universidade de São Paulo) na madrugada desta terça-feira (8); defesa vai pedir habeas corpus Shin Shikuma/UOL Mais
<b> 8.nov.2011 </b> - Estudantes fazem protesto em frente à 91ª Delegacia de Polícia de São Paulo contra a prisão de 73 manifestantes durante a reintegração de posse na reitoria da USP (Universidade de São Paulo) na madrugada desta terça-feira (8); defesa vai pedir habeas corpus Shin Shikuma/UOL Mais
<b> 8.nov.2011 </b> - Estudantes fazem protesto em frente à 91ª Delegacia de Polícia de São Paulo contra a prisão de 73 manifestantes durante a reintegração de posse na reitoria da USP (Universidade de São Paulo) na madrugada desta terça-feira (8); defesa vai pedir habeas corpus Shin Shikuma/UOL Mais
<b> 8.nov.2011 </b> - Estudantes fazem protesto em frente à 91ª Delegacia de Polícia de São Paulo contra a prisão de 73 manifestantes durante a reintegração de posse na reitoria da USP (Universidade de São Paulo) na madrugada desta terça-feira (8); defesa vai pedir habeas corpus Shin Shikuma/UOL Mais
<b> 8.nov.2011</b> - Estudantes fazem protesto em frente à 91ª Delegacia de Polícia de São Paulo contra a prisão de 73 manifestantes durante a reintegração de posse na reitoria da USP (Universidade de São Paulo) na madrugada desta terça-feira (8); defesa vai pedir habeas corpus Shin Shikuma/UOL Mais
<b> 8.nov.2011</b> - Apesar do calor, cerca de 400 estudantes acompanharam uma aula pública de Paulo Eduardo Arantes, professor aposentado da faculdade de Filosofia da USP. A aula foi um ato contra a reintegração de posse, ocorrida na manhã de hoje Maurício Piffer/UOL Mais
<b> 8.nov.2011</b> - Apesar do calor, cerca de 400 estudantes acompanharam uma aula pública de Paulo Eduardo Arantes, professor aposentado da faculdade de Filosofia da USP. A aula foi um ato contra a reintegração de posse, ocorrida na manhã de hoje Maurício Piffer/UOL Mais
<b> 8.nov.2011</b> - Apesar do calor, cerca de 400 estudantes acompanharam uma aula pública de Paulo Eduardo Arantes, professor aposentado da faculdade de Filosofia da USP. A aula foi um ato contra a reintegração de posse, ocorrida na manhã de hoje Maurício Piffer/UOL Mais
<b> 8.nov.2011</b> - Apesar do calor, cerca de 400 estudantes acompanharam uma aula pública de Paulo Eduardo Arantes, professor aposentado da faculdade de Filosofia da USP. A aula foi um ato contra a reintegração de posse, ocorrida na manhã de hoje Maurício Piffer/UOL Mais
<b> 8.nov.2011</b> - Apesar do calor, cerca de 400 estudantes acompanharam uma aula pública de Paulo Eduardo Arantes, professor aposentado da faculdade de Filosofia da USP. A aula foi um ato contra a reintegração de posse, ocorrida na manhã de hoje Maurício Piffer/UOL Mais
<b> 8.nov.2011</b> - Apesar do calor, cerca de 400 estudantes acompanharam uma aula pública de Paulo Eduardo Arantes, professor aposentado da faculdade de Filosofia da USP. A aula foi um ato contra a reintegração de posse, ocorrida na manhã de hoje Maurício Piffer/UOL Mais
<b> 8.nov.2011</b> - Apesar do calor, cerca de 400 estudantes acompanharam uma aula pública de Paulo Eduardo Arantes, professor aposentado da faculdade de Filosofia da USP. A aula foi um ato contra a reintegração de posse, ocorrida na manhã de hoje Maurício Piffer/UOL Mais
<b> 8.nov.2011</b> - Apesar do calor, cerca de 400 estudantes acompanharam uma aula pública de Paulo Eduardo Arantes, professor aposentado da faculdade de Filosofia da USP. A aula foi um ato contra a reintegração de posse, ocorrida na manhã de hoje Maurício Piffer/UOL Mais
<b> 8.nov.2011</b> - Apesar do calor, cerca de 400 estudantes acompanharam uma aula pública de Paulo Eduardo Arantes, professor aposentado da faculdade de Filosofia da USP. A aula foi um ato contra a reintegração de posse, ocorrida na manhã de hoje Maurício Piffer/UOL Mais
Apesar do calor, cerca de 400 estudantes acompanharam uma aula pública de Paulo Eduardo Arantes, professor aposentado da faculdade de Filosofia da USP. A aula foi um ato contra a reintegração de posse, ocorrida na manhã de hoje Fernando Donasci/UOL Mais
Apesar do calor, cerca de 400 estudantes acompanharam uma aula pública de Paulo Eduardo Arantes, professor aposentado da faculdade de Filosofia da USP. A aula foi um ato contra a reintegração de posse, ocorrida na manhã de hoje Fernando Donasci/UOL Mais
Apesar do calor, cerca de 400 estudantes acompanharam uma aula pública de Paulo Eduardo Arantes, professor aposentado da faculdade de Filosofia da USP. A aula foi um ato contra a reintegração de posse, ocorrida na manhã de hoje Fernando Donasci/UOL Mais
Apesar do calor, cerca de 400 estudantes acompanharam uma aula pública de Paulo Eduardo Arantes, professor aposentado da faculdade de Filosofia da USP. A aula foi um ato contra a reintegração de posse, ocorrida na manhã de hoje Fernando Donasci/UOL Mais
Apesar do calor, cerca de 400 estudantes acompanharam uma aula pública de Paulo Eduardo Arantes, professor aposentado da faculdade de Filosofia da USP. A aula foi um ato contra a reintegração de posse, ocorrida na manhã de hoje Fernando Donasci/UOL Mais
Estudante mostra livro ao entrar em ônibus; 73 pessoas foram detidas nesta terça-feira (8) Shin Shikuma /UOL Mais
Um dos manifestantes detidos faz sinal para fotógrafo; 73 pessoas foram detidas nesta terça-feira (8) Shin Shikuma /UOL Mais
Manifestante aguarda momento para ser ouvido por polícia nesta terça (8); cerca de 70 foram detidos em reintegração da reitoria da USP (Universidade de São Paulo) Shin Shikuma /UOL Mais
Estudante mostra livro ao entrar em ônibus; 73 pessoas foram detidas nesta terça-feira (8) Shin Shikuma /UOL Mais
Policial encaminha manifestante para ser ouvido no 91º DP Shin Shikuma /UOL Mais
Policial encaminha manifestante para ser ouvido no 91º DP Shin Shikuma /UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Em assembleia realizada no prédio do curso de história, cerca de 3 mil estudantes da USP decidiram entrar em greve geral; eles ainda pedem a saída da PM do campus. A paralisação foi decidida após a prisão de manifestantes durante reintegração de posse da reitoria, que aconteceu nesta madrugada Alex Almeida/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Em assembleia realizada no prédio do curso de história, cerca de 3 mil estudantes da USP decidiram entrar em greve geral; eles ainda pedem a saída da PM do campus. A paralisação foi decidida após a prisão de manifestantes durante reintegração de posse da reitoria, que aconteceu nesta madrugada Alex Almeida/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Em assembleia realizada no prédio do curso de história, cerca de 3 mil estudantes da USP decidiram entrar em greve geral; eles ainda pedem a saída da PM do campus. A paralisação foi decidida após a prisão de manifestantes durante reintegração de posse da reitoria, que aconteceu nesta madrugada Alex Almeida/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Em assembleia realizada no prédio do curso de história, cerca de 3 mil estudantes da USP decidiram entrar em greve geral; eles ainda pedem a saída da PM do campus. A paralisação foi decidida após a prisão de manifestantes durante reintegração de posse da reitoria, que aconteceu nesta madrugada Alex Almeida/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Em assembleia realizada no prédio do curso de história, cerca de 3 mil estudantes da USP decidiram entrar em greve geral; eles ainda pedem a saída da PM do campus. A paralisação foi decidida após a prisão de manifestantes durante reintegração de posse da reitoria, que aconteceu nesta madrugada Alex Almeida/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Em assembleia realizada no prédio do curso de história, cerca de 3 mil estudantes da USP decidiram entrar em greve geral; eles ainda pedem a saída da PM do campus. A paralisação foi decidida após a prisão de manifestantes durante reintegração de posse da reitoria, que aconteceu nesta madrugada Alex Almeida/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Em assembleia realizada no prédio do curso de história, cerca de 3 mil estudantes da USP decidiram entrar em greve geral; eles ainda pedem a saída da PM do campus. A paralisação foi decidida após a prisão de manifestantes durante reintegração de posse da reitoria, que aconteceu nesta madrugada Alex Almeida/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Em assembleia realizada no prédio do curso de história, cerca de 3 mil estudantes da USP decidiram entrar em greve geral; eles ainda pedem a saída da PM do campus. A paralisação foi decidida após a prisão de manifestantes durante reintegração de posse da reitoria, que aconteceu nesta madrugada Alex Almeida/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Em assembleia realizada no prédio do curso de história, cerca de 3 mil estudantes da USP decidiram entrar em greve geral; eles ainda pedem a saída da PM do campus. A paralisação foi decidida após a prisão de manifestantes durante reintegração de posse da reitoria, que aconteceu nesta madrugada Alex Almeida/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Em assembleia realizada no prédio do curso de história, cerca de 3 mil estudantes da USP decidiram entrar em greve geral; eles ainda pedem a saída da PM do campus. A paralisação foi decidida após a prisão de manifestantes durante reintegração de posse da reitoria, que aconteceu nesta madrugada Alex Almeida/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Em assembleia realizada no prédio do curso de história, cerca de 3 mil estudantes da USP decidiram entrar em greve geral; eles ainda pedem a saída da PM do campus. A paralisação foi decidida após a prisão de manifestantes durante reintegração de posse da reitoria, que aconteceu nesta madrugada Alex Almeida/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Em assembleia realizada no prédio do curso de história, cerca de 3 mil estudantes da USP decidiram entrar em greve geral; eles ainda pedem a saída da PM do campus. A paralisação foi decidida após a prisão de manifestantes durante reintegração de posse da reitoria, que aconteceu nesta madrugada Alex Almeida/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Em assembleia realizada no prédio do curso de história, cerca de 3 mil estudantes da USP decidiram entrar em greve geral; eles ainda pedem a saída da PM do campus. A paralisação foi decidida após a prisão de manifestantes durante reintegração de posse da reitoria, que aconteceu nesta madrugada Alex Almeida/UOL Mais
<b>8.nov.2011</b> - Alunos que foram presos durante a retomada do prédio da reitoria da USP mostram os alvarás de soltura expedidos após pagamento de fiança. A Polícia Militar cumpriu ordem judicial de reintegração de posse do prédio da reitoria da USP, onde foram presos 73 estudantes Helio Hilariao/Folhapress Mais
<b>8.nov.2011</b> - Alunos comemoram a saída da delegacia de polícia Helio Hilariao/Folhapress Mais
<b>8.nov.2011</b> - Manifestante toca flauta próximo a barreira policial enquanto aguarda liberação dos alunos que foram presos Helio Hilariao/Folhapress Mais
<b>8.nov.2011</b> - Alunos comemoram a saída da delegacia de polícia Helio Hilariao/Folhapress Mais
<b>9.nov.2011</b> - Equipe da Força Tática da Polícia Militar (PM) faz a segurança nos arredores da reitoria da Universidade de São Paulo (USP) um dia após a reintegração de posse. Ontem (9), os alunos que ocupavam o prédio foram retirados pelos policiais. No total, 72 pessoas - sendo 68 alunos e outros quatro funcionários da USP - foram encaminhados para o 91º DP, onde prestaram depoimentos e passaram pelo exame de corpo de delito Nelson Antoine/Fotoarena/AE Mais
<b>10.nov.2011</b> - Polícia Militar faz a segurança na reitoria da Universidade de São Paulo (USP), dois dias após a reintegração de posse que retirou os estudantes do prédio Nelson Antoine/Fotoarena/AE Mais

Veja fotos da reitoria da USP invadida

Mais álbuns de UOL Educação x

Veja mais: Estudantes da USP se dividem sobre presença da PM no campus

Últimos álbuns de Educação

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos