PUBLICIDADE
Topo

Até 2016, prefeitura de SP promete investir R$ 2,3 bilhões em obras

Karina Yamamoto

Do UOL, em São Paulo

15/08/2013 02h00

De acordo com o programa municipal "Mais Educação São Paulo", a prefeitura deve investir R$ 2,3 bilhões em obras para construção de creches, escolas e mais 20 unidades do CEU (Centro Educacional Unificado). Metade das verbas devem vir do governo federal, segundo o prefeito Fernando Haddad (PT).

Obras em São Paulo

Creches243
Emeis e Cemeis66
Emefs38
CEUs20
TOTAL367 unidades

A outra metade do dinheiro ficará a cargo da prefeitura. Para se ter uma ideia, o orçamento anual da secretaria municipal de Educação é de R$ 7,9 bilhões enquanto o orçamento total do município gira em torno de R$ 42 bilhões.

No total, serão construídas 367 unidades educacionais, segundo o secretário de Educação, César Callegari, que anuncia as iniciativas em conjunto com o prefeito Fernando Haddad na manhã desta quinta (15).

O plano de obras deverá ser executado até o final da gestão, em 2016. Segundo o prefeito, as licitações devem estar finalizadas até 2014.

Mais exposição

Segundo Haddad, o pilar central do programa é ampliar a "exposição do morador de São Paulo à educação", incluindo os professores (que devem ganhar uma rede de formação continuada por meio do programa federal Universidade Aberta do Brasil) e os pais dos alunos (que poderão usufruir das estruturas de cultura e lazer dos CEUs).

O novo programa faz mudanças na aprovação dos estudantes e sua rotina de sala de aula -- eles poderão ser reprovados em cinco momentos em vez de dois e terão lição de casa, nota de 0 a 10 e boletim.

Além de acabar com a progressão continuada, que está em vigor há 21 anos, o programa pretende ampliar o tempo do aluno na escola com atividades de reforço escolar, de lazer e de cultura. 

Educação