PUBLICIDADE
Topo

Enem

2º dia de prova da Unicamp tem aluno barrado por suspeita de covid

7.jan.2021 - Candidatos fazem prova no segundo dia do vestibular da 1ª fase da Unicamp em São José dos Campos (SP) - Lucas Lacaz Ruiz/Estadão Conteúdo
7.jan.2021 - Candidatos fazem prova no segundo dia do vestibular da 1ª fase da Unicamp em São José dos Campos (SP) Imagem: Lucas Lacaz Ruiz/Estadão Conteúdo

Guilherme Botacini

Colaboração para o UOL, em São Paulo

07/01/2021 18h38Atualizada em 21/01/2021 18h24

No segundo dia da primeira fase do vestibular da Unicamp, um aluno foi impedido de entrar no local de prova por suspeita de covid-19. O caso ocorreu em Belo Horizonte, na Escola Estadual Pandiá Calógeras.

O candidato apresentou temperatura de 37,4º C na entrada do local e foi encaminhado para uma sala reservada, onde se consultou com uma médica por teleatendimento.

A indicação foi a de que ele fosse impedido de entrar porque apresentava outros sintomas que podem indicar o novo coronavírus, como tosse. O candidato concordou com a atitude e deixou o colégio, segundo José Alves de Freitas Neto, diretor da Comvest, que organiza o exame.

Ainda de acordo com o diretor, apenas os locais de prova em Curitiba e Belo Horizonte aferiram a temperatura de todos os candidatos. Isso não necessariamente ocorreu nos locais de prova em outras cidades. Em São Paulo, por exemplo, não houve medição de temperatura.

A organização ainda estuda como vai funcionar essa medida na segunda fase, quando há bem menos candidatos.

Foi o único caso de impedimento ou desclassificação ocorrido na primeira fase da Unicamp neste ano. Ontem a prova não teve nenhum caso similar.

A primeira fase da Unicamp terminou hoje com a prova aplicada aos candidatos aos cursos da área de saúde. Houve abstenção de 13,8%, a maior desde 2003. No ano passado, foram 8,27%. O UOL corrige a prova em parceria com o Objetivo. O gabarito oficial só deve sair na sexta.

O valor, apesar de alto, não está distante da média anual, de cerca de 9%, e está abaixo do esperado pela Comvest, segundo o diretor, que avaliou a aplicação do exame nos dois dias como um sucesso. "Temíamos muitas intercorrências a mais."

Ontem, foi a vez dos candidatos aos cursos de humanas, exatas e tecnológicas e a abstenção foi maior, de 15,54%.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, foi a primeira vez que a universidade dividiu a primeira fase do vestibular em dois dias.

Próximas datas

  • Divulgação aprovados para a segunda fase, locais de prova e notas de corte - 29 de janeiro
  • Segunda fase - 8 e 9 de fevereiro
  • Provas de habilidades específicas, exceto música - 11 e 12 de fevereiro
  • Divulgação da lista de convocados da 1ª chamada - 10 de março, às 15h.

Enem