Topo

O que te faz rir? Veja esse e outros temas inusitados de provas de redação

Canaltech
Imagem: Canaltech

Carolina Cunha

Especial para o UOL

03/12/2019 04h00

Escrever uma redação é um desafio. O primeiro passo para ter êxito na prova de redação de um vestibular é compreender o perfil da proposta. Parece simples, não é? Mas os vestibulares possuem exigências diferentes.

Enquanto algumas provas são marcadas por assuntos sociais, e, muitas vezes, polêmicos, as provas de alguns vestibulares já trouxeram temas mais leves e diferentes, com propostas de redação que o candidato jamais imaginou.

O UOL preparou uma lista com alguns temas inusitados que já apareceram em provas de vestibulares.

Adolescentes fúteis

"Por que essa geração de adolescentes não dá valor a nada?" foi o tema da redação do vestibular 2019 da Universidade de Rio Verde (UniRV), no estado de Goiás. Os textos motivadores traziam trechos de textos que falavam de como a juventude não gosta de trabalhar, são incapazes de assumir responsabilidade e não possuem uma superioridade moral.

Escreva um elogio

No ano de 2015, o enunciado da primeira questão da prova de redação da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) pedia ao aluno que escrevesse um panegírico. "Elabore um panegírico (discurso elogioso a alguém ou a algo), em prosa, tendo como base os textos da coletânea". O gênero literário floresceu com os oradores da Grécia Antiga e hoje é pouco usual em provas e livros do Ensino Médio.

Proponha a criação de uma data comemorativa

Em 2016, a Ufes também foi criativa. A prova pedia para o candidato redigir uma carta a um deputado (estadual ou federal), sugerindo-lhe que proponha a instituição de uma nova data comemorativa ou a extinção de uma data já existente. Essa carta deveria conter argumentos em favor de sua sugestão.

O que te faz rir?

Os estudantes que tentaram a prova do Programa de Avaliação Seriada (PAS) de 2019, processo seletivo para ingresso na Universidade de Brasília realizado ao longo dos três anos do ensino médio regular, tiveram como opção de tema de redação responder a duas perguntas: o que vai nos fazer rir hoje? E o que nos faz rir no meio de todas essas catástrofes? Um dos textos motivadores trazia uma imagem do personagem Coringa, do filme do diretor Todd Phillips, com a citação "Eu estou só tentando fazer todo mundo rir".

O que determina o comportamento do homem

O processo seletivo da FACERES de 2013 pedia que o candidato escrevesse um texto dissertativo-argumentativo respondendo ao seguinte questionamento: "O que determina o comportamento do homem?". A prova da faculdade particular de medicina, em São José do Rio Preto (SP), pedia a redação com base nos conhecimentos construídos ao longo da formação do candidato.

As dificuldades de se colocar em prática, nos dias de hoje, o seguinte ensinamento: "Procure ver o lado bom das coisas ruins" foi o tema da redação da Escola Preparatória de Cadetes do Ar.

Crítica ao pão-durismo

Um dos temas de redação propostos pelo vestibular 2016 da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) foi "Avareza: mediocridade humana". O candidato deveria discorrer sobre os malefícios desse comportamento para a sociedade, como a exploração do trabalho e as privações de conforto.

Ser inconsciente e feliz ou consciente e insatisfeito?

Uns dizem que ignorância é felicidade. Para outros, ser bem informado pode gerar tristeza. A prova de redação do vestibular 2017 da Faculdade de Santa Fé do Sul (UNIFUNEC), afirmava que o Brasil vivia uma crise e que as pessoas tinham uma grande insatisfação com a realidade. No entanto, muitas pareciam felizes e por isso, poderiam estar alienadas. A prova pedia para o candidato escrever sobre o tema "Neste momento de crise, qual é o melhor caminho: ser inconsciente e feliz ou consciente e insatisfeito?".

Escreva um conto fantástico que desmascare uma fake news

Uma das propostas de redação da prova da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Goiás de 2018 pedia para o candidato imaginar uma situação em que um personagem é vítima de uma notícia falsa. Por meio de um estratagema que envolva uma solução fantástica, a personagem consegue seu intento e desmascara os autores, impedindo a fake news. A partir dessa proposta, o candidato deveria escrever um conto fantástico em que aborde o tema "Como impedir a disseminação das fake news".

Crie uma lenda indígena

Em todas as culturas, as lendas surgem como narrativas que o homem encontrou para compreender e dar sentido aos fatos e eventos da vida e do mundo. A primeira prova de 2016 da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) pedia para o candidato criar uma lenda a ser contada por um sábio indígena às crianças de sua aldeia.

Fale sobre o que é ter um estilo

O tema "o que é ter um estilo" caiu na prova da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) de 2017. A partir de citações do escritor moçambicano Mia Couto e da cantora brasileira Eis Regina, a prova abordou a questão sobre a imitação e a produção de um estilo próprio. O enunciado trouxe ainda uma reflexão do filósofo francês Robert Dufour, para o qual "estilo no mundo atual é não ter estilo".

Escreva uma situação-limite

"Ser ou não ser, eis a questão" e "Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come" foram as frases motivadoras e temas de uma das redações do vestibular 2001 da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). A prova pedia que o candidato elaborasse uma narrativa em primeira pessoa, na qual ele não poderia ser o protagonista da ação. O candidato deveria mostrar uma situação problemática, uma tentativa de solução do problema e ponderar o conflito se ultrapassa ou não a fronteira.

Crie uma aventura com um personagem de Clarice Lispector

O candidato do vestibular da Universidade Estadual de Ponta Grossa (Uepg) de 2013 deveria criar um texto de aventura com a personagem de um conto da obra Felicidade Clandestina, da escritora Clarice Lispector. "Era uma velha sequinha que, doce e obstinada, não parecia compreender que estava só no mundo. Os olhos lacrimejavam sempre, as mãos repousavam sobre o vestido preto e opaco, velho documento de sua vida" era a descrição da personagem.

Educação