PUBLICIDADE
Topo

Enem

Professores escrevem redação perfeita com tema do Enem 2021

Giorgia Cavicchioli

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/11/2021 17h39

O tema da redação da edição de 2021 do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) foi "Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil". Professores ouvidos pelo UOL avaliaram o assunto como "tranquilo para os alunos", possibilitando um "excelente debate". Entre os alunos, teve quem achasse fácil e outros avaliando o tema como complexo e desafiador.

As 5 competências da redação perfeita no Enem são:

  1. Domínio da modalidade escrita da língua portuguesa (gramática);
  2. Compreensão do tema, apresentação de repertório e adequação ao gênero dissertativo-argumentativo;
  3. Desenvolvimento das informações e do ponto de vista, articulação entre as ideias
  4. Uso de recursos coesivos para relacionar bem as ideias entre si;
  5. Proposta de intervenção que respeite os direitos humanos.

A seguir, confira uma redação modelo preparada pela equipe de redação do Descomplica e saiba o que era preciso fazer para ter uma nota mil na prova.

"A palavra 'cidadania' desenvolve-se na sociedade desde os períodos clássicos. Hoje, ela está relacionada à qualidade de ser um cidadão e, consequentemente, sujeito de direitos e deveres, os quais também são garantidos pela Constituição Federal de 1988, denominada 'cidadã'. Esta defende a participação ativa de um ser humano na sociedade.

No entanto, essa garantia não é plenamente efetivada na sociedade brasileira, uma vez que a falta de registro civil perpetua uma invisibilidade social que necessita ser mitigada. Diante desse cenário, cabe destacar a importância do registro civil do nascimento para o início da cidadania no país. No livro 'Vidas Secas', de Graciliano Ramos, os filhos de Fabiano são identificados como 'mais velho' e 'mais novo', evidenciando a ausência de um nome pelo qual eles pudessem ser identificados e, principalmente, particularizados. Essa questão não é vista somente na ficção, uma vez que o Modernismo tinha o propósito de promover as denúncias sociais por meio da literatura. Assim, nota-se que por mais que seja um benefício gratuito garantido pela Constituição Federal, muitas crianças ainda não são registradas e, consequentemente, não são cidadãs brasileiras efetivas.

Além disso, outro aspecto importante a ser destacado é como a ausência de documentos pode afetar a vida de um cidadão em relação ao recebimento de ações afirmativas. De acordo com o Mapa da Invisibilidade, divulgado pelo IBGE, quase 4 milhões de brasileiros não possuem documentos básicos. Essa questão impactou negativamente a população brasileira durante o período de pandemia, uma vez que para terem acesso ao 'Auxílio Emergencial', benefício fornecido pelo governo para um enfrentamento mais digno da crise, era preciso ter um cadastro. Logo, torna-se necessária a execução de medidas para diminuir a quantidade de cidadãos que ainda não podem usufruir dos seus direitos.

Fica claro, portanto, que medidas são necessárias para eliminar a invisibilidade social provocada pela ausência de registros civis. Nesse sentido, é importante que os Tribunais de Justiça de todo o território nacional ampliem o programa chamado 'Justiça Itinerante', o qual percorre as cidades brasileiras para garantir a documentação de nascimento da população. Isso pode ser feito por meio da aquisição de mais ônibus e a circulação em cidades que porventura ainda não tinham sido contempladas. Assim, será possível garantir com que mais cidadãos tenham acesso pleno aos seus direitos e possam participar ativamente da sociedade."

Estudantes podem acessar o gabarito extraoficial do Enem pelo link https://descomplica.com.br/gabarito-enem/ e consultar o simulador do Sisu pelo link https://descomplica.com.br/sisu/. Além disso, há um 'aulão' de revisão em https://descomplica.com.br/tudo-sobre-enem/novidades/revisao-enem/.

Enem