PUBLICIDADE
Topo

USP vai retomar aulas presenciais só em 2021; graduação segue virtualmente

Planejamento foi apresentado em uma reunião de dirigentes da universidade - Marcos Santos/USP Imagens
Planejamento foi apresentado em uma reunião de dirigentes da universidade Imagem: Marcos Santos/USP Imagens

Do UOL, em São Paulo

17/06/2020 11h46Atualizada em 17/06/2020 13h53

A Universidade de São Paulo anunciou que as aulas presenciais só devem retomar em janeiro de 2021. A decisão foi apresentada em uma reunião de dirigentes e proposta pelo grupo de trabalho guiado pelo vice-reitor, Antonio Carlos Hernandes.

Segundo o planejamento, as atividades para alunos de graduação seguem ministradas virtualmente devido à pandemia do novo coronavírus. A medida vale para inclusive o segundo semestre, que começa em 18 de agosto.

O primeiro semestre se encerrará no dia 18 de julho e os universitários terão um período de férias até o início do novo ciclo. As aulas e atividades práticas de 2020 deverão ser repostas no período de janeiro a março do próximo ano.

Porém, o pró-reitor de Graduação, Edmund Chada Baracat, afirmou que o calendário pode ser revisto "no momento em que a situação epidemiológica for favorável"

A pós-graduação também continuará sendo feita a distância e pela internet. De acordo com o Jornal da USP, nesse mesmo período de pandemia, já foram realizados 631 exames de qualificação, 431 defesas de mestrado e 295 defesas de doutorado.

A USP suspendeu as aulas no dia 17 de março. Recentemente, a instituição lançou um mapa interativo que mostra quantos vizinhos próximos à sua casa contraíram a covid-19.

Educação