PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Ribeirão Preto (SP) suspende volta das aulas presenciais até maio

Página no Facebook do programa Escola na TV, um dos recursos do ensino remoto em Ribeirão Preto - Divulgação/Prefeitura de Ribeirão Preto
Página no Facebook do programa Escola na TV, um dos recursos do ensino remoto em Ribeirão Preto Imagem: Divulgação/Prefeitura de Ribeirão Preto

Do UOL, em São Paulo

05/03/2021 17h31

A Prefeitura de Ribeirão Preto (SP) decidiu suspender a volta das aulas presenciais por todo o primeiro bimestre do ano letivo de 2021. Em resolução publicada na edição de ontem do Diário Oficial do município, ficou decidido que a rede municipal permanecerá com o ensino remoto até 7 de maio por causa da piora da pandemia de covid-19 no estado.

Já as redes estadual e privada têm autorização para funcionar segundo as regras do Plano São Paulo, que determina a adoção de medidas restritivas de enfrentamento à pandemia. Na fase vermelha, na qual todo o estado estará a partir da meia-noite de hoje, as escolas podem funcionar com atividades presenciais desde que não ultrapassem 35% da capacidade.

A volta às aulas presenciais em Ribeirão Preto estava marcada inicialmente para a última segunda-feira (1º), mas a Justiça de São Paulo suspendeu o retorno por conta de uma ação civil coletiva ajuizada pelo SSM/RPGP (Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis).

Diante da impossibilidade de retomar as aulas presenciais, a Secretaria de Educação da cidade do interior paulista decidiu retomar o ensino de forma remota até que uma nova determinação judicial possa mudar a situação. A decisão afeta alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental, EJA (Ensino de Jovens e Adultos) e Educação Especial.

Além de determinar que o primeiro bimestre terá apenas o ensino remoto, a Prefeitura de Ribeirão Preto também definiu o calendário para o ano letivo. As aulas vão até o dia 23 de dezembro, e as férias escolares do meio de ano serão de apenas uma semana, entre 26 e 30 de julho.

A gestão do prefeito Duarte Nogueira (PSDB) afirma que os alunos poderão contar no ensino remoto com os recursos do Google Classroom, Whatsapp e Facebook, além de aulas ao vivo na TV aberta, pelo Programa Escola na TV. A Secretaria de Educação também diz que enviará material impresso aos alunos.