Topo

Pisa: Brasil fica entre piores, mas à frente da Argentina; veja ranking

Alex Almeida/Folhapress
Imagem: Alex Almeida/Folhapress

Ana Carla Bermúdez

Do UOL, em São Paulo

03/12/2019 05h00

Resumo da notícia

  • Brasil está entre os 20 piores em ranking internacional da educação
  • Desempenho analisado é de alunos de 15 anos de 79 países em matemática, ciências e leitura
  • Lista foi divulgada hoje pela OCDE e avalia dados de 2018

O Brasil continua com desempenho ruim e aparece entre as 20 piores colocações no ranking das três áreas analisadas pelo Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes), principal avaliação da educação básica no mundo.

Os resultados, divulgados hoje pela OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), mostram o desempenho dos alunos de 15 anos de 79 países e territórios em matemática, ciências e leitura.

Mas, apesar de estar entre os piores colocados, o Brasil ainda fica à frente de países latinos como a Argentina, a Colômbia e o Panamá em uma ou mais disciplinas avaliadas. Outros países da região, como Uruguai, Chile e México, apresentam resultados superiores aos do Brasil em todas elas.

Há cerca de duas semanas, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, chegou a declarar que o Brasil ficaria em último lugar da América Latina nos resultados do Pisa.

As regiões chinesas de Pequim, Xangai, Jiangsu e Guangdong, que foram avaliadas como uma só, lideram o ranking em todas as áreas. Outro destaque é o país de Singapura, que ocupa a segunda posição também nas três disciplinas. Já a República Dominicana e Filipinas se revezam nos piores resultados entre todos os países e territórios avaliados.

Veja, abaixo, o ranking completo do Pisa 2018.

Educação