PUBLICIDADE
Topo

Manifestantes jogam coquetel molotov no consulado americano

Giuliander Carpes e Hanrrikson de Andrade*

Do UOL, no Rio

07/10/2013 22h18

Manifestantes mascarados jogaram ao menos duas bombas caseiras (chamadas de coquetel molotov) e muitas pedras no Consulado Americano durante os protestos que ocorreram na noite desta segunda-feira (7) no centro do Rio de Janeiro. As janelas da instituição ficaram quebradas. 

Policiais militares do batalhão de choque se posicionaram próximo ao consulado e dispersaram os manifestantes com bombas de gás e de efeito moral.

A entrada do edifício Serrador, sede da empresa de Eike Batista, foi totalmente destruída pelos vândalos. Eles usaram os próprios tapumes para quebrar as vidraças. 

Ônibus vandalizados

Pelo menos cinco ônibus foram sequestrados e vandalizados por grupos de manifestantes mascarados, identificados como Black Blocs, na noite desta segunda-feira (7) no centro do Rio de Janeiro. Não havia passageiros nos veículos no momento da ação.

A reportagem do UOL acompanhou dois veículos sendo conduzidos até a avenida Rio Branco, na altura do MAM  (Museu de Arte Moderna) do Rio de Janeiro. Neste ponto, os motoristas mascarados deixaram os dois ônibus que começaram a ser quebrados por outros manifestantes. Eles foram estacionados em região próxima à que outro ônibus foi incendiado.

Um veículo foi tomado por mascarados e incendiado na avenida Rio Branco. Por volta das 21h20, bombeiros tentavam controlar o fogo do veículo em chamas. O motorista Herique Santos Souza. que trabalha há dois anos e meio na empresa, contou que os mascarados que sequestraram o veículo pretendiam jogá-lo sobre a entrada de um prédio comercial. "O mascarado falou para mim que meu ônibus ia virar estatística", contou Souza.

No bairro da Lapa, na região central da cidade, a reportagem se deparou com mais dois veículos que haviam sido levado até lá por manifestantes mascarados. Ambos estavam com os vidros quebrados. Um deles foi avistado na rua Maranguape, perto da igreja da Lapa e o outro na lateral do Passeio.

* Com informações da Agência Brasil