PUBLICIDADE
Topo

Volta às aulas no RJ: troca de máscara a cada 3 horas e saídas alternadas

20.jul.2020 - Escolas particulares precisarão adotar medidas de prevenção à covid-19 para a volta às aulas no Rio - Reprodução da internet
20.jul.2020 - Escolas particulares precisarão adotar medidas de prevenção à covid-19 para a volta às aulas no Rio Imagem: Reprodução da internet

Herculano Barreto Filho

Do UOL, no Rio

21/07/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Escolas devem ter álcool em gel à disposição de alunos
  • Distanciamento recomendado é de dois metros entre as pessoas
  • Protocolo recomenda uso de espaços abertos e horários alternados

A volta às aulas das escolas particulares da cidade do Rio, prevista para 3 de agosto, seguirá uma série de regras, como controle no número de alunos, uso de espaços abertos, restrição de objetos compartilhados e até saída em horários alternados, para evitar aglomeração. Os estudantes também serão incentivados a lavar as mãos e a usar álcool em gel no ambiente escolar.

O protocolo de prevenção à covid-19, estabelecido pela Vigilância Sanitária, também prevê rigor no uso de máscaras de proteção, que devem ser trocadas a cada três horas, e distanciamento de dois metros entre as pessoas.

Marcelo Crivella (Republicanos-RJ), prefeito do Rio, anunciou ontem a intenção de reabertura de escolas privadas, após reunião com representantes das instituições de ensino. O retorno, que será facultativo a professores, funcionários e alunos, obedecerá regras da Vigilância Sanitária.

O protocolo prevê a aplicação das regras de ouro estabelecidas pela Prefeitura do Rio, com normas de limpeza, dimensionamento dos ambientes e de sinalização.

A recomendação é que a limpeza dos ambientes seja feita a cada três horas com o uso de água sanitária. Também é indicado o abastecimento de borrifadores de álcool 70%.

O que diz o protocolo

  • Rodízio com manutenção do ensino remoto, para evitar aglomeração e atender ao distanciamento de precaução de 2 metros entre as pessoas;
  • Máscaras de proteção devem ser trocadas a cada três horas;
  • Alunos e professores que pertençam ao grupo de risco devem seguir atuando na modalidade de ensino remoto;
  • Restrição do atendimento nas secretarias, dando preferência ao acesso virtual;
  • Horários alternados entre as aulas e de funcionamento do refeitório, para evitar aglomeração;
  • Preferência de atividades em grupo de forma virtual;
  • Restringir circulação de pessoas nas dependências da instituição de ensino;
  • Sempre que possível, manter portas e janelas abertas. Bebedouros de uso direto não são recomendados;
  • Se algum professor, colaborador ou aluno apresentar sintomas compatíveis com a covid-19, a direção deve ser informada, para encaminhamento à assistência médica;
  • Implementar comunicação sobre as medidas de prevenção à covid-19 em pontos estratégicos em todos os ambientes da instituição, utilizando cartazes;
  • Utilizar sinalização e marcações no piso para direcionar o sentido do deslocamento entre os espaços físicos da instituição, para reforçar o distanciamento social mínimo;
  • Aumentar a frequência de higienização das áreas de maior circulação e de objetos, como carteiras, mesas, cadeiras, teclados, maçanetas, corrimão e itens compartilhados. É recomendado que seja feita a limpeza a cada três horas, com água sanitária;
  • Os veículos destinados à prestação de serviços de transporte deverão seguir as medidas de prevenção do protocolo sanitário destinado a transportes coletivos.