PUBLICIDADE
Topo

São Paulo aprova novo currículo do Ensino Médio; implantação começa em 2021

São Paulo aprova novo currículo do Ensino Médio; implantação começa em 2021 para a 1ª série do Ensino Médio - Rodolfo Santos/Getty Images/iStockphoto
São Paulo aprova novo currículo do Ensino Médio; implantação começa em 2021 para a 1ª série do Ensino Médio Imagem: Rodolfo Santos/Getty Images/iStockphoto

Do UOL, em São Paulo

30/07/2020 18h36Atualizada em 03/08/2020 14h28

O Conselho Estadual de Educação de São Paulo aprovou ontem, por unanimidade, o novo currículo do Ensino Médio, que está alinhado à BNCC (Base Nacional Comum Curricular). Agora, o documento segue para homologação do secretário de Educação, Rossieli Soares.

A BNCC foi aprovada em 2018, enquanto o próprio Rossieli era ministro da Educação, no governo do ex-presidente Michel Temer (MDB).

Segundo o governo paulista, o estado é o primeiro a aprovar o currículo nos moldes da nova base, que organiza os conteúdos a partir das áreas do conhecimento na formação geral básica: Linguagens (Língua Portuguesa, Artes, Educação Física e Língua estrangeira), Ciências Humanas e Sociais Aplicadas (História, Geografia, Filosofia e Sociologia), Ciências da Natureza (Biologia, Química e Física) e Matemática.

Os estudantes cumprirão 1.800 horas destinadas à formação básica e 1.350 referentes aos itinerários formativos, onde o aluno irá escolher uma ou duas áreas da formação geral para aprofundamento dos estudos ou poderá decidir pelo ensino técnico e profissionalizante. Serão ao todo 3.150 distribuídas no período de três anos.

A previsão do governo estadual é implementar o currículo progressivamente para os alunos da 1ª série do ensino médio em 2021. Já a 2ª série receberá a grade em 2022 e a 3ª série em 2023.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado no 4º parágrafo do texto, os estudantes cumprirão 1.350 horas referentes aos itinerários formativos, e não 1.300 horas. A informação foi corrigida.