PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Andifes: Governo desbloqueia parte do orçamento das universidades federais

Marcus Vinicius David, reitor da Universidade Federal de Juiz de Fora e vice-presidente da Andifes - Alexandre Dornelas/UFJF
Marcus Vinicius David, reitor da Universidade Federal de Juiz de Fora e vice-presidente da Andifes Imagem: Alexandre Dornelas/UFJF

Colaboração para o UOL

14/05/2021 14h11Atualizada em 14/05/2021 14h22

O vice-presidente da Andifes (Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior), Marcus David, disse hoje que o governo federal desbloqueou parte do orçamento destinado às universidades federais para este ano.

Segundo David, o valor é referente a R$ 2,7 bilhões, cerca de 13% do total da verba prevista para as instituições, que dependeriam de uma aprovação no Congresso. O corte do orçamento das universidades federais em 2021 é de quase 20% em relação ao valor do ano passado.

"Precisamos tentar recompor o orçamento pelo menos para chegarmos ao padrão de 2020", defendeu David, que também é reitor da UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora), em entrevista à GloboNews.

A liberação acontece dias depois de várias instituições anunciarem a paralisação de seus serviços se os cortes para este ano forem mantidos. A UFRJ, por exemplo, avisou que só tem verba para funcionar até agosto.

As universidades vêm sofrendo cortes sucessivos há vários anos. Nenhuma política de austeridade, quando é aplicada por tanto tempo ininterruptamente, consegue evitar danos sociais profundos nas políticas de Estado
Marcus David

O vice-presidente da Andifes reforçou que as universidades federais tiveram um incremento de 20% no número de alunos, enquanto viram a redução de 50% de seus orçamentos nos últimos anos. Ele rebateu críticas feitas à gestão das instituições.

"Não estamos falando de gestão, estamos falando de uma decisão política de esvaziar um dos principais patrimônios da sociedade brasileira, que é o seu sistema de ensino superior, de altíssima qualidade", rebateu.