PUBLICIDADE
Topo

Esse conteúdo é antigo

USP iniciará o segundo semestre com aulas remotas por segurança, diz reitor

USP terá aulas remotas no segundo semestre de 2020 visando segurança - Pollyana Ventura/Getty Images
USP terá aulas remotas no segundo semestre de 2020 visando segurança Imagem: Pollyana Ventura/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

18/06/2020 10h25

A USP iniciará o segundo semestre letivo com aulas remotas visando a segurança de alunos e funcionários. Se a pandemia não for controlada ainda este ano, as aulas práticas podem ser retomadas apenas em 2021.

"No momento, as aulas continuam remotas e o segundo semestre continua com aulas remotas", disse o reitor Vahan Agopyan em uma entrevista ao jornal local Bom Dia São Paulo.

Além da USP, a Unicamp e a Unesp também prorrogaram os estudos remotos para o semestre que vem.

Agopyan disse que as universidades estaduais de São Paulo são muito grandes e, por esse motivo, não seria seguro uma retomada de aulas presenciais no momento.

"Se houver mudança das condições epidemiológicas, logicamente as universidades vão rever decisão", disse Agopyan.

O reitor também falou sobre a produtividade e a qualidade do ensino oferecido a distância. Ele defende a aplicação das aulas remotas como possibilidade da democratização do ensino, mas faz ressalvas.

"A USP é uma universidade de pesquisa e na universidade de pesquisa o diferencial é o aluno receber o ensino no ambiente de pesquisa. Então, o contato de aluno e professor se torna imprescindível", explicou Agopyan.

Ontem, o Ministério da Educação autorizou que as universidades mantenham o ensino remoto até 31 de dezembro em razão da pandemia do novo coronavírus.