PUBLICIDADE
Topo

Rio retomará aulas presenciais no dia 19 em preparação para o Enem

Cláudio Castro, governador em exercício do Rio, em coletiva ao lado do secretário estadual de Educação, Comte Bittencourt - Herculano Barreto Filho/UOL
Cláudio Castro, governador em exercício do Rio, em coletiva ao lado do secretário estadual de Educação, Comte Bittencourt Imagem: Herculano Barreto Filho/UOL

Herculano Barreto Filho

Do UOL, no Rio

09/10/2020 11h13

O estado do Rio irá retomar as aulas presenciais para 126 mil alunos do 3º ano do ensino médio e do EJA (Ensino de Jovens e Adultos) da rede estadual a partir do dia 19 deste mês para auxiliar na preparação para o Enem, que teve as provas adiadas para janeiro e fevereiro de 2021. Mais de 40 mil alunos da rede se inscreveram para as provas.

Alunos do 6º ano do ensino fundamental ao 2º ano do ensino médio não retornam às aulas presenciais neste ano. Já os estudantes do 1º ao 5º ano integram a rede municipal. Na próxima terça-feira (13), será divulgado o calendário para essa retomada visando as provas do Enem.

A rede pública se comprometerá a distribuir material didático nas residências dos alunos e se referiu ao período de inatividade no ensino até mesmo a distância como "apagão escolar". Segundo o governo do estado, 411 mil dos 709 mil da rede não tiveram acesso à educação neste ano.

"A educação irá voltar. Isso é uma decisão política. Não pode voltar shopping, voltar cinema e não voltar educação. Vamos fazer um grande laboratório para voltar de maneira segura", disse Cláudio Castro, governador em exercício do Rio.

A Secretaria de Educação tem atuado em conjunto com a Secretaria de Ciência e Tecnologia para garantir mais acesso online à rede. Segundo o governo, 80% dos alunos têm baixa conectividade.

"Não temos como resolver isso em um curto intervalo de tempo. Mas vamos manter esse diálogo com transparência", disse o secretário estadual de Educação Comte Bittencourt.

Investimento milionário e sem reprovação

O governo estadual anunciou investimento de R$ 9 milhões para fazer a adequação das escolas da rede estadual na volta às aulas. Também serão disponibilizados 30 mil testes rápidos de covid-19 para os profissionais que atuam nas unidades de ensino.

Os anúncios foram feitos hoje de manhã por Castro em coletiva ao lado de Bittencourt, no Palácio Guanabara. Ontem, foram publicadas no Diário Oficial as regras gerais para o retorno seguro.

Profissionais das unidades de ensino que declararem ter comorbidades que os incluam nos grupos de risco para a covid-19 e pessoas acima de 60 anos não voltarão às atividades presenciais.

"A ideia deste ano é não reprovar ninguém. Mas proporcionar ao aluno que tenha conhecimento", disse o governador Cláudio Castro. Ele informou, ainda, que os estudos serão retomados em blocos, em continuidade em 2021.

O governo estadual disse, ainda, que as iniciativas foram adotadas de acordo com os protocolos sanitários e com o acompanhamento da Fiocruz.