PUBLICIDADE
Topo

Enem

Hora da revisão: saiba os assuntos que mais caem no Enem

Marcos Pinto/UOL
Imagem: Marcos Pinto/UOL

Carolina Cunha

Colaboração para o UOL

29/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Raio-x do Enem traça assuntos que mais caíram nos últimos cinco anos
  • Veja os conteúdos recorrentes e planeje seus últimos dias de revisão
  • Primeira prova acontece no próximo domingo

Conhecer o que geralmente cai no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) faz toda a diferença na hora de estudar. Para ajudar o candidato, o Sistema de Ensino Poliedro elaborou um raio-x da prova, que traça os assuntos que mais caíram nos últimos cinco anos.

"Com essa análise detalhada, os estudantes podem ter uma visão rápida e completa dos assuntos cobrados nas provas", diz Fernando da Espiritu Santo, gerente de inteligência educacional do Poliedro.

Antes de partir para o estudo, que tal planejar a sua revisão? A dica na reta final de preparação para o Enem é o estudante concentrar seus esforços nos assuntos com maior incidência em cada disciplina, pois possuem maior probabilidade de serem cobrados na próxima aplicação.

"Uma sugestão é garantir uma revisão de pelo menos cinco principais assuntos de cada disciplina, pois, deste modo, o estudante pode contemplar aproximadamente 50% dos assuntos que serão cobrados", orienta o especialista.

Além de ficar atento aos assuntos que mais caem no Enem, é importante não deixar nada do que é pedido no edital de fora. Resolver as provas dos anos anteriores, simulados e listas de exercícios também são tarefas indicadas para o estudante na hora de fazer a revisão para se preparar para o exame.

Confira as matrizes de conhecimento mais cobradas nas principais disciplinas do Enem e a porcentagem de quanto elas apareceram com relação a todos os assuntos da disciplina.

Português

O conteúdo de Língua Portuguesa está inserido dentro da prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. Interpretação de texto é o que mais cai na prova de Português do Enem, exigindo do candidato eficiência na interpretação das ideias apresentadas nos enunciados.

"É uma prova que não apresenta surpresas. Você não vê muitas questões de gramática e quando elas aparecem estão sempre subordinadas à interpretação de texto. O eixo da prova trabalha muito com variação linguística, oralidade, coesão textual e função de linguagem. A gente costuma ver esse tipo de emprego associado a gêneros textuais", avalia César Ceneme, professor de Língua Portuguesa do Curso Poliedro.

O professor recomenda que os alunos consultem as provas dos últimos quatro anos e identifiquem os tipos de textos, focando principalmente na interpretação.

Estudo do texto
As sequências discursivas e os gêneros textuais no sistema de comunicação e informação. Modos de organização da composição textual; atividades de produção escrita e de leitura de textos gerados nas diferentes esferas sociais - públicas e privadas.

Estudo dos aspectos linguísticos em diferentes textos
Recursos expressivos da língua, procedimentos de construção e recepção de textos. Organização da macroestrutura semântica e a articulação entre ideias e proposições (relações lógico-semânticas).

Estudo do texto literário
Relações entre produção literária e processo social, concepções artísticas, procedimentos de construção e recepção de textos. Produção literária e processo social; processos de formação literária e de formação nacional; produção de textos literários, sua recepção e a constituição do patrimônio literário nacional; relações entre a dialética cosmopolitismo/localismo e a produção literária nacional; elementos de continuidade e ruptura entre os diversos momentos da Literatura Brasileira; associações entre concepções artísticas e procedimentos de construção do texto literário em seus gêneros (épico/narrativo, lírico e dramático) e formas diversas; articulações entre os recursos expressivos e estruturais do texto literário e o processo social relacionado ao momento de sua produção; representação literária: natureza, função, organização e estrutura do texto literário; relações entre literatura, outras artes e outros saberes.

Estudo do texto argumentativo, seus gêneros e recursos linguísticos
Argumentação, tipo, gêneros e usos em língua portuguesa. Formas de apresentação de diferentes pontos de vista; organização e progressão textual; papéis sociais e comunicativos dos interlocutores, relação entre usos e propósitos comunicativos, função sociocomunicativa do gênero, aspectos da dimensão espaço-temporal em que se produz o texto.

Matemática

A prova de Matemática e Suas Tecnologias conta com questões recheadas de gráficos, tabelas e enunciados que exigem habilidade de interpretação, capacidade para resolver problemas do cotidiano e o entendimento das ferramentas para a compreensão da realidade.

O professor de Matemática do Curso Poliedro, Sérgio Augusto de Paiva França, explica que equações, geometria e porcentagem estão entre os principais temas abordados.

"O Enem deve cobrar com força razões e proporções, problemas que vão acabar envolvendo ordem de grandeza. Problemas que envolvam equações de primeiro e segundo grau também são sempre notáveis. E a prova traz com frequência logaritmos, questões de análise combinatória, probabilidade, estatística e conceitos que envolvam porcentagem", conta o professor.

Segundo França, não é comum cair na prova do Enem números complexos, polinômios, matrizes e determinantes, geometria analítica e equações e inequações trigonométricas.

Conteúdos de Matemática

Conhecimentos numéricos: Operações em conjuntos numéricos (naturais, inteiros, racionais e reais), desigualdades, divisibilidade, fatoração, razões e proporções, porcentagem e juros, relações de dependência entre grandezas, sequências e progressões, princípios de contagem.

Conhecimentos geométricos: Características das figuras geométricas planas e espaciais; grandezas, unidades de medida e escalas; comprimentos, áreas e volumes; ângulos; posições de retas; simetrias de figuras planas ou espaciais; congruência e semelhança de triângulos; teorema de Tales; relações métricas nos triângulos; circunferências; trigonometria do ângulo agudo.

Conhecimentos algébricos: Gráficos e funções; funções algébricas do 1º e 2º graus, polinomiais, racionais, exponenciais e logarítmicas; equações e inequações; relações no ciclo trigonométrico e funções trigonométricas.

Conhecimentos de Estatística e Probabilidade: Representação e análise de dados; medidas de tendência central (média, moda e mediana); desvios e variância; noções de probabilidade.

Conhecimentos algébricos/geométricos: Plano cartesiano; retas; circunferências; paralelismo e perpendicularidade, sistemas de equações.

Geografia e História

Assuntos de História e Geografia estão presentes na prova de Ciências Humanas e Suas Tecnologias, que possuem questões interdisciplinares.

História

"Pensar em História no Enem desperta certo receio nos candidatos. E não é para menos: essa é uma das disciplinas mais densas dentro da trajetória escolar", afirma a coordenadora de avaliações educacionais do Sistema Poliedro, Jéssika Anastácio.

Entretanto, segundo ela, a carga elevada de assuntos não deve ser motivo de desespero. "Apesar de amplo leque de possibilidades, o Enem foca em um recorte de conteúdos restrito dentro da disciplina, dedicando atenção aos acontecimentos que impactaram os rumos da História até os dias atuais", indica.

Assim, uma maneira de planejar os estudos é concentrando-se na matriz de referência da prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias, que aborda com veemência aspectos relacionados à cultura, patrimônio, estrutura política, organização da sociedade e relações entre estados nacionais, diretamente associados aos acontecimentos da Idade Contemporânea e à História do Brasil.

"No contexto mundial, é importante que o aluno dedique seus estudos aos conflitos de relevância internacional, a exemplo da Guerra Fria, às transformações da sociedade decorrentes do capitalismo, bem como ao desenvolvimento industrial e tecnológico", aponta Jéssika.

Geografia

Para Cristina Luciana do Carmo, professora de Geografia do Curso Poliedro, a prova do Enem possui a tradição de priorizar as questões sobre a geografia do Brasil. "Como prioridade, recomendo fazer uma revisão sobre os aspectos da Regionalização do Brasil. É uma revisão eficaz entender as características das regiões Norte, Sul, Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste em temas como o relevo, clima, hidrografia, biomas e as questões econômicas, políticas e da atualidade".

Segundo a professora, o Enem 2019 tem chance de trazer outras características devido ao novo Governo. Por isso, ela acredita que a prova pode ter questões de conceitos mais clássicos do pensamento e da prática geográfica. "Minha aposta é a prova abordar uma Geografia mais tradicional, focada em aspectos físicos gerais. Recomendo fazer pequenas revisões de assuntos como demografia e urbanização".

Luciana também espera que a prova deste ano aposte na análise de mapas, tabelas e gráficos. "É importante que fazer a análise atenta de uma imagem ou dado e perceber detalhes como títulos, legendas e fontes para a interpretação correta", diz a professora.

Conteúdos de Ciências Humanas e Suas Tecnologias

Diversidade cultural, conflitos e vida em sociedade

Cultura material e imaterial; patrimônio e diversidade cultural no Brasil. A Conquista da América. Conflitos entre europeus e indígenas na América colonial. A escravidão e formas de resistência indígena e africana na América. História cultural dos povos africanos. A luta dos negros no Brasil e o negro na formação da sociedade brasileira. História dos povos indígenas e a formação sociocultural brasileira. Movimentos culturais no mundo ocidental e seus impactos na vida política e social.

Formas de organização social, movimentos sociais, pensamento político e ação do Estado

Cidadania e democracia na Antiguidade; Estado e direitos do cidadão a partir da Idade Moderna; democracia direta, indireta e representativa. Revoluções sociais e políticas na Europa Moderna. Formação territorial brasileira; as regiões brasileiras; políticas de reordenamento territorial. As lutas pela conquista da independência política das colônias da América. Grupos sociais em conflito no Brasil imperial e a construção da nação. O desenvolvimento do pensamento liberal na sociedade capitalista e seus críticos nos séculos 19 e 20. Políticas de colonização, migração, imigração e emigração no Brasil nos séculos 19 e 20. A atuação dos grupos sociais e os grandes processos revolucionários do século 20: Revolução Bolchevique, Revolução Chinesa, Revolução Cubana. Geopolítica e conflitos entre os séculos 19 e 20: Imperialismo, a ocupação da Ásia e da África, as Guerras Mundiais e a Guerra Fria. Os sistemas totalitários na Europa do século 20: nazifascismo, franquismo, salazarismo e stalinismo. Ditaduras políticas na América Latina: Estado Novo no Brasil e ditaduras na América. Conflitos político-culturais pós-Guerra Fria, reorganização política internacional e os organismos multilaterais nos séculos 20 e 21. A luta pela conquista de direitos pelos cidadãos: direitos civis, humanos, políticos e sociais. Direitos sociais nas constituições brasileiras. Políticas afirmativas. Vida urbana: redes e hierarquia nas cidades, pobreza e segregação espacial.

Características e transformações das estruturas produtivas

Diferentes formas de organização da produção: escravismo antigo, feudalismo, capitalismo, socialismo e suas diferentes experiências. Economia agroexportadora brasileira: complexo açucareiro; a mineração no período Colonial; a economia cafeeira; a borracha na Amazônia. Revolução Industrial: criação do sistema de fábrica na Europa e transformações no processo de produção. Formação do espaço urbano-industrial. Transformações na estrutura produtiva no século 20: o fordismo, o toyotismo, as novas técnicas de produção e seus impactos. A industrialização brasileira, a urbanização e as transformações sociais e trabalhistas. A globalização e as novas tecnologias de telecomunicação e suas consequências econômicas, políticas e sociais. Produção e transformação dos espaços agrários. Modernização da agricultura e estruturas agrárias tradicionais. O agronegócio, a agricultura familiar, os assalariados do campo e as lutas sociais no campo. A relação campo-cidade.

Os domínios naturais e a relação do ser humano com o ambiente

Relação homem-natureza, a apropriação dos recursos naturais pelas sociedades ao longo do tempo. Impacto ambiental das atividades econômicas no Brasil. Recursos minerais e energéticos: exploração e impactos. Recursos hídricos; bacias hidrográficas e seus aproveitamentos. As questões ambientais contemporâneas: mudança climática, ilhas de calor, efeito estufa, chuva ácida, a destruição da camada de ozônio. A nova ordem ambiental internacional; políticas territoriais ambientais; uso e conservação dos recursos naturais, unidades de conservação, corredores ecológicos, zoneamento ecológico e econômico. Origem e evolução do conceito de sustentabilidade. Estrutura interna da Terra. Estruturas do solo e do relevo; agentes internos e externos modeladores do relevo. Situação geral da atmosfera e classificação climática. As características climáticas do território brasileiro. Os grandes domínios da vegetação no Brasil e no mundo.

Biologia

Parte da prova de Ciências da Natureza, a prova de Biologia costuma cobrar a disciplina fazendo uma ligação com temas do cotidiano e em questões interdisciplinares, ou seja, sob o prisma de outras áreas de conhecimento que o Enem avalia.

O coordenador e professor de Biologia do Curso Poliedro, Luís Gustavo Megiolaro, conta que o Enem costuma abordar quatro grandes temas: ecologia, evolução, fisiologia com doenças e a parte de genética.

"Em ecologia, é bom estudar sobre teia alimentar, cadeias alimentares, o fluxo de energia, as relações ecológicas entre os seres vivos, os biomas e também a sucessão ecológica junto com os ciclos biogeoquímicos", diz o professor.

Evolução das espécies é outro assunto que sempre aparece. Segundo Megiolaro, o aluno deve explorar as principais diferenças entre as teorias. "É importante estudar as teorias de Lamarck e de Darwin, trabalhando as diferenças entre elas e como esses mecanismos explicam a formação das espécies".

Em fisiologia, a dica é priorizar o funcionamento do corpo humano e dos sistemas, que normalmente vão ligar com questões do cotidiano como exercícios físicos, dietas, alimentação e mudanças climáticas. "Na parte de fisiologia tem que ficar atento às doenças, verminoses e bactérias, sabendo o processo de transmissão e profilaxia", lembra o professor.

Na parte de genética, o aluno precisa estudar as Leis de Mendel, que regem a hereditariedade nos seres vivos. O professor também cita temas de biotecnologia e suas relações com a atualidade. "É preciso entender sobre fenótipo, genótipo, DNA, DNA recombinante, terapia gênica, transgênicos e as implicações que isso causa nos indivíduos".

Conteúdos de Biologia

Ecologia e Ciências Ambientais

Ecossistemas. Fatores bióticos e abióticos. Hábitat e nicho ecológico. A comunidade biológica: teia alimentar, sucessão e comunidade clímax. Dinâmica de populações. Interações entre os seres vivos. Ciclos biogeoquímicos. Fluxo de energia no ecossistema. Biogeografia. Biomas brasileiros. Exploração e uso de recursos naturais. Problemas ambientais: mudanças climáticas, efeito estufa; desmatamento; erosão; poluição da água, do solo e do ar. Conservação e recuperação de ecossistemas. Conservação da biodiversidade. Tecnologias ambientais. Noções de saneamento básico. Noções de legislação ambiental: água, florestas, unidades de conservação e biodiversidade.

Moléculas, células e tecidos

Estrutura e fisiologia celular: membrana, citoplasma e núcleo. Divisão celular. Aspectos bioquímicos das estruturas celulares. Aspectos gerais do metabolismo celular. Metabolismo energético: fotossíntese e respiração. Codificação da informação genética. Síntese proteica. Diferenciação celular. Principais tecidos animais e vegetais. Origem e evolução das células. Noções sobre células-tronco, clonagem e tecnologia do DNA recombinante. Aplicações de Biotecnologia na produção de alimentos, fármacos e componentes biológicos. Aplicações de tecnologias relacionadas ao DNA a investigações científicas, determinação da paternidade, investigação criminal e identificação de indivíduos. Aspectos éticos relacionados ao desenvolvimento biotecnológico. Biotecnologia e sustentabilidade.

Hereditariedade e diversidade da vida

Princípios básicos que regem a transmissão de características hereditárias. Concepções pré-mendelianas sobre a hereditariedade. Aspectos genéticos do funcionamento do corpo humano. Antígenos e anticorpos. Grupos sanguíneos, transplantes e doenças autoimunes. Neoplasias e a influência de fatores ambientais. Mutações gênicas e cromossômicas. Aconselhamento genético. Fundamentos genéticos da evolução. Aspectos genéticos da formação e manutenção da diversidade biológica.

Identidade dos seres vivos

Níveis de organização dos seres vivos. Vírus, procariontes e eucariontes. Autótrofos e heterótrofos. Seres unicelulares e pluricelulares. Sistemática e as grandes linhas da evolução dos seres vivos. Tipos de ciclo de vida. Evolução e padrões anatômicos e fisiológicos observados nos seres vivos. Funções vitais dos seres vivos e sua relação com a adaptação desses organismos a diferentes ambientes. Embriologia, Anatomia e Fisiologia Humana. Evolução humana. Biotecnologia e sistemática.

Origem e evolução da vida

A Biologia como ciência: história, métodos, técnicas e experimentação. Hipóteses sobre a origem do Universo, da Terra e dos seres vivos. Teorias de evolução. Explicações pré-darwinistas para a modificação das espécies. A teoria evolutiva de Charles Darwin. Teoria sintética da evolução. Seleção artificial e seu impacto sobre ambientes naturais e sobre populações humanas.

Qualidade de vida das populações humanas

Aspectos biológicos da pobreza e do desenvolvimento humano. Indicadores sociais, ambientais e econômicos. Índice de desenvolvimento humano. Principais doenças que afetam a população brasileira: caracterização, prevenção e profilaxia. Noções de primeiros socorros. Doenças sexualmente transmissíveis. Aspectos sociais da biologia: uso indevido de drogas; gravidez na adolescência; obesidade. Violência e segurança pública. Exercícios físicos e vida saudável. Aspectos biológicos do desenvolvimento sustentável. Legislação e cidadania.

Química

O Enem espera que o candidato compreenda a química do dia a dia, cobrando conceitos gerais e contextualizados.

De acordo com o gerente de inteligência educacional do Sistema Poliedro, Fernando da Espiritu Santo, no contexto de Química, essa situação fica ainda mais evidente, pois os itens da prova são contextualizados e abordam os conhecimentos de Química Geral com grande incidência. "O aprendizado adquirido durante as aulas das disciplinas que compõem essa área do conhecimento deve servir para que o estudante construa um entendimento do mundo natural e, a partir dessa capacidade, possa planejar, executar e avaliar intervenções práticas", afirma.

Conteúdos de Química

Compostos de carbono

Características gerais dos compostos orgânicos. Principais funções orgânicas. Estrutura e propriedades de hidrocarbonetos. Estrutura e propriedades de compostos orgânicos oxigenados. Fermentação. Estrutura e propriedades de compostos orgânicos nitrogenados. Macromoléculas naturais e sintéticas. Noções básicas sobre polímeros. Amido, glicogênio e celulose. Borracha natural e sintética. Polietileno, poliestireno, PVC, teflon, náilon. Óleos e gorduras, sabões e detergentes sintéticos. Proteínas e enzimas.

Representação das transformações químicas

Fórmulas químicas. Balanceamento de equações químicas. Aspectos quantitativos das transformações químicas. Leis ponderais das reações químicas. Determinação de fórmulas químicas. Grandezas químicas: massa, volume, mol, massa molar, constante de avogadro. Cálculos estequiométricos.

Energias químicas no cotidiano

Petróleo, gás natural, carvão, madeira, hulha, biomassa, biocombustíveis. Impactos ambientais de combustíveis fósseis. Energia nuclear. Lixo atômico. Vantagens e desvantagens do uso de energia nuclear.

Materiais, suas propriedades e usos

Propriedades de materiais. Estados físicos de materiais. Mudanças de estado. Misturas: tipos e métodos de separação. Substâncias químicas: classificação e características gerais. Metais e ligas metálicas. Ferro, cobre e alumínio. Ligações metálicas. Substâncias iônicas: características e propriedades. Substâncias iônicas do grupo: cloreto, carbonato, nitrato e sulfato. Ligação iônica. Substâncias moleculares: características e propriedades. Substâncias moleculares: H2, O2, N2, Cl2, NH3, H2O, HCl, CH4. Ligação covalente. Polaridade de moléculas. Forças intermoleculares. Relação entre estruturas, propriedade e aplicação das substâncias.

Transformações químicas e energia

Transformações químicas e energia calorífica. Calor de reação. Entalpia. Equações termoquímicas. Lei de Hess. Transformações químicas e energia elétrica. Reação de oxirredução. Potenciais-padrão de redução. Pilha. Eletrólise. Leis de Faraday. Transformações nucleares. Conceitos fundamentais da radioatividade. Reações de fissão e fusão nuclear. Desintegração radioativa e radioisótopos.

Transformação química e equilíbrio

Caracterização do sistema em equilíbrio. Constante de equilíbrio. Produto iônico da água, equilíbrio ácido-base e pH. Solubilidade dos sais e hidrólise. Fatores que alteram o sistema em equilíbrio. Aplicação da velocidade e do equilíbrio químico no cotidiano.

Relações da Química com as tecnologias, a sociedade e o meio ambiente

Química no cotidiano. Química na agricultura e na saúde. Química nos alimentos. Química e ambiente. Aspectos científico-tecnológicos, socioeconômicos e ambientais associados à obtenção ou produção de substâncias químicas. Indústria química: obtenção e utilização do cloro, hidróxido de sódio, ácido sulfúrico, amônia e ácido nítrico. Mineração e metalurgia. Poluição e tratamento de água. Poluição atmosférica. Contaminação e proteção do ambiente.

Água

Ocorrência e importância na vida animal e vegetal. Ligação, estrutura e propriedades. Sistemas em solução aquosa: soluções verdadeiras, soluções coloidais e suspensões. Solubilidade. Concentração das soluções. Aspectos qualitativos das propriedades coligativas das soluções. Ácidos, bases, sais e óxidos: definição, classificação, propriedades, formulação e nomenclatura. Conceitos de ácido e base. Principais propriedades dos ácidos e bases: indicadores, condutibilidade elétrica, reação com metais, reação de neutralização.

Transformações químicas

Evidências de transformações químicas. Interpretação de transformações químicas. Sistemas gasosos: lei dos gases; equação geral dos gases ideais; princípio de Avogadro; conceito de molécula; massa molar e volume molar dos gases. Teoria cinética dos gases. Misturas gasosas. Modelo corpuscular da matéria. Modelo atômico de Dalton. Natureza elétrica da matéria: modelos atômicos de Thomson, Rutherford e Rutherford-Bohr. Átomos e sua estrutura. Número atômico, número de massa, isótopos e massa atômica. Elementos químicos e tabela periódica. Reações químicas.

Dinâmica das transformações químicas

Transformações químicas e velocidade. Velocidade de reação. Energia de ativação. Fatores que alteram a velocidade de reação: concentração, pressão, temperatura e catalisador.

Física

O Enem exige muito a interpretação de textos, gráficos, diagramas e tabelas. O aluno deverá aplicar os conhecimentos da disciplina em situações e problemas do cotidiano.

Segundo Vitor Ricci, coordenador do Curso Poliedro e professor de Física, o candidato deve trabalhar habilidades de modo que, a partir da leitura da questão da prova, consiga visualizar as etapas do experimento ou fenômeno e seja capaz de formular hipóteses e prever resultados.

"A prova de Física exige muita interpretação. Uma boa análise de diagramas e gráficos, acompanhada de uma leitura cuidadosa dos enunciados das questões, pode ser suficiente para o candidato identificar a alternativa correta, sem utilizar fórmulas ou conceitos mais elaborados da disciplina", explica.

Ricci ressalta que alguns dos conteúdos abordados nas questões de Física do Enem são frequentes. "Eletrodinâmica e Ondulatória aparecem todos os anos. Trabalhar bem esses assuntos já é uma parte da estratégia para conseguir um bom desempenho na prova".

Conteúdos de Física

Oscilações, ondas, óptica e radiação

Feixes e frentes de ondas. Reflexão e refração. Óptica geométrica: lentes e espelhos. Formação de imagens. Instrumentos ópticos simples. Fenômenos ondulatórios. Pulsos e ondas. Período, frequência, ciclo. Propagação: relação entre velocidade, frequência e comprimento de onda. Ondas em diferentes meios de propagação.

Conhecimentos básicos e fundamentais de Física

Noções de ordem de grandeza. Notação científica. Sistema Internacional de Unidades. Metodologia de investigação: a procura de regularidades e de sinais na interpretação física do mundo. Observações e mensurações: representação de grandezas físicas como grandezas mensuráveis. Ferramentas básicas: gráficos e vetores. Conceituação de grandezas vetoriais e escalares. Operações básicas com vetores.

O movimento, o equilíbrio e a descoberta de leis físicas

Grandezas fundamentais da Mecânica: tempo, espaço, velocidade e aceleração. Relação histórica entre força e movimento. Descrições do movimento e sua interpretação: quantificação do movimento e sua descrição matemática e gráfica. Casos especiais de movimentos e suas regularidades observáveis. Conceito de inércia. Noção de sistemas de referência inerciais e não inerciais. Noção dinâmica de massa e quantidade de movimento (momento linear). Força e variação da quantidade de movimento. Leis de Newton. Centro de massa e a ideia de ponto material. Conceito de forças externas e internas. Lei da conservação da quantidade de movimento (momento linear) e teorema do impulso. Momento de uma força (torque). Condições de equilíbrio estático de ponto material e de corpos rígidos. Força de atrito, força peso, força normal de contato e tração. Diagramas de forças. Identificação das forças que atuam nos movimentos circulares. Noção de força centrípeta e sua quantificação. A Hidrostática: aspectos históricos e variáveis relevantes. Empuxo. Princípios de Pascal, Arquimedes e Stevin: condições de flutuação, relação entre diferença de nível e pressão hidrostática.

Fenômenos elétricos e magnéticos

Carga elétrica e corrente elétrica. Lei de Coulomb. Campo elétrico e potencial elétrico. Linhas de campo. Superfícies equipotenciais. Poder das pontas. Blindagem. Capacitores. Efeito Joule. Lei de Ohm. Resistência elétrica e resistividade. Relações entre grandezas elétricas: tensão, corrente, potência e energia. Circuitos elétricos simples. Correntes contínua e alternada. Medidores elétricos. Representação gráfica de circuitos. Símbolos convencionais. Potência e consumo de energia em dispositivos elétricos. Campo magnético. Ímãs permanentes. Linhas de campo magnético. Campo magnético terrestre.

Energia, trabalho e potência

Conceituação de trabalho, energia e potência. Conceito de energia potencial e de energia cinética. Conservação de energia mecânica e dissipação de energia. Trabalho da força gravitacional e energia potencial gravitacional. Forças conservativas e dissipativas.

O calor e os fenômenos térmicos

Conceitos de calor e de temperatura. Escalas termométricas. Transferência de calor e equilíbrio térmico. Capacidade calorífica e calor específico. Condução do calor. Dilatação térmica. Mudanças de estado físico e calor latente de transformação. Comportamento de gases ideais. Máquinas térmicas. Ciclo de Carnot. Leis da Termodinâmica. Aplicações e fenômenos térmicos de uso cotidiano. Compreensão de fenômenos climáticos relacionados ao ciclo da água.

A Mecânica e o funcionamento do Universo

Força peso. Aceleração gravitacional. Lei da gravitação universal. Leis de Kepler. Movimentos de corpos celestes. Influência na Terra: marés e variações climáticas. Concepções históricas sobre a origem do Universo e sua evolução.

Enem