Sistema nervoso e encéfalo (3): Neurônios

Maria Sílvia Abrão, Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação

A unidade básica do sistema nervoso é o neurônio, células longas que conduzem "mensagens" em um único sentido de uma região ao outra. Os neurônios são formados por um corpo celular e vários prolongamentos. O corpo celular possui formas variadas, a mais comum é a estrelada. Os prolongamentos do corpo celular podem ser divididos em dois grupos: os dendritos e os axônios.

  • Estrutura do neurônio


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em geral, existe apenas um axônio para cada neurônio. Já os dendritos são normalmente mais de um por neurônio, podendo eventualmente ser apenas um. Os neurônios ligam-se entre si através dos prolongamentos. O critério utilizado para classificá-los em dendritos e axônios é a transmissão do impulso nervoso. O prolongamento que leva o impulso nervoso ao corpo celular é o dendrito e o prolongamento que leva o impulso para fora do corpo celular é o axônio.

O axônio de um neurônio liga-se aos dendritos do outro neurônio; o axônio desse último liga-se ao dendrito de um terceiro neurônio e assim sucessivamente. Dessa forma o impulso é transmitido em um único sentido.

As sinapses
O prolongamento de um neurônio não continua no prolongamento do outro neurônio, ou seja, eles são contíguos, vizinhos apenas. A ligação entre eles é feita pela sinapse, que é a articulação de um neurônio com o outro, ou uma "válvula fisiológica" que possibilita a passagem do impulso de uma célula à outra.

O impulso nervoso que percorre a célula nervosa se dá por modificações químicas e elétricas nessas células. A célula nervosa em repouso é eletricamente polarizada, o interior é negativo e o exterior é positivo. Quando um estímulo é aplicado a uma célula, a membrana é despolarizada no local da estimulação. Essa região se repolariza e a região seguinte despolariza, ocorrendo uma onda de despolarização e repolarização da membrana celular.

A atividade elétrica de uma célula é transmitida a outra através das sinapses. O neurônio estimulado libera na sinapse, que o liga a outro neurônio, uma substância química (mediador químico) que causará uma onda de despolarizações e repolarizações na membrana a que está ligado (pós-sináptico).

Tipos de neurônios
Existem três tipos de neurônios: neurônios sensitivos (aferentes), que levam o estímulo dos receptores ao sistema nervoso central, neurônios motores (eferentes), que levam o estímulo do sistema nervoso central aos órgãos executores, e neurônios associativos, que ligam os neurônios motores aos sensitivos e aparecem no encéfalo ou na medula espinhal.

Um nervo é composto por prolongamentos do neurônio (axônios ou dendritos) e por vasos sanguíneos para nutrir as células nervosas.

Maria Sílvia Abrão, Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação é bióloga, pós-graduada em fisiologia pela Universidade de São Paulo e professora de ciências da Escola Vera Cruz (Associação Universitária Interamericana).

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos