Topo

Educação

Enem


Como fazer um texto argumentativo-dissertativo para a redação do Enem

Ronaldo Silva/Futura Press/Estadão Conteúdo
Imagem: Ronaldo Silva/Futura Press/Estadão Conteúdo

Giorgia Cavicchioli

Colaboração para o UOL

31/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Prova de redação acontece no próximo domingo (3)
  • Texto precisa obedecer à norma culta, ser argumentativo e ter coerência
  • Veja também o que desclassifica no exame

A prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 será aplicada no próximo domingo (3). O candidato terá que fazer um texto argumentativo-dissertativo sobre algum tema que será proposto apenas na hora da prova.

Veja algumas dicas para conseguir realizar a prova da melhor forma e conseguir usar todas as técnicas a seu favor.

Norma culta

De acordo com a professora Márcia Pelachin, coordenadora de Redação do Colégio Rio Branco, os corretores das redações esperam que o candidato mostre que tem domínio da norma culta da língua e que é um cidadão que sabe o que está acontecendo ao seu redor.

Segundo ela, existem vários caminhos que o estudante pode seguir para fazer o texto ideal. "Cada um de nós carrega consigo algumas informações. Quando você vai argumentar, você lança mão de algo que você já sabe. Porém, precisa ser alguma coisa legitimada. Não dá para dizer qualquer coisa. Precisa de uma referência", afirmou.

Número de parágrafos

A também professora Cassia Dutra, do departamento de português e gramática do Colégio Presbiteriano Mackenzie, diz que o texto do estudante que está prestando o Enem deve trazer quatro parágrafos. No primeiro deles, o estudante deve apresentar o tema de sua tese.

"Ele vai introduzir o tema fazendo alguma relação com cotidiano e fatos históricos. Ele contextualiza o leitor e aí apresenta a tese dele, que é uma afirmação que ele vai fazer sobre esse tema. A tese dele é algo pessoal. Ele vai defender uma ideia sobre aquela temática de acordo com o recorte feito", afirmou.

Segundo ela, o estudante precisa deixar essa tese muito bem definida logo no primeiro parágrafo. Então, no segundo parágrafo, o candidato precisa apresentar o primeiro argumento para que ele confirme sua teoria.

Argumentos

"Todo argumento tem que ser comprovado. Nesse momento, ele tem que apresentar conhecimento de mundo. Ele precisa apresentar esses argumentos com relação às outras áreas do conhecimento. Ele pode usar fatos históricos, filosofia, literatura... e apresentar evidências que sustentem esse argumento", afirmou a professora Cassia.

De acordo com Márcia, isso é importante para que a banca entenda que o estudante tem conteúdo. "Espera-se que você lance mão do seu conhecimento, do seu repertório. Mas o que você vai falar tem que estar ligado ao tema proposto", disse.

Comprovação

No terceiro parágrafo, então, precisará vir outro argumento para a tese defendida e a comprovação do que está sendo dito até então. Cassia diz que, por fim, o quarto e último parágrafo da redação precisa trazer a conclusão e uma proposta de intervenção.

"Ele precisa trazer o que vai ser feito, quem vai fazer e como vai fazer. Além disso, tem que falar o que essa proposta pode gerar de bom para a sociedade. É aí que o aluno mostra mais dificuldade. Ele precisa ter essa consciência que ele precisa apresentar propostas que estejam de acordo com o que ele apresentou no texto", explicou.

Texto circuito

O tipo de texto é muito bem avaliado nas redações do Enem e tem como característica principal a conexão entre as partes da dissertação. O candidato que quiser fazer uso desse tipo de estratégia precisa retomar assuntos que já foram falados no texto. Uma dica é usar algo que foi dito na abertura do texto na conclusão. Isso mostra coerência e rende pontos extras.

O que desclassifica na prova de redação?

De acordo com o Edital do Enem 2019, algumas atitudes podem zerar a sua redação. Por isso, é preciso atento e não cometer alguns deslizes. Se você não atender à proposta solicitada ou se não usar a estrutura dissertativa-argumentativa, sua redação será anulada. Além disso, você não pode deixar a Folha de Redação em branco e nem escrever até sete linhas.

Você também não poderá escrever nada além do texto da redação no espaço destinado para sua argumentação. Desenhar e escrever predominante ou integralmente em língua estrangeira também são atitudes que podem te desclassificar. Vale lembrar que não é permitido discurso ofensivo.

Além disso, os avaliadores também podem zerar sua prova se eles não conseguirem entender o que está escrito. Por isso, foque em deixar a sua letra o mais legível possível.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Enem