PUBLICIDADE
Topo

Pesquisa escolar

Renascimento - Características do movimento

Valéria Peixoto de Alencar*

Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação

O humanismo foi de fato a mola propulsora das características da arte nesse período. Dele advêm características como racionalidade, dignidade do ser humano, rigor científico e reutilização da estética greco-romana.

Veja implicações dessa idéia em diferentes manifestações artísticas:

  • Basílica de São Pedro, no Vaticano, em Roma

 

As construções renascentistas são bastante diferentes das medievais. Compare, por exemplo, a Basílica de São Pedro, do século 16 (foto acima), com a Abadia de Westminster, gótica - estilo típico da idade média, na foto abaixo.

  • Abadia de Westminster, Londres

No templo de Londres, as torres são muito altas, para lembrar ao homem como ele é "pequeno" diante de Deus. A abadia londrina tem linhas verticais, enquanto a basílica do Vaticano prefere linhas horizontais.

Na Basílica de São Pedro notam-se colunas e capitéis (parte superior da coluna) suspensos, clara influência greco-romana. Outras características da arquitetura renascentista são as janelas de dupla abertura, os alto-relevos, as cúpulas e os arcos de volta perfeita.

A basílica em Roma é o maior exemplo da arquitetura desse período. A construção iniciou-se em 1506 e seu primeiro arquiteto, Rafael, projetou uma planta em forma de cruz grega, com ampla e elevada cúpula central.

 

Veja também

Renascimento: valores clássicos

Renascimento: Fases e pintura

Renascimento: expansão europeia

Pesquisa escolar