PUBLICIDADE
Topo

Em meio à crise no Sisu, Weintraub espalha fake news e critica comentarista

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, usa óculos com estética de memes da internet em uma entrevista coletiva em outubro de 2019 - Reprodução
O ministro da Educação, Abraham Weintraub, usa óculos com estética de memes da internet em uma entrevista coletiva em outubro de 2019 Imagem: Reprodução

Ana Carla Bermúdez

Do UOL, em São Paulo

28/01/2020 11h53

Usuário assíduo do Twitter, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, não deixou a rede social de lado em meio à crise envolvendo o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e o Sisu (Sistema de Seleção Unificada), uma das principais portas de entrada ao ensino superior no Brasil.

Em uma de suas interações, atendeu ao pedido de um seguidor alinhado ao governo Jair Bolsonaro (sem partido) para recorrigir a prova do Enem de sua filha. Mas, em suas postagens, o ministro não se ateve apenas ao tema da educação.

No dia em que o governo admitiu ter divulgado parte das notas do Enem com erros, Weintraub publicou um vídeo tocando gaita. E, mesmo após a liberação da lista de aprovados no Sisu parar na Justiça, o ministro postou críticas ao comentarista Marco Antonio Villa, espalhou uma fake news sobre uma suposta demissão do jornalista Reinaldo Azevedo, que não ocorreu, e publicou uma carta de apoio ao novo partido que Bolsonaro quer criar.

17 de janeiro: divulgação dos resultados e o "melhor Enem da história"

18 de janeiro: no mesmo dia em que o governo assume erros no Enem, Weintraub publica vídeo tocando gaita

23 de janeiro: Após MPF recomendar suspensão do Sisu, ministro faz críticas a Leandro Karnal, Marco Antonio Villa e publica carta de apoio ao Aliança Pelo Brasil

24 de janeiro: candidatos questionam notas de corte do Sisu e falam em erro; Weintraub nega e diz que quem aponta erro no Sisu é de esquerda

25 de janeiro: um dia após a Justiça Federal em SP suspender o Sisu, ministro se solidariza com vítimas de chuvas no Espírito Santo

25 de janeiro: ministro atende pedido de apoiador pelo Twitter e manda revisar prova do Enem

27 de janeiro: ministro espalha fake news sobre demissão do jornalista Reinaldo Azevedo

28 de janeiro: ministro publica fotos em obras no campus do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), em São José dos Campos

Educação