PUBLICIDADE
Topo

Prefeitura de SP estima que 69,5% dos alunos com covid são assintomáticos

Dos alunos testados, 26,3% moram com idosos acima de 60 anos - Rodolfo Santos/Getty Images/iStockphoto
Dos alunos testados, 26,3% moram com idosos acima de 60 anos Imagem: Rodolfo Santos/Getty Images/iStockphoto

Ana Carla Bermúdez e Patrick Mesquita

Do UOL, em São Paulo

27/08/2020 12h46

A prefeitura de São Paulo divulgou hoje os dados da segunda etapa do inquérito sorológico realizado com alunos da rede municipal de ensino. Os dados apresentados mostram que a proporção de assintomáticos subiu em relação ao último levantamento e foi de 64,4% para 69,5%. O estudo também mostrou que o número de alunos que já possuem anticorpos contra o novo coronavírus saltou de 16,1% para 18,3%.

A pesquisa foi realizada com 6 mil alunos com idades entre 4 e 14 anos. Dos estudantes testados, 26,3% moram com idosos acima de 60 anos — o número era de 25,9% na etapa anterior.

A prevalência entre pretos e pardos (20%) segue maior do que em alunos brancos (16,1%). Já a adesão dos alunos ao isolamento social está em torno de 98%.

Na entrevista coletiva de apresentação dos dados, o prefeito da capital, Bruno Covas (PSDB), disse que a próxima etapa, que será realizada em setembro, deve definir o retorno ou não das aulas presenciais em 2020.

"Entre 10 e 15 de setembro devemos ter a terceira fase do inquérito realizado com crianças, abrangendo não só alunos da rede municipal, mas também os da rede estadual e da rede privada na cidade de São Paulo. A partir dessa fase a prefeitura vai então decidir se teremos ou não retorno às aulas neste ano", disse o prefeito.