PUBLICIDADE
Topo

Após anúncio da fase vermelha, Covas confirma volta às aulas no dia 12

Bruno Rocha/Estadão Conteúdo
Imagem: Bruno Rocha/Estadão Conteúdo

Ana Paula Bimbati

Do UOL, em São Paulo

09/04/2021 14h24

A Prefeitura de São Paulo confirmou o retorno presencial das aulas para segunda-feira (12). A decisão vale para as escolas municipais e particulares da capital. A gestão Bruno Covas (PSDB) já havia informado sobre essa possibilidade, caso a fase emergencial não fosse prorrogada.

Com o retorno de todo o estado para a fase vermelha, anunciado hoje (9) pela equipe do governador João Doria (PSDB), as escolas ficam autorizadas a receber os alunos. As prefeituras podem criar regras específicas para as escolas municipais e particulares. A capital seguirá a mesma decisão.

"As escolas estaduais reabrem a partir de 14 de abril", afirmou o secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, durante entrevista coletiva sobre a pandemia. "Dias 12 e 13 de abril devem ser aproveitados para organizar e conversar com as famílias."

Por telefone, a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo confirmou ao UOL a reabertura das escolas para aulas presenciais a partir de segunda e disse que seguirá os protocolos do governo estadual. Na fase vermelha do Plano São Paulo, as instituições podem receber 35% dos alunos matriculados. Para a educação infantil, na capital, permanece o limite de até 35% das crianças, mas sem rodízio entre elas.

A rede municipal estava em recesso escolar, entre os dias 5 e 9 abril, e dará prioridade para o retorno aos alunos que são filhos dos profissionais dos serviços essenciais: saúde, educação, assistência social, transporte público, segurança e serviço funerário.

Escolas particulares se dividem em decisão

Mesmo com a liberação da gestão municipal, as escolas particulares não têm um consenso sobre o retorno presencial das aulas. O Colégio Santa Cruz, por exemplo, decidiu manter o ensino remoto.

Em comunicado aos pais, a instituição informou que o seu "compromisso histórico com a educação deve levar em conta também o contexto da saúde e o impacto que a abertura do campus trará para a nossa comunidade e para a cidade".

O colégio Santa Maria mantém as aulas online para alunos a partir do 3º do Ensino Fundamental, mas oferecerá atendimento presencial para crianças da Educação Infantil ao 2º ano do Fundamental. O Bandeirantes estuda o retorno presencial no dia 19 de abril após o período de provas, que acontece online.

A assessoria do colégio Dante Alighieri confirmou que as aulas presenciais voltarão na segunda-feira (12), com 35% dos alunos.