Enem

Enem - português: veja os 5 temas mais cobrados nas últimas provas

Caio do Valle

Colaboração para o UOL, em São Paulo

Bastante centradas na interpretação de textos, as últimas três edições da prova de língua portuguesa e literatura do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) tiveram como pontos de partida para as questões textos literários e jornalísticos, letras de música, propagandas institucionais, além de charges e tirinhas de jornal.

Veja cinco tópicos importantes para se preparar para a prova específica dessa área do conhecimento.

1. Modernismo

Segundo o professor Nelson Dutra, coordenador de português do Objetivo, no caso da literatura, os alunos devem se preparar para responder questões sobre autores modernistas, como Oswald de Andrade, Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade e Cecília Meireles

"As perguntas incidem sobre aspectos sociais ou sobre a relevância do cotidiano para o modernismo", afirma ele. Além disso, é importante ter em mente que Drummond é um autor "quase sempre presente nessa prova".

2. Comparação entre tipos de texto

O professor relata que, nas últimas edições, o Enem cobrou a comparação entre textos visuais e textos verbais. Ou seja, os estudantes precisaram estabelecer um paralelo, encontrar um eixo entre ambos os modos de expressão textual.

"Um exemplo desse tipo de exercício é a correlação entre o painel de Candido Portinari 'Descobrimento do Brasil' e um excerto da carta de Pero Vaz de Caminha (sobre a chegada dos primeiros colonizadores europeus à América portuguesa)", explica Dutra. Os estudantes tiveram que informar o que ambos tinham em comum.

3. Linguagem formal e informal

Na prova do ano passado, o Enem trouxe cinco questões relacionadas a poemas. No ano anterior, foram quatro, e, em 2012, sete. Já as crônicas surgiram em três questões em 2012 e em 2014. Esses números mostram o grande peso que essas formas de linguagem têm no teste. 

Mas elas não estão sozinhas. Também houve, nos últimos três anos, perguntas sobre cartas, cartazes institucionais do governo, notícias e até um e-mail, conforme uma tabulação feita pelo Objetivo a pedido do UOL. Essa variação demonstra que os alunos devem estar preparados para realizar uma interpretação "sobre coesão e o uso da linguagem em seu caráter formal ou informal", conforme a professora Elisa Massaranduba, também coordenadora de português do Objetivo.

Ela diz que também é possível, com base na análise das últimas provas, que haja questões a respeito das "estratégias argumentativas de textos do tipo dissertativo, argumentativo ou expositivo". Letras de música podem aparecer na prova. "Tendo como base essas letras, analisam-se aspectos socioculturais" do país, afirma, por sua vez, o professor Dutra.

4. Classes de palavras

No que compete à gramática, é relevante o conhecimento das classes de palavras (divisão morfológica dos termos que inclui substantivos, artigos, adjetivos, conjunções, advérbios, entre outros). É preciso atentar para o fato de que há dez classes de palavras, das quais seis podem flexionar de acordo com o gênero e ir para o plural.

O Enem de 2014, por exemplo, cobrou em uma pergunta a explicação para o emprego da conjunção "mas" num verso de um poema de Geir Campos.

5. Sintaxe

A prova de 2013 do Enem formulou um enunciado a partir de um artigo opinativo e pediu aos estudantes que indicassem por que o autor utilizou os verbos conjugados na primeira pessoal do plural.

Assim como as regências verbais, noções sobre outros aspectos da sintaxe da língua portuguesa, como concordâncias (verbais e nominais), adjuntos (adnominal ou adverbial), vocativos e, é claro, sujeito e predicado, são fundamentais para a realização de uma boa prova.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos