Topo

Educação

Enem


No Rio, alunos saíram com a prova do Enem minutos antes do permitido

Capa da prova rosa do segundo dia do Enem 2019 - Marina Lang/UOL
Capa da prova rosa do segundo dia do Enem 2019 Imagem: Marina Lang/UOL

Marina Lang

Colaboração para o UOL, no Rio

10/11/2019 18h12

Alunos que deixaram hoje o segundo dia de provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2019 na PUC-Rio (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro), na Gávea, zona sul da capital fluminense, já levavam seus cadernos de provas às 17h50 —dez minutos antes do horário permitido para sair com os cadernos de questões.

O UOL teve acesso a duas provas, a azul e a rosa, antes mesmo das 18h, horário marcado pelo Governo Federal para a liberação do caderno.

As questões das provas azul e rosa são as mesmas —a diferença é que a ordem das perguntas muda de acordo com a cor. Os cadernos são distribuídos pela sala de modo a nenhum aluno ficar perto de outro que tenha a mesma cor de prova, diminuindo as chances de fraudes e "colas".

O segundo dia do Enem começou hoje às 13h30. Das 15h30 até as 18h, os alunos podiam deixar as salas, mas sem levar os cadernos de prova.

Procurado pelo UOL, o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), órgão responsável pelo exame, ainda não se manifestou.

Primeiro dia teve foto vazada

Na semana passada, o vazamento de uma foto do caderno de questões do Enem durante a aplicação da prova causou polêmica. Logo após o vazamento, o ministro afirmou que o suspeito do vazamento era um fiscal.

Ontem, a PF cumpriu mandados de busca e apreensão que tinham como alvo duas aplicadoras do exame no Ceará. A PF apreendeu os telefones celulares das suspeitas. Os aparelhos serão submetidos a perícia para averiguar se elas, de fato, vazaram fotos do Enem.

Após a prova ter sido fotografada, o Inep proibiu os aplicadores de entrar com celular nas salas de realização do Enem.

Enem