PUBLICIDADE
Topo

Enem

Conteúdo publicado há
5 meses

Estudantes registram aglomeração nos locais de prova do Enem 2020

Do UOL, em São Paulo

17/01/2021 13h44Atualizada em 17/01/2021 14h26

Focos de aglomerações foram registrados nos locais de provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2020 pelos estudantes. Imagens que circulam nas redes sociais mostram os candidatos aguardando em filas extensas para ingressar nos prédios onde realizarão o primeiro dia da prova. Neste ano, mais de 5,8 milhões de inscritos foram confirmados, o que representa um número 13,5% maior do que a edição de 2019.

Em um dos vídeos mais compartilhados é possível ver estudantes se empurrando para conseguir ter acesso ao portão. O homem que registrava as imagens fez um desabafo enquanto acompanhava a multidão. "A galera disse que não podia adiar, que não iria aglomeração. Imagina se tivesse? Olha aí. Parabéns, Inep".

O perfil oficial da UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas) compartilhou cenas de um dos locais de prova, localizado na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. No vídeo, estudantes aparecem a uma distância menor de um metro uns dos outros, em uma fila que foi montada para acessar o espaço onde o Enem será aplicado na região.

Um outro estudante que aguardava no corredor de um dos locais de prova disse que às 13h11 não tinha ingressado na sala porque "ela simplesmente não existe".

Em alguns estados houve a tentantiva de impedir que o Enem 2020 fosse realizado neste final de semana, devido avanço do número de contaminações pela covid-19. No Amazonas, a prova ficou agendada para acontecer nos dias 23 e 24 de fevereiro.

Recomendações do Inep

Na edição deste ano, o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) adotou novas regras para evitar a propagação do coronavírus durante as provas, como número reduzido de pessoas em uma única sala de aula e espaços separados para estudantes do grupo de risco, com no máximo 12 pessoas.

Os portões foram abertos às 11h30, no horário de Brasília, 30 minutos antes do previsto nos editais. Os protocolos relacionados à covid-19 haviam sido definidos em conjunto pelo Inep e as empresas contratadas para a aplicação do exame, com base nas diretrizes do Ministério da Saúde.

O Inep foi procurado pelo UOL para se posicionar sobre os episódios de algomeração registrados hoje, mas ainda não se posicionou.

Enem