PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
5 meses

CE: Secretaria investigará professor denunciado por questão sobre Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) - Lula Marques/Fotos Públicas
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) Imagem: Lula Marques/Fotos Públicas

Camila Mathias

Colaboração para o UOL, em Fortaleza

19/08/2021 17h26

A Secretaria Municipal de Educação de Fortaleza determinou hoje a instalação de processo administrativo contra um professor de geografia, denunciado pelo deputado estadual André Fernandes (Republicanos), por questão sobre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O político, que é aliado do chefe do Executivo, denunciou nas redes sociais uma prova escolar que teria sido aplicada em uma escola de educação infantil na capital do Ceará.

No exame, um professor de geografia teria abordado questões que culpam Bolsonaro pelas mais de 500 mil mortes em decorrência da covid-19 no Brasil.

Com um papel em mãos, o parlamentar mostrou em vídeo o que seria o conteúdo da prova. De acordo com ele, o exame foi aplicado em estudantes do EJA (Ensino de Jovens e Adultos).

Em uma das questões, o professor teria escrito:

"O presidente Jair Bolsonaro, mesmo sem ser médico e não tendo nenhuma formação na área de saúde, estava prescrevendo medicação sem nenhuma confirmação de eficácia comprovada para a população brasileira, remédio para o combate ao coronavírus. Quais os nomes destes medicamentos?".

Posteriormente, no gabarito, a resposta certa seria hidroxicloroquina, cloroquina e ivermectina. O deputado bolsonarista informou ainda no vídeo que vai comunicar o fato à AGU (Advocacia-Geral da União).

A secretaria afirmou ao UOL, por meio de nota, que não apoia ou orienta a aplicação de conteúdos nas unidades escolares com viés político. A secretaria ainda comunicou que já determinou a abertura da investigação para apuração das responsabilidades e encaminhamento das providências necessárias.

A reportagem procura contato com o professor e, caso haja retorno, o texto será atualizado.