PUBLICIDADE
Topo

Weintraub escreve "imprecionante" no Twitter, apaga e web faz piada

O ministro da Educação apagou a postagem com o erro logo em seguida, mas não conseguiu evitar a repercussão negativa - Marcelo Camargo/Agência Brasil
O ministro da Educação apagou a postagem com o erro logo em seguida, mas não conseguiu evitar a repercussão negativa Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Do UOL, em São Paulo

08/01/2020 20h57

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi alvo de piadas nas redes sociais hoje depois de escrever "imprecionante" em vez de "impressionante" em resposta a uma publicação do deputado Eduardo Bolsonaro (sem partido) no Twitter.

"Caro @BolsonaroSP, agradeço seu apoio. Mais imprecionante [sic]: não havia a área de pesquisa em Segurança Pública. Agora, pesquisadores em mestrados, doutorados e pós-doutorados poderão receber bolsas para pesquisar temas, como o mencionado por ti, que gerem redução da criminalidade", publicou Weintraub.

Erro de Weintraub - Reprodução/Twitter - Reprodução/Twitter
Imagem: Reprodução/Twitter

A publicação de Eduardo era um comentário a um tuíte anterior do ministro. Citando Weintraub e Sergio Moro (Justiça), o deputado diz que o Brasil nunca teve uma pesquisa feita por órgão oficial sobre o uso defensivo de armas de fogo.

"Só existiu [estudo sobre] uso ofensivo para exatamente demonizá-las. Seria interessante apoiar um projeto assim, caso haja oportunidade", sugere.

O ministro apagou o tuíte com o erro logo em seguida, mas não conseguiu evitar a repercussão negativa. Em menos de uma hora da publicação, os termos "Imprecionante" e "Ministro da Educação" foram parar nos Trending Topics do Brasil no Twitter.

Alguns usuários da rede social fizeram piadas com o deslize do ministro. "O ministro da Educação escrevendo 'imprecionante' é o reflexo da realidade da educação brasileira", escreveu uma usuária.

Educação