As redes sociais ajudam ou dificultam as relações entre as pessoas?

Antonio Carlos Olivieri, da Página 3 Pedagogia & Comunicação

  • Página 3/Arte

    As redes sociais da internet já contam com cerca de 3 bilhões de associados em todo o mundo. No entanto, há dúvidas: efetivamente, elas aproximam ou afastam as pessoas

    As redes sociais da internet já contam com cerca de 3 bilhões de associados em todo o mundo. No entanto, há dúvidas: efetivamente, elas aproximam ou afastam as pessoas

Atualmente, cerca de 3 bilhões de pessoas em todo o mundo estão conectadas às diversas redes sociais disponibilizadas pela internet (fonte:www.statista.com). São vários os motivos que levam as pessoas a se relacionar pela rede, que podem ser desde os afetivos até os comerciais, passando, sem dúvida, pela polêmica política. De qualquer modo, ao menos inicialmente, há grandes diferenças entre os relacionamentos virtuais e os reais. As redes sociais tanto podem aproximar quanto afastar as pessoas. O que você acha disso? Na sua opinião as redes sociais ajudam ou dificultam os relacionamentos entre as pessoas? Nos textos motivadores que acompanham esta proposta, você encontrará alguns elementos concretos que podem ajuda-lo a refletir sobre o assunto. Depois de lê-los com atenção, redija um texto dissertativo-argumentativo, apresentando e defendendo o seu ponto de vista sobre o tema.

Grupo de carona

Policiais do Grupo de Ações Especiais de São José do Rio Preto (440 km de São Paulo) prenderam na madrugada desta sexta-feira (3/11/17) três suspeitos de participação na morte da vendedora Kelly Cristina Cadamuro, 22. Kelly desapareceu depois de combinar uma carona por meio de um grupo de caronas do aplicativo Whatsapp. Ela morava em Guapiaçu (SP) e ia visitar o namorado, um engenheiro civil em Itapagipe (MG).

Noticias.uol.com.br

Rede de intrigas

Uma nova pesquisa mostra que isso é fato: as redes sociais destroem mesmo relacionamentos. O estudo, desenvolvido por Russell Clayton, um estudante de doutorado em jornalismo na Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, teve como foco o Twitter, mas, como as interações proporcionadas por redes como esta são todas muito parecidas, de uma maneira geral, podemos considerar que os resultados valem para todas.

O que ele descobriu empiricamente foi que os usuários ativos no Twitter são muito mais propensos a viver conflitos com os seus parceiros românticos. Os resultados da pesquisa de Clayton também mostraram que brigas relacionadas com coisas que acontecem no Twitter costumam desgastar o casal e até levar a separação e divórcio. Ou seja: não são apenas casais novinhos que não sabem conciliar a vida digital e a vida amorosa. Casais mais velhos, casados, também enfrentam o mesmo problema.

Hypescience.com (trecho)

Apaixonada pelas redes

Já quando se trata de Redes Sociais, minha paixão, como não podia deixar de ser, começou com o falecido Orkut. Nossa! Como adorava aquilo ali! Fiz amigos para vida toda ali, reencontrei amigos com quem não tinha mais contato, foi no Orkut que conheci meu marido e foi lá e graças ao apoio de algumas meninas dali que criei meu primeiro blog, o que conquistou de vez meu coração para esse mundinho virtual. No Orkut, aprendi que tem monte gente doida na Internet, mas que também tem um monte de gente legal (que é maioria, Graças a Deus). Mark Zuckerberg que me perdoe, mas o Facebook nunca conseguiu chegar aos pés do Orkut. Acho muito chato. O Facebook se transformou em um verdadeiro muro de lamentações. Honestamente? Só uso por causa do chat e por causa da divulgação do meu trabalho.

Atualmente faço parte de seis Redes Sociais e participo (ou tento) ativamente de todas. Em todas, absolutamente todas, tem gente muito legal, muito chata e as que não fedem nem cheiram.

Adriana Mello in Botequimcultural.com.br

Casamento on-line

Tudo começou através de uma rede social na internet. Fabiany Santos, de 23 anos, não imaginou que um contato profissional com o publicitário Lúi Macedo se transformaria em namoro e depois, casamento. Fabiany, que morava no distrito de Baguari, a 20km de Governador Valadares, no Leste de Minas, entrou em contato com o publicitário que cuidava da divulgação de uma banda gospel da cidade. Através de uma rede social, Fabiany queria saber como fazer para que a banda se apresentasse na igreja dela.

Quase dois anos após o casamento, Fabiany Santos só tem elogios para namorado que com o tempo se transformou em marido. "Ele significa amor incondicional, segurança, uma companhia maravilhosa e a promessa de um amor para vida toda. Nas adversidades estreitamos os laços e aprendemos que o amor se fortalece. Quando meu pai ficou doente, ele foi incrível, me ajudando a suportar o que eu achei que não conseguiria. Nós vencemos juntos, saímos mais fortes e unidos. Essa fase me marcou muito para mim", revela Fabiany.

O casal segue se comunicando através das redes sociais. Lúi Macedo diz que apesar de casados eles serão eternos namorados e também se derrete ao falar da mulher e do casamento.

g1.globo.com (Editado)

Observações

Seu texto deve ser escrito na norma culta da língua portuguesa.

Deve ter uma estrutura dissertativa-argumentativa.

Não deve estar redigido sob a forma de poema (versos) ou narração.

A redação deve ser digitada e ter, no mínimo, 800 caracteres e, no máximo, 3.000 caracteres.

De preferência, dê um título à sua redação.

Envie seu texto até 25 de dezembro de 2017.

Confira as redações avaliadas a partir de 1 de janeiro de 2018.

A redação deve ser digitada e enviada para o e-mail: bancoderedacoes@uol.com.br

 

Com base nos textos acima, elabore sua redação sobre o tema "As redes sociais ajudam ou dificultam as relações entre as pessoas?." Quando ela estiver pronta, envie para bancoderedacoes@uol.com.br

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.

UOL Cursos Online

Todos os cursos