PUBLICIDADE
Topo

Educação

Enem


Sisu reserva 142 vagas em instituições de ensino superior a pessoas trans

Vagas estão concentradas em instituições de ensino superior na Bahia e em São Paulo - Fernando Moraes/Folhapress
Vagas estão concentradas em instituições de ensino superior na Bahia e em São Paulo Imagem: Fernando Moraes/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

20/01/2020 20h02Atualizada em 22/01/2020 14h31

Começam amanhã as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), plataforma do Governo federal que direciona vagas em instituições de ensino superior a estudantes que aderiram à nota do Enem como forma de ingresso, substituindo o vestibular. Nesta edição, 142 vagas são reservadas para transexuais, travestis ou transgêneros, via políticas de inclusão.

A informação foi divulgada hoje pelo Quero Bolsa. De acordo com levantamento do site, ao todo, serão mais de 237 mil vagas em 128 instituições de ensino superior.

A reserva para pessoas trans está dividida entre universidades e faculdades da Bahia (com 102 vagas) e de São Paulo (40 vagas). As três cidades com mais vagas são São Bernardo do Campo e Santo André, em São Paulo, ambas com 20 cada, e Salvador, com 15 vagas.

A instituição de ensino com mais vagas para alunos trans é a Universidade do Estado da Bahia (Uneb), que disponibiliza 84 vagas. Depois dela, vêm a Universidade Federal do ABC, em SP (UFABC), e a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), com 40 e 18 vagas, respectivamente.

Em decorrência dos erros em notas do Enem, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou que o prazo de inscrição no Sisu será prorrogado. Originalmente, as inscrições iriam até o dia 24 de janeiro.

Houve 'inconsistências' na correção da segunda prova do Enem, diz ministro

redetv

Enem