PUBLICIDADE
Topo

Esse conteúdo é antigo

Fies vai ofertar 93 mil vagas em 2021; saiba quando se candidatar

O Ministério da Educação vai disponibilizar 93 mil vagas de ensino superior por meio do Fies em 2021 - Caio Rocha/Framephoto/Estadão Conteúdo
O Ministério da Educação vai disponibilizar 93 mil vagas de ensino superior por meio do Fies em 2021 Imagem: Caio Rocha/Framephoto/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

04/01/2021 12h13Atualizada em 04/01/2021 12h27

O Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) vai ofertar 93 mil vagas nos processos seletivos de 2021. Até o ano de 2023, o programa vai disponibilizar 279 mil oportunidades de ingressar no ensino superior por meio do programa. O cronograma foi publicado pelo MEC (Ministério da Educação) no dia 31 de dezembro de 2020, no Diário Oficial da União, dentro do Plano Trienal do Fies.

A previsão é que o ministério forneça 500 milhões de reais para o aporte financeiro do programa. Fica a cargo do CG-Fies (Comitê Gestor do Fundo de Financiamento Estudantil) cumprir a previsão das normas determinadas pelo MEC.

Cronograma do 1º semestre de 2021

Os estudantes que têm interesse em ingressar no ensino superior por meio do processo seletivo do Fies poderão se candidatar entre os dias 26 e 29 de janeiro de 2021. O resultado será divulgado no dia 2 de fevereiro. Os pré-selecionados devem completar a inscrição de 3 a 5 de fevereiro.

Os estudantes que não forem pré-selecionados na chamada única do Fies poderão tentar uma vaga por meio da lista de espera. Todos os que não forem selecionados na chamada única serão colocados de forma automática na lista. A convocação para os que ficarem no aguardo vai ocorrer entre 3 de fevereiro e 18 de março de 2021.

Perfil do candidato

Para concorrer a uma vaga, o participante deve ter realizado pelo menos uma edição do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) a partir da edição de 2010 e obter média aritmética das nas provas igual ou maior que 450 pontos.

Na redação, a nota deve ser superior a zero. O candidato também deve ter renda familiar mensal bruta de até três salários mínimos por pessoa.