Unesp

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://educacao.uol.com.br/album/2014/05/27/crise-nas-universidades-estaduais-de-sp.htm
  • totalImagens: 131
  • fotoInicial: 130
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20140527154812
    • São Paulo [5110];
    • Ensino superior [9155]; USP [9238]; Unicamp [12704]; Unesp [12733];
Fotos

22.mai.2014 - Trabalhadores da Unicamp em assembleia realizada nesta quinta. A greve da categoria começa amanhã Divulgação Mais

27.mai.2014 - Funcionários da Unicamp entraram em greve nesta terça-feira (27), em Campinas, no interior paulista. Professores e alunos também aderiram ao movimento contra o congelamento de salários. Na Universidade de São Paulo (USP) e na Universidade Estadual Paulista (Unesp), professores, funcionários e estudantes iniciaram uma paralisação pelo mesmo motivo Denny Cesare/Cógido 19/Estadão Conteúde Mais

27.mai.2014 - Professores, funcionários e estudantes da USP, Unesp e Unicamp protestam em frente à Assembleia Legislativa de São Paulo. Nesta terça, haverá uma audiência pública para discutir a crise financeira nas universidades estaduais de SP Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

27.mai.2014 - Professores, funcionários e estudantes da USP, Unesp e Unicamp protestam em frente à Assembleia Legislativa de São Paulo. Nesta terça, haverá uma audiência pública para discutir a crise financeira nas universidades estaduais de SP Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

28.mai.2014 - Alunos amontoam cadeiras e carteiras nos corredores da faculdade de História e Geografia da USP (Universidade de São Paulo), na manhã desta quarta-feira (28). Uma greve de funcionários, professores e estudantes começou ontem (27) Nelson Antoine/Fotoarena/Estadão Conteúdo Mais

03.jun.2013 - Professores, funcionários e estudantes da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) protestam em frente à reitoria da Unesp, nesta terça-feira (3). A manifestação interditou as ruas Xavier de Toledo e Quirino de Andrade, no centro de São Paulo. Segundo a assessoria de imprensa da Unesp, a vice-reitora em exercício da intituição e presidente do Cruesp (Conselho de reitores das Universidades Estaduais de São Paulo), Marilza Vieira Cunha Rudge, está reunida com representantes do Fórum das Seis (entidade que engloba os sindicatos e representações estudantis das três universidades), além de três alunos de cada universidade e um do Centro Paula Souza. As manifestações e greves nas universidades estaduais paulistas começaram após o anúncio do congelamento do salário de docentes e servidores Junior Lago/UOL Mais

03.jun.2013 - Professores, funcionários e estudantes da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) protestam em frente à reitoria da Unesp, nesta terça-feira (3). A manifestação interditou as ruas Xavier de Toledo e Quirino de Andrade, no centro de São Paulo. Segundo a assessoria de imprensa da Unesp, a vice-reitora em exercício da intituição e presidente do Cruesp (Conselho de reitores das Universidades Estaduais de São Paulo), Marilza Vieira Cunha Rudge, está reunida com representantes do Fórum das Seis (entidade que engloba os sindicatos e representações estudantis das três universidades), além de três alunos de cada universidade e um do Centro Paula Souza. As manifestações e greves nas universidades estaduais paulistas começaram após o anúncio do congelamento do salário de docentes e servidores Junior Lago/UOL Mais

03.jun.2013 - Professores, funcionários e estudantes da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) protestam em frente à reitoria da Unesp, nesta terça-feira (3). A manifestação interditou as ruas Xavier de Toledo e Quirino de Andrade, no centro de São Paulo. Segundo a assessoria de imprensa da Unesp, a vice-reitora em exercício da intituição e presidente do Cruesp (Conselho de reitores das Universidades Estaduais de São Paulo), Marilza Vieira Cunha Rudge, está reunida com representantes do Fórum das Seis (entidade que engloba os sindicatos e representações estudantis das três universidades), além de três alunos de cada universidade e um do Centro Paula Souza. As manifestações e greves nas universidades estaduais paulistas começaram após o anúncio do congelamento do salário de docentes e servidores Junior Lago/UOL Mais

03.jun.2013 - Professores, funcionários e estudantes da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) protestam em frente à reitoria da Unesp, nesta terça-feira (3). A manifestação interditou as ruas Xavier de Toledo e Quirino de Andrade, no centro de São Paulo. Segundo a assessoria de imprensa da Unesp, a vice-reitora em exercício da intituição e presidente do Cruesp (Conselho de reitores das Universidades Estaduais de São Paulo), Marilza Vieira Cunha Rudge, está reunida com representantes do Fórum das Seis (entidade que engloba os sindicatos e representações estudantis das três universidades), além de três alunos de cada universidade e um do Centro Paula Souza. As manifestações e greves nas universidades estaduais paulistas começaram após o anúncio do congelamento do salário de docentes e servidores Junior Lago/UOL Mais

03.jun.2013 - Professores, funcionários e estudantes da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) protestam em frente à reitoria da Unesp, nesta terça-feira (3). A manifestação interditou as ruas Xavier de Toledo e Quirino de Andrade, no centro de São Paulo. Segundo a assessoria de imprensa da Unesp, a vice-reitora em exercício da intituição e presidente do Cruesp (Conselho de reitores das Universidades Estaduais de São Paulo), Marilza Vieira Cunha Rudge, está reunida com representantes do Fórum das Seis (entidade que engloba os sindicatos e representações estudantis das três universidades), além de três alunos de cada universidade e um do Centro Paula Souza. As manifestações e greves nas universidades estaduais paulistas começaram após o anúncio do congelamento do salário de docentes e servidores Junior Lago/UOL Mais

03.jun.2013 - Professores, funcionários e estudantes da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) protestam em frente à reitoria da Unesp, nesta terça-feira (3). A manifestação interditou as ruas Xavier de Toledo e Quirino de Andrade, no centro de São Paulo. Segundo a assessoria de imprensa da Unesp, a vice-reitora em exercício da intituição e presidente do Cruesp (Conselho de reitores das Universidades Estaduais de São Paulo), Marilza Vieira Cunha Rudge, está reunida com representantes do Fórum das Seis (entidade que engloba os sindicatos e representações estudantis das três universidades), além de três alunos de cada universidade e um do Centro Paula Souza. As manifestações e greves nas universidades estaduais paulistas começaram após o anúncio do congelamento do salário de docentes e servidores Junior Lago/UOL Mais

03.jun.2013 - Professores, funcionários e estudantes da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) protestam em frente à reitoria da Unesp, nesta terça-feira (3). A manifestação interditou as ruas Xavier de Toledo e Quirino de Andrade, no centro de São Paulo. Segundo a assessoria de imprensa da Unesp, a vice-reitora em exercício da intituição e presidente do Cruesp (Conselho de reitores das Universidades Estaduais de São Paulo), Marilza Vieira Cunha Rudge, está reunida com representantes do Fórum das Seis (entidade que engloba os sindicatos e representações estudantis das três universidades), além de três alunos de cada universidade e um do Centro Paula Souza. As manifestações e greves nas universidades estaduais paulistas começaram após o anúncio do congelamento do salário de docentes e servidores Junior Lago/UOL Mais

03.jun.2013 - Professores, funcionários e estudantes da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) protestam em frente à reitoria da Unesp, nesta terça-feira (3). A manifestação interditou as ruas Xavier de Toledo e Quirino de Andrade, no centro de São Paulo. Segundo a assessoria de imprensa da Unesp, a vice-reitora em exercício da intituição e presidente do Cruesp (Conselho de reitores das Universidades Estaduais de São Paulo), Marilza Vieira Cunha Rudge, está reunida com representantes do Fórum das Seis (entidade que engloba os sindicatos e representações estudantis das três universidades), além de três alunos de cada universidade e um do Centro Paula Souza. As manifestações e greves nas universidades estaduais paulistas começaram após o anúncio do congelamento do salário de docentes e servidores Junior Lago/UOL Mais

03.jun.2013 - Professores, funcionários e estudantes da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) protestam em frente à reitoria da Unesp, nesta terça-feira (3). A manifestação interditou as ruas Xavier de Toledo e Quirino de Andrade, no centro de São Paulo. Segundo a assessoria de imprensa da Unesp, a vice-reitora em exercício da intituição e presidente do Cruesp (Conselho de reitores das Universidades Estaduais de São Paulo), Marilza Vieira Cunha Rudge, está reunida com representantes do Fórum das Seis (entidade que engloba os sindicatos e representações estudantis das três universidades), além de três alunos de cada universidade e um do Centro Paula Souza. As manifestações e greves nas universidades estaduais paulistas começaram após o anúncio do congelamento do salário de docentes e servidores Junior Lago/UOL Mais

03.jun.2013 - Professores, funcionários e estudantes da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) protestam em frente à reitoria da Unesp, nesta terça-feira (3). A manifestação interditou as ruas Xavier de Toledo e Quirino de Andrade, no centro de São Paulo. Segundo a assessoria de imprensa da Unesp, a vice-reitora em exercício da intituição e presidente do Cruesp (Conselho de reitores das Universidades Estaduais de São Paulo), Marilza Vieira Cunha Rudge, está reunida com representantes do Fórum das Seis (entidade que engloba os sindicatos e representações estudantis das três universidades), além de três alunos de cada universidade e um do Centro Paula Souza. As manifestações e greves nas universidades estaduais paulistas começaram após o anúncio do congelamento do salário de docentes e servidores Junior Lago/UOL Mais

03.jun.2013 - Professores, funcionários e estudantes da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) protestam em frente à reitoria da Unesp, nesta terça-feira (3). A manifestação interditou as ruas Xavier de Toledo e Quirino de Andrade, no centro de São Paulo. Segundo a assessoria de imprensa da Unesp, a vice-reitora em exercício da intituição e presidente do Cruesp (Conselho de reitores das Universidades Estaduais de São Paulo), Marilza Vieira Cunha Rudge, está reunida com representantes do Fórum das Seis (entidade que engloba os sindicatos e representações estudantis das três universidades), além de três alunos de cada universidade e um do Centro Paula Souza. As manifestações e greves nas universidades estaduais paulistas começaram após o anúncio do congelamento do salário de docentes e servidores Junior Lago/UOL Mais

03.jun.2013 - Professores, funcionários e estudantes da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) protestam em frente à reitoria da Unesp, nesta terça-feira (3). A manifestação interditou as ruas Xavier de Toledo e Quirino de Andrade, no centro de São Paulo. Segundo a assessoria de imprensa da Unesp, a vice-reitora em exercício da intituição e presidente do Cruesp (Conselho de reitores das Universidades Estaduais de São Paulo), Marilza Vieira Cunha Rudge, está reunida com representantes do Fórum das Seis (entidade que engloba os sindicatos e representações estudantis das três universidades), além de três alunos de cada universidade e um do Centro Paula Souza. As manifestações e greves nas universidades estaduais paulistas começaram após o anúncio do congelamento do salário de docentes e servidores Junior Lago/UOL Mais

03.jun.2013 - Professores, funcionários e estudantes da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) protestam em frente à reitoria da Unesp, nesta terça-feira (3). A manifestação interditou as ruas Xavier de Toledo e Quirino de Andrade, no centro de São Paulo. Segundo a assessoria de imprensa da Unesp, a vice-reitora em exercício da intituição e presidente do Cruesp (Conselho de reitores das Universidades Estaduais de São Paulo), Marilza Vieira Cunha Rudge, está reunida com representantes do Fórum das Seis (entidade que engloba os sindicatos e representações estudantis das três universidades), além de três alunos de cada universidade e um do Centro Paula Souza. As manifestações e greves nas universidades estaduais paulistas começaram após o anúncio do congelamento do salário de docentes e servidores Junior Lago/UOL Mais

10.jun.2014 - Um ato unificado de estudantes, professores e funcionários da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual Paulista) acontece na tarde desta terça-feira (10) em frente ao prédio da nova reitoria da USP Reprodução/DCE Livre da USP Mais

10.jun.2014 - Um ato unificado de estudantes, professores e funcionários da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual Paulista) acontece na tarde desta terça-feira (10) em frente ao prédio da nova reitoria da USP Reprodução/DCE Livre da USP Mais

10.jun.2014 - Um ato unificado de estudantes, professores e funcionários da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual Paulista) acontece na tarde desta terça-feira (10) em frente ao prédio da nova reitoria da USP Reprodução/DCE Livre da USP Mais

11.jun.2014 - Funcionários, professores e estudantes da USP, Unesp e Unicamp bloqueiam a entrada principal da USP (Universidade de São Paulo), na zona oeste de São Paulo na manhã desta quarta-feira. Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), às 10h50, a rua Alvarenga continuava bloqueada pelos manifestantes. Os motoristas que estão na marginal Pinheiros, sentido Interlagos, e na ponte Cidade Universitária, sentido rua Alvarenga, são orientados a continuar na marginal e entrar no acesso da Eusébio Matoso Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

11.jun.2014 - Funcionários, professores e estudantes da USP, Unesp e Unicamp bloqueiam a entrada principal da USP (Universidade de São Paulo), na zona oeste de São Paulo na manhã desta quarta-feira. Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), às 10h50, a rua Alvarenga continuava bloqueada pelos manifestantes. Os motoristas que estão na marginal Pinheiros, sentido Interlagos, e na ponte Cidade Universitária, sentido rua Alvarenga, são orientados a continuar na marginal e entrar no acesso da Eusébio Matoso Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

11.jun.2014 - Funcionários, professores e estudantes da USP, Unesp e Unicamp bloqueiam a entrada principal da USP (Universidade de São Paulo), na zona oeste de São Paulo na manhã desta quarta-feira. Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), às 10h50, a rua Alvarenga continuava bloqueada pelos manifestantes. Os motoristas que estão na marginal Pinheiros, sentido Interlagos, e na ponte Cidade Universitária, sentido rua Alvarenga, são orientados a continuar na marginal e entrar no acesso da Eusébio Matoso Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

11.jun.2014 - Funcionários, professores e estudantes da USP, Unesp e Unicamp bloqueiam a entrada principal da USP (Universidade de São Paulo), na zona oeste de São Paulo na manhã desta quarta-feira. Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), às 10h50, a rua Alvarenga continuava bloqueada pelos manifestantes. Os motoristas que estão na marginal Pinheiros, sentido Interlagos, e na ponte Cidade Universitária, sentido rua Alvarenga, são orientados a continuar na marginal e entrar no acesso da Eusébio Matoso Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

11.jun.2014 - Funcionários, professores e estudantes da USP, Unesp e Unicamp bloqueiam a entrada principal da USP (Universidade de São Paulo), na zona oeste de São Paulo na manhã desta quarta-feira. Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), às 10h50, a rua Alvarenga continuava bloqueada pelos manifestantes. Os motoristas que estão na marginal Pinheiros, sentido Interlagos, e na ponte Cidade Universitária, sentido rua Alvarenga, são orientados a continuar na marginal e entrar no acesso da Eusébio Matoso Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

11.jun.2014 - Funcionários, professores e estudantes da USP, Unesp e Unicamp bloqueiam a entrada principal da USP (Universidade de São Paulo), na zona oeste de São Paulo na manhã desta quarta-feira. Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), às 10h50, a rua Alvarenga continuava bloqueada pelos manifestantes. Os motoristas que estão na marginal Pinheiros, sentido Interlagos, e na ponte Cidade Universitária, sentido rua Alvarenga, são orientados a continuar na marginal e entrar no acesso da Eusébio Matoso Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

11.jun.2014 - Funcionários, professores e estudantes da USP, Unesp e Unicamp bloqueiam a entrada principal da USP (Universidade de São Paulo), na zona oeste de São Paulo na manhã desta quarta-feira. Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), às 10h50, a rua Alvarenga continuava bloqueada pelos manifestantes. Os motoristas que estão na marginal Pinheiros, sentido Interlagos, e na ponte Cidade Universitária, sentido rua Alvarenga, são orientados a continuar na marginal e entrar no acesso da Eusébio Matoso Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

11.jun.2014 - Funcionários, professores e estudantes da USP, Unesp e Unicamp bloqueiam a entrada principal da USP (Universidade de São Paulo), na zona oeste de São Paulo na manhã desta quarta-feira. Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), às 10h50, a rua Alvarenga continuava bloqueada pelos manifestantes. Os motoristas que estão na marginal Pinheiros, sentido Interlagos, e na ponte Cidade Universitária, sentido rua Alvarenga, são orientados a continuar na marginal e entrar no acesso da Eusébio Matoso Taba Benedicto/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

11.jun.2014 - Grevistas da USP, Unesp e Unicamp fecham rua Alvarenga, nas proximidades da Cidade Universitária em São Paulo Taba Benedicto/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

11.jun.2014 - Funcionários, professores e estudantes da USP, Unesp e Unicamp bloqueiam a entrada principal da USP (Universidade de São Paulo), na zona oeste de São Paulo na manhã desta quarta-feira. Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), às 10h50, a rua Alvarenga continuava bloqueada pelos manifestantes. Os motoristas que estão na marginal Pinheiros, sentido Interlagos, e na ponte Cidade Universitária, sentido rua Alvarenga, são orientados a continuar na marginal e entrar no acesso da Eusébio Matoso Taba Benedicto/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

11.jun.2014 - Cerca de 300 funcionários e estudantes da USP bloqueiam a rua Alvarenga, nos arredores da Cidae Universitária. Segundo sindicato dos funcionários, bloqueio seguirá "até quando conseguirem", categoria tem assembleia hoje para discutir a mobilização Marcelo Casall Jr/Agência Brasil Mais

11.jun.2014 - Cerca de 300 funcionários e estudantes da USP bloqueiam a rua Alvarenga, nos arredores da Cidae Universitária. Segundo sindicato dos funcionários, bloqueio seguirá "até quando conseguirem", categoria tem assembleia hoje para discutir a mobilização Marcelo Casall Jr/Agência Brasil Mais

11.jun.2014 - Cerca de 300 funcionários e estudantes da USP bloqueiam a rua Alvarenga, nos arredores da Cidae Universitária. Segundo sindicato dos funcionários, bloqueio seguirá "até quando conseguirem", categoria tem assembleia hoje para discutir a mobilização Marcelo Casall Jr/Agência Brasil Mais

18.jun.2014 - Professores, funcionários e alunos da USP, Unesp e Unicamp, em greve há cerca de um mês, participam de aula pública na praça da Sé, no centro da capital paulista, na tarde desta quarta-feira (18). A atividade é organizada pelo Fórum das Seis, que engloba as entidades sindicais e estudantis das três universidades e do Centro Paula Souza. Após o ato, alguns alunos também protestaram dentro da Estação Sé do Metrô para cobrar que o governador Geraldo Alckmin (PSDB) cancele a demissão de 42 metroviários - os profissionais foram dispensados após uma paralisação de cinco dias Fábio H. Mendes/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

26.jun.2014 - Manifestantes fecharam na manha desta quinta-feira (26) o acesso da Cidade Universitária, no bairro do Butantã, em São Paulo, em protesto contra a prisão de Fabio Hideki Harano, preso durante uma manifestação na avenida Paulista Zanone Fraissat/Folhapress Mais

26.jun.2014 - Manifestantes seguem rumo ao Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo Paulista. Na manha desta quinta-feira (26), funcionários e estudantes da USP (Universidade de São Paulo) bloquearam o acesso a um dos portões da Cidade Universitária, no bairro do Butantã, em São Paulo. Eles protestam contra a prisão de Fabio Hideki Harano, preso durante uma manifestação na avenida Paulista Luiz Claudio Barbosa/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

27.jun.2014 - Professores e funcionários da USP participam do "arraial da greve", festa junina organizada pela Associação de Docentes da instituição. Em greve desde o dia 27 de maio, a Adusp (sindicato dos docentes da USP) pede um aumento de cerca de 10%. Danilo Verpa/Folhapress Mais

27.jun.2014 - Professores e funcionários da USP participam do "arraial da greve", festa junina organizada pela Associação de Docentes da instituição. Em greve desde o dia 27 de maio, a Adusp (sindicato dos docentes da USP) pede um aumento de cerca de 10%. Danilo Verpa/Folhapress Mais

27.jun.2014 - Professores e funcionários da USP participam do "arraial da greve", festa junina organizada pela Associação de Docentes da instituição. Em greve desde o dia 27 de maio, a Adusp (sindicato dos docentes da USP) pede um aumento de cerca de 10%. Danilo Verpa/Folhapress Mais

27.jun.2014 - Professores e funcionários da USP participam do "arraial da greve", festa junina organizada pela Associação de Docentes da instituição. Em greve desde o dia 27 de maio, a Adusp (sindicato dos docentes da USP) pede um aumento de cerca de 10%. Danilo Verpa/Folhapress Mais

27.jun.2014 - Professores e funcionários da USP participam do "arraial da greve", festa junina organizada pela Associação de Docentes da instituição. Em greve desde o dia 27 de maio, a Adusp (sindicato dos docentes da USP) pede um aumento de cerca de 10%. Danilo Verpa/Folhapress Mais

1º.jul.2014 - Professores, funcionários e estudantes da USP, Unesp e Unicamp participam de ato em frente à reitoria da Unesp, no centro de São Paulo (SP), para pedir a reabertura da negociação salarial com o Cruesp (Conselho de Reitores das Universidades Estaduais de São Paulo). Categorias das três universidades estaduais entraram em greve após o Cruesp decidir, em 21 de maio, pelo reajuste zero nos salários de professores e funcionários Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

1º.jul.2014 - Professores, funcionários e estudantes da USP, Unesp e Unicamp participam de ato em frente à reitoria da Unesp, no centro de São Paulo (SP), para pedir a reabertura da negociação salarial com o Cruesp (Conselho de Reitores das Universidades Estaduais de São Paulo). Categorias das três universidades estaduais entraram em greve após o Cruesp decidir, em 21 de maio, pelo reajuste zero nos salários de professores e funcionários Mario Ângelo/SigmaPress/Estadão Conteúdo Mais

30.jul.2014 - Funcionários, professores e estudantes da USP (Universidade de São Paulo) participam de uma doação de sangue coletiva em forma de protesto no Hospital das Clínicas, nesta quarta-feira (30). Três universidades paulistas estão em greve há mais de dois meses, sem definição para o retorno das atividades Luiz Carlos Murauskas/Folhapress Mais

4.ago.2014 - Estudantes acampam em frente ao Cepeusp (Centro de Práticas Esportivas da USP), na Cidade Universitária, zona oeste de São Paulo, na manhã desta segunda-feira (4). No domingo, a Polícia Militar cumpriu ordem de reintegração de posse e liberou o local, que estava bloqueado por um piquete feito por funcionários e estudantes em greve Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

4.ago.2014 - Funcionários da USP realizam assembleia em frente ao prédio da Reitoria, na Cidade Universitária, zona oeste de São Paulo, nesta segunda-feira (4). A greve dos funcionários, professores e alunos já dura 68 dias. Parte dos funcionários foi informada nos últimos dias sobre desconto por faltas no próximo pagamento Luiz Claudio Barbosa/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

4.ago.2014 - Funcionários e alunos da USP votam pela continuidade da greve na universidade nesta segunda Reprodução Facebook Mais

5.ago.2014 - Um grupo de cerca de 50 grevistas passou a madrugada desta terça-feira acampado em frente ao prédio da reitoria da USP (Universidade de São Paulo), zona oeste de São Paulo Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

5.ago.2014 - Um grupo de cerca de 50 grevistas passou a madrugada desta terça-feira acampado em frente ao prédio da reitoria da USP (Universidade de São Paulo), zona oeste de São Paulo Nivaldo Lima/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

6.ago.2014 - Funcionários da USP (Universidade de São Paulo), em greve há mais de dois meses, continuam acampados em frente ao prédio da reitoria, na Cidade Universitária, nesta quarta-feira (6). A assessoria de imprensa da USP estima que 10% dos servidores técnico-administrativos estejam em greve e afirma que as aulas ocorrem normalmente, exceto na FFLCH, que está promovendo uma semana de debates Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

Funcionários da USP (Universidade de São Paulo) pulam o portão para driblar o bloqueio feito por grevistas na manhã desta quinta (7). Movimento bloqueia a principal entrada da universidade; suas reivindicações incluem a liberdade do estudante Fábio Hideki e a abertura de negociação com a Reitoria por aumento de salário e reversão do corte de ponto Hélvio Romero/Estadão Conteúdo Mais

7.ago.2014 - Funcionários da USP (Universidade de São Paulo) pulam o portão para driblar o bloqueio feito por grevistas na manhã desta quinta (7). Movimento bloqueia a principal entrada da universidade; suas reivindicações incluem a liberdade do estudante Fábio Hideki e a abertura de negociação com a Reitoria por aumento de salário e reversão do corte de ponto Nelson Antoine/FotoArena/Estadão Conteúdo Mais

7.ago.2014 - Estudantes e funcionários da USP (Universidade de São Paulo) fecham os portões do campus na Rua Alvarenga em São Paulo, SP, na manhã desta quinta-feira (7), em protesto contra o corte dos salários de milhares de trabalhadores por exercerem o direito constitucional de greve. Os manifestantes também pedem a libertação do aluno e funcionário da USP Fábio Hideki Harano, que foi preso em uma manifestação na capital Luiz Claudio Barbosa/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

7.ago.2014 - Funcionários e estudantes da USP fazem manifestação no portão 3 da Cidade Universitária, na zona oeste de São Paulo. Trânsito ficou congestionado na Av. Corifeu de Azevedo Marques na manhã desta quinta (7). A paralisação já dura mais de 70 dias Helvio Romero/Estadão Conteúdo Mais

14.ago.2014 - Cerca de 1.500 funcionários e estudantes das três universidades estaduais paulistas fazem passeata da Cidade Universitária até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado de São Paulo na tarde desta quinta. Os grevistas da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) reivindicam "o cálculo correto da dotação orçamentária", o que traria mais recursos às instituições Reinaldo Canato/UOL Mais

14.ago.2014 - Cerca de 1.500 funcionários e estudantes das três universidades estaduais paulistas fazem passeata da Cidade Universitária até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado de São Paulo na tarde desta quinta. Os grevistas da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) reivindicam "o cálculo correto da dotação orçamentária", o que traria mais recursos às instituições Reinaldo Canato/UOL Mais

14.ago.2014 - Cerca de 1.500 funcionários e estudantes das três universidades estaduais paulistas fazem passeata da Cidade Universitária até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado de São Paulo na tarde desta quinta. Os grevistas da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) reivindicam "o cálculo correto da dotação orçamentária", o que traria mais recursos às instituições Reinaldo Canato/UOL Mais

14.ago.2014 - Cerca de 1.500 funcionários e estudantes das três universidades estaduais paulistas fazem passeata da Cidade Universitária até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado de São Paulo na tarde desta quinta. Os grevistas da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) reivindicam "o cálculo correto da dotação orçamentária", o que traria mais recursos às instituições Reinaldo Canato/UOL Mais

14.ago.2014 - Cerca de 1.500 funcionários e estudantes das três universidades estaduais paulistas fazem passeata da Cidade Universitária até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado de São Paulo na tarde desta quinta. Os grevistas da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) reivindicam "o cálculo correto da dotação orçamentária", o que traria mais recursos às instituições Reinaldo Canato/UOL Mais

14.ago.2014 - Cerca de 1.500 funcionários e estudantes das três universidades estaduais paulistas fazem passeata da Cidade Universitária até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado de São Paulo na tarde desta quinta. A estimativa é da Guarda Universitária. Os grevistas da USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) reivindicam "o cálculo correto da dotação orçamentária", o que traria mais recursos às instituições Reinaldo Canato/UOL Mais

14.ago.2014 - Cerca de 1.500 manifestantes fazem passeata em direção ao Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual paulista. São funcionários e alunos das três universidades estaduais paulistas (USP, Unesp e Unicamp) e eles reivindicam soluções para a crise financeira que atinge as instituições. Na USP, a greve já dura quase três meses Reinaldo Canato/UOL Mais

14.ago.2014 - Cerca de 1.500 manifestantes fazem passeata em direção ao Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual paulista. São funcionários e alunos das três universidades estaduais paulistas (USP, Unesp e Unicamp) e eles reivindicam soluções para a crise financeira que atinge as instituições. Na USP, a greve já dura quase três meses Reinaldo Canato/UOL Mais

14.ago.2014 - Cerca de 1.500 manifestantes fazem passeata em direção ao Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual paulista. São funcionários e alunos das três universidades estaduais paulistas (USP, Unesp e Unicamp) e eles reivindicam soluções para a crise financeira que atinge as instituições. Na USP, a greve já dura quase três meses Reinaldo Canato/UOL Mais

14.ago.2014 - Cerca de 1.500 manifestantes fazem passeata em direção ao Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual paulista, no Morumbi. São funcionários e alunos das três universidades estaduais paulistas (USP, Unesp e Unicamp). Eles reivindicam soluções para a crise financeira que atinge as instituições Reinaldo Canato/UOL Mais

14.ago.2014 - Cerca de 1.500 manifestantes fazem passeata em direção ao Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual paulista, no Morumbi. São funcionários e alunos das três universidades estaduais paulistas (USP, Unesp e Unicamp). Eles reivindicam soluções para a crise financeira que atinge as instituições Reinaldo Canato/UOL Mais

14.ago.2014 - Cerca de 1.500 manifestantes fazem passeata em direção ao Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual paulista, no Morumbi. São funcionários e alunos das três universidades estaduais paulistas (USP, Unesp e Unicamp). Eles reivindicam soluções para a crise financeira que atinge as instituições Reinaldo Canato/UOL Mais

14.ago.2014 - Funcionários, professores e alunos das três universidades estaduais paulistas - USP, Unesp e Unicamp - fizeram uma passeata da USP até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual paulista, no Morumbi, onde estão agora. Os manifestantes pedem soluções para a crise orçamentária das universidades. Segundo a PM, aproximadamente 1.500 pessoas participam do ato Reinaldo Canato/UOL Mais

14.ago.2014 - Funcionários, professores e alunos das três universidades estaduais paulistas - USP, Unesp e Unicamp - fizeram uma passeata da USP até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual paulista, no Morumbi, onde estão agora. Os manifestantes pedem soluções para a crise orçamentária das universidades. Segundo a PM, aproximadamente 1.500 pessoas participam do ato Reinaldo Canato/UOL Mais

14.ago.2014 - Funcionários, professores e alunos das três universidades estaduais paulistas - USP, Unesp e Unicamp - fizeram uma passeata da USP até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual paulista, no Morumbi, onde estão agora. Os manifestantes pedem soluções para a crise orçamentária das universidades. Segundo a PM, aproximadamente 1.500 pessoas participam do ato Reinaldo Canato/UOL Mais

14.ago.2014 - Funcionários, professores e alunos das três universidades estaduais paulistas - USP, Unesp e Unicamp - fizeram uma passeata da USP até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual paulista, no Morumbi, onde estão agora. Os manifestantes pedem soluções para a crise orçamentária das universidades. Segundo a PM, aproximadamente 1.500 pessoas participam do ato Reinaldo Canato/UOL Mais

14.ago.2014 - Funcionários, professores e alunos das três universidades estaduais paulistas - USP, Unesp e Unicamp - fizeram uma passeata da USP até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual paulista, no Morumbi, onde estão agora. Os manifestantes pedem soluções para a crise orçamentária das universidades. Segundo a PM, aproximadamente 1.500 pessoas participam do ato Reinaldo Canato/UOL Mais

14.ago.2014 - Funcionários, professores e alunos das três universidades estaduais paulistas - USP, Unesp e Unicamp - fizeram uma passeata da USP até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual paulista, no Morumbi, onde estão agora. Os manifestantes pedem soluções para a crise orçamentária das universidades. Segundo a PM, aproximadamente 1.500 pessoas participam do ato Reinaldo Canato/UOL Mais

14.ago.2014 - Funcionários, professores e alunos das três universidades estaduais paulistas - USP, Unesp e Unicamp - fizeram uma passeata da USP até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual paulista, no Morumbi, onde estão agora. Os manifestantes pedem soluções para a crise orçamentária das universidades. Segundo a PM, aproximadamente 1.500 pessoas participam do ato Reinaldo Canato/UOL Mais

14.ago.2014 - Funcionários, professores e alunos das três universidades estaduais paulistas - USP, Unesp e Unicamp - fizeram uma passeata da USP até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual paulista, no Morumbi, onde estão agora. Os manifestantes pedem soluções para a crise orçamentária das universidades. Segundo a PM, aproximadamente 1.500 pessoas participam do ato Reinaldo Canato/UOL Mais

14.ago.2014 - Funcionários, professores e alunos das três universidades estaduais paulistas - USP, Unesp e Unicamp - fizeram uma passeata da USP até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual paulista, no Morumbi, onde estão agora. Os manifestantes pedem soluções para a crise orçamentária das universidades. Segundo a PM, aproximadamente 1.500 pessoas participam do ato Reinaldo Canato/UOL Mais

14.ago.2014 - Funcionários, professores e alunos das três universidades estaduais paulistas - USP, Unesp e Unicamp - fizeram uma passeata da USP até o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual paulista, no Morumbi, onde estão agora. Os manifestantes pedem soluções para a crise orçamentária das universidades. Segundo a PM, aproximadamente 1.500 pessoas participam do ato Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Grevistas da USP (Universidade de São Paulo) e PM (Polícia Militar) entram em confronto na manhã desta quarta (20); funcionários e alunos fazem bloqueio nas três portarias da universidade Marcos Bezerra/Futura Press Mais

20.ago.2014 - Grevistas da USP (Universidade de São Paulo) e PM (Polícia Militar) entram em confronto na manhã desta quarta (20); funcionários e alunos fazem bloqueio nas três portarias da universidade Marcos Bezerra/Futura Press Mais

20.ago.2014 - O confronto entre grevistas da USP e PM começou por volta das 6h30 nos arredores do portão 1, que fica na rua Alvarenga. Funcionários e estudantes pedem reabertura de negociações com a reitoria, que cortou o salário daqueles que aderiram à paralisação Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

20.ago.2014 - Grevistas da USP entraram em confronto com PM na manhã desta quarta (20) nos arredores do portão principal da universidade, que fica na rua Alvarenga. O trânsito na região ficou complicado Marcos Bezerra/Futura Press Mais

20.ago.2014 - Grevistas da USP fecham entrada principal da universidade pelo menos desde 6h da manhã; funcionários e alunos fazem protesto contra corte de salários de quem está fazendo paralisação e contra o reajuste zero de salário neste ano. Alguns setores da USP estão em greve desde o final de maio Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Grevistas da USP fecham entrada principal da universidade pelo menos desde 6h da manhã; funcionários e alunos fazem protesto contra corte de salários de quem está fazendo paralisação e contra o reajuste zero de salário neste ano. Alguns setores da USP estão em greve desde o final de maio Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Grevistas da USP fecham entrada principal da universidade pelo menos desde 6h da manhã; funcionários e alunos fazem protesto contra corte de salários de quem está fazendo paralisação e contra o reajuste zero de salário neste ano. Alguns setores da USP estão em greve desde o final de maio Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Grevistas da USP (Universidade de São Paulo) e PM (Polícia Militar) entram em confronto na manhã desta quarta (20); funcionários e alunos fazem bloqueio nas três portarias da universidade Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Grevistas da USP (Universidade de São Paulo) e PM (Polícia Militar) entram em confronto na manhã desta quarta (20); funcionários e alunos fazem bloqueio nas três portarias da universidade Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Grevistas da USP (Universidade de São Paulo) e PM (Polícia Militar) entram em confronto na manhã desta quarta (20); funcionários e alunos fazem bloqueio nas três portarias da universidade Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Grevistas da USP (Universidade de São Paulo) e PM (Polícia Militar) entram em confronto na manhã desta quarta (20); funcionários e alunos fazem bloqueio nas três portarias da universidade Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Grevistas da USP (Universidade de São Paulo) e PM (Polícia Militar) entram em confronto na manhã desta quarta (20); funcionários e alunos fazem bloqueio nas três portarias da universidade Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Por causa do confronto entre PM e grevistas da USP, o trânsito da avenida Vital Brasil ficou travado. Do outro lado do campus, na Marginal Pinheiros, o tráfego também ficou pesado Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Por causa do confronto entre PM e grevistas da USP, o trânsito da avenida Vital Brasil ficou travado. Do outro lado do campus, na Marginal Pinheiros, o tráfego também ficou pesado Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Por causa do confronto entre PM e grevistas da USP, o trânsito da avenida Vital Brasil ficou travado. Do outro lado do campus, na Marginal Pinheiros, o tráfego também ficou pesado Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Por causa do confronto entre PM e grevistas da USP, o trânsito da avenida Vital Brasil ficou travado. Do outro lado do campus, na Marginal Pinheiros, o tráfego também ficou pesado Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Pedestre tenta se proteger contra o gás lacrimogêneo lançado pela PM contra os grevistas da USP na região da avenida Vital Brasil, zona oeste de São Paulo Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Pedestres se protegem dentro da estação de metrô Butantã; PM lançou gás lacrimogêneo contra grevistas da USP que reivindicam reabertura de negociação com reitoria. Eles estão em greve desde 27 de maio Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Portão 1 da USP foi liberado após confronto entre grevistas e PM na manhã desta quarta Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Grevistas da USP fazem bloqueio na rua Alvarenga na manhã desta quarta Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Grevistas da USP fazem bloqueio na rua Alvarenga na manhã desta quarta Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Pelo menos sete viaturas da PM estão estacionadas perto da entrada principal da USP (Universidade de São Paulo), o chamado Portão 1. Na manhã desta quarta, PM e grevistas entraram em confronto Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Funcionários da USP (Universidade de São Paulo) decidem continuar a greve, que já dura mais de 80 dias. A assembleia foi realizada na manhã desta quarta-feira (20) após confronto entre PM e manifestantes que tentavam impedir a entrada de pessoas em todos os portões da universidade. No período da tarde, funcionários e representantes da reitoria devem participar de uma audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Funcionários da USP (Universidade de São Paulo) decidem continuar a greve, que já dura mais de 80 dias. A assembleia foi realizada na manhã desta quarta-feira (20) após confronto entre PM e manifestantes que tentavam impedir a entrada de pessoas em todos os portões da universidade. No período da tarde, funcionários e representantes da reitoria devem participar de uma audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Após confronto entre PM e manifestantes na USP (Universidade de São Paulo), homem exibe bala de borracha que teria sido disparada pela polícia Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Barbara Della Torre, 29, funcionária do Hospital Universitário da USP (Universidade de São Paulo), exibe ferimento causado por estilhaços de bombas de gás e de efeito moral lançadas pela PM durante confronto com manifestantes no portão três da Cidade Universitária. Segundo ela, outros dez manifestantes tiveram ferimentos e um deles precisou fazer uma microcirurgia para tirar uma bala de borracha Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Barbara Della Torre, 29, funcionária do Hospital Universitário da USP (Universidade de São Paulo), exibe ferimento causado por estilhaços de bombas de gás e de efeito moral lançadas pela PM durante confronto com manifestantes no portão três da Cidade Universitária. Segundo ela, outros dez manifestantes tiveram ferimentos e um deles precisou fazer uma microcirurgia para tirar uma bala de borracha Reinaldo Canato/UOL Mais

20.ago.2014 - Estudantes da Fofito (Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional da Faculdade de Medicina) demonstram insatisfação contra proposta de desvincular o HU (Hospital Universitário) da USP (Universidade de São Paulo). Na foto, os estudantes formam as letras "H" e "U". A foto foi tirada na terça (19) e divulgada pelo DCE (Diretório Central dos Estudantes) na tarde desta quarta Reprodução/Facebook Mais

21.ago.2014 - Funcionários em greve da USP (Universidade de São Paulo) realizam assembleia em frente ao prédio da reitoria na Cidade Universitária, nesta quinta-feira (21). Uma audiência de conciliação realizada no TRT (Tribunal Regional do Trabalho) com representantes da USP e do Sintusp (sindicato dos servidores da universidade) terminou sem acordo nesta quarta-feira (20). Os servidores estão em greve desde o fim de maio, após anúncio de congelamento de salários feito pela universidade. O reitor, Marco Antonio Zago, informou que a instituição fará um investimento inicial de até R$ 400 milhões em programa de demissão voluntária, caso ele seja aprovado Marco Ambrósio/Estadão Conteúdo Mais

25.ago.2014 - Funcionários do Hospital Universitário da USP, em São Paulo (SP), e estudantes realizam protesto, na manhã desta segunda-feira (25), contra a proposta de transferência do hospital para a Secretaria Estadual de Saúde, feita pelo reitor Marco Antonio Zago para sanar os problemas orçamentários da universidade. A manifestação segue em direção a faculdade de Medicina, na avenida Doutor Arnaldo, próximo ao Hospital das Clínicas Alex Falcão/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

25.ago.2014 - Funcionários do Hospital Universitário da USP, em São Paulo (SP), e estudantes realizam protesto, na manhã desta segunda-feira (25), contra a proposta de transferência do hospital para a Secretaria Estadual de Saúde, feita pelo reitor Marco Antonio Zago para sanar os problemas orçamentários da universidade. A manifestação segue em direção a faculdade de Medicina, na avenida Doutor Arnaldo, próximo ao Hospital das Clínicas Alex Falcão/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

25.ago.2014 - Estudantes e funcionários do Hospital Universitário da USP saíram em passeata da Cidade Universitária e pretendem caminhar até à Faculdade de Medicina da USP, na avenida Doutor Arnaldo, próximo ao Hospital das Clínicas. Segundo a PM, cerca de 150 pessoas participam do ato, que chegou a interditar a avenida Rebouças, sentido centro Alex Falcão/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

25.ago.2014 - Estudantes e funcionários do Hospital Universitário da USP saíram em passeata da Cidade Universitária e pretendem caminhar até à Faculdade de Medicina da USP, na avenida Doutor Arnaldo, próximo ao Hospital das Clínicas. Segundo a PM, cerca de 150 pessoas participam do ato, que chegou a interditar a avenida Rebouças, sentido centro Alex Falcão/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

25.ago.2014 - Estudantes da USP e funcionários do Hospital Universitário, em São Paulo (SP), realizam protesto em frente ao prédio da Faculdade de Medicina da USP, na avenida Doutor Arnaldo, na tarde desta segunda-feira (25). Os manifestantes não querem que o HU seja transferido ao Estado e pedem reabertura de negociação salarial com a reitoria Alex Falcão/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

25.ago.2014 - Estudantes da USP e funcionários do Hospital Universitário, em São Paulo (SP), realizam protesto em frente ao prédio da Faculdade de Medicina da USP, na avenida Doutor Arnaldo, na tarde desta segunda-feira (25). Os manifestantes não querem que o HU seja transferido ao Estado e pedem reabertura de negociação salarial com a reitoria Alex Falcão/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

25.ago.2014 - Manifestantes queimam um caixão simbólico do reitor da USP, Marco Antonio Zago, em frente à Faculdade de Medicina, na avenida Doutor Arnaldo, em São Paulo (SP), na tarde desta segunda-feira (25). Estudantes e funcionários da universidade protestam contra a proposta de transferir o HU para o Estado e pedem reabertura de negociação salarial com a reitoria Alex Falcão/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

25.ago.2014 - Manifestantes queimam um caixão simbólico do reitor da USP, Marco Antonio Zago, em frente à Faculdade de Medicina, na avenida Doutor Arnaldo, em São Paulo (SP), na tarde desta segunda-feira (25). Estudantes e funcionários da universidade protestam contra a proposta de transferir o HU para o Estado e pedem reabertura de negociação salarial com a reitoria Alex Falcão/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

25.ago.2014 - Manifestantes queimam um caixão simbólico do reitor da USP, Marco Antonio Zago, em frente à Faculdade de Medicina, na avenida Doutor Arnaldo, em São Paulo (SP), na tarde desta segunda-feira (25). Estudantes e funcionários da universidade protestam contra a proposta de transferir o HU para o Estado e pedem reabertura de negociação salarial com a reitoria Alex Falcão/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

26.ago.2014 - Estudantes e funcionários da USP (Universidade de São Paulo) fazem um ato em frente ao IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas), na Cidade Universitária, nesta terça-feira (26). Uma reunião do Conselho Universitário será realizada hoje na USP e deve discutir alternativas para a universidade sair da crise, entre elas a demissão voluntária de funcionários e a desvinculação do Hospital Universitário - medidas propostas pelo reitor e criticadas por estudantes, funcionários e professores Luiz Cláudio Barbosa/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

26.ago.2014 - Estudantes e funcionários da USP (Universidade de São Paulo) fazem um ato em frente ao IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas), na Cidade Universitária, nesta terça-feira (26). Uma reunião do Conselho Universitário será realizada hoje na USP e deve discutir alternativas para a universidade sair da crise, entre elas a demissão voluntária de funcionários e a desvinculação do Hospital Universitário - medidas propostas pelo reitor e criticadas por estudantes, funcionários e professores Luiz Cláudio Barbosa/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

1º.set.2014 - Dezenas de funcionários bloquearam três portarias da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) na manhã desta segunda-feira (1º). O objetivo do "trancaço" foi chamar a atenção para a greve de servidores da instituição por reajuste salarial, que já dura mais de três meses. O ato dificultou o trânsito tanto na entrada da universidade quanto na Rodovia D.Pedro 1º (SP-065) Luciano Claudino/Estadão Conteúdo Mais

2.set.2014 - Paredes da entrada da administração da Faculdade de História e Geografia da USP (Universidade de São Paulo), na Zona Oeste da capital paulista, estão pichadas. Cadeiras também são usadas para bloquear a entrada no local Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

2.set.2014 - Grevistas bloqueiam com cadeiras a entrada da administração da FAU (Faculdade de Arquitetura e Urbanismo) da USP, na zona oeste da capital paulista, na manhã desta terça-feira (2) Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

2.set.2014 - Acampamento de grevistas continua em frente à reitoria da USP (Universidade de São Paulo). Uma reunião do Conselho Universitário será realizada hoje (2) e deve discutir a proposta da reitoria sobre o plano de demissão voluntária Dario Oliveira/Código 19/Estadão Conteúdo Mais

3.set.2014 - Funcionários, estudantes e professores da USP realizam uma passeata nesta quarta-feira (3). Eles saíram da Cidade Universitária, no Butantã, e pretendem encontrar manifestantes da Unesp e da Unicamp na avenida Paulista para seguir a caminhada até a sede do Cruesp (Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas), na rua Itapeva, onde será realizada uma reunião para discutir o reajuste salarial dos funcionários e docentes. Segundo a CET, a manifestação interditava o sentido Consolação da avenida Paulista, por volta das 13h30 Luiz Claudio Barbosa/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

3.set.2014 - Funcionários, estudantes e professores da USP realizam uma passeata nesta quarta-feira (3). Eles saíram da Cidade Universitária, no Butantã, e encontraram com manifestantes da Unesp e da Unicamp na avenida Paulista. Em seguida, devem seguir a caminhada até a sede do Cruesp (Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas), na rua Itapeva, onde será realizada uma reunião para discutir o reajuste salarial dos funcionários e docentes Mario Ângelo/Sigmapress/Estadão Conteúdo Mais

3.set.2014 - Policiais militares acompanham a manifestação de funcionários e estudantes da USP, Unesp e Unicamp nesta quarta-feira (3). A passeata começou na Cidade Universitária da USP, no Butantã, seguiu para a avenida Paulista e deve terminar em frente à sede do Cruesp (Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas), na rua Itapeva, onde será realizada uma reunião para discutir o reajuste salarial dos funcionários e docentes DCE Livre da USP/Facebook Mais

3.set.2014 - Policiais militares acompanham a manifestação de funcionários e estudantes da USP, Unesp e Unicamp nesta quarta-feira (3). A passeata começou na Cidade Universitária da USP, no Butantã, seguiu para a avenida Paulista e deve terminar em frente à sede do Cruesp (Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas), na rua Itapeva, onde será realizada uma reunião para discutir o reajuste salarial dos funcionários e docentes Mariana Topfstedt/Sigmapress/Estadão Conteúdo Mais

3.set.2014 - Manifestante carrega bolo para lembrar os 100 dias de greve dos funcionários das universidades estaduais paulistas. Um ato, que saiu da USP e passou pela avenida Paulista, agora é realizado em frente à sede do Cruesp (Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas), na rua Itapeva Mariana Topfstedt/Sigmapress/Estadão Conteúdo Mais

04.set.2014 - Representantes da reitoria da USP (Universidade de São Paulo) e do Sintusp (sindicato dos funcionários da universidade) se reúnem no TRT (Tribunal Regional do Trabalho) para tentar entrar em acordo sobre a greve. Na segunda (1º), o TRT já havia determinado o pagamento dos salários atrasados dos grevistas da USP Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

9.set.2014 - Professores e funcionários de USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) protestam em frente à sede do Cruesp (Conselho de Reitores das Universidades Estaduais de São Paulo), na capital paulista, na tarde desta terça-feira (9). Do lado de dentro do prédio, é realizada uma reunião entre o conselho e o Fórum das Seis - entidade que representa o sindicato de professores e trabalhadores das três universidades. Na reunião, será decidido se essas instituições aceitam a proposta do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) de conceder aos trabalhadores um reajuste salarial de 5,2%, além de um abono de 28,6% pago de uma só vez para compensar o período descoberto desde a data-base da categoria Kevin David/Brazil Photo Press/Estadão Conteúdo Mais

9.set.2014 - Professores e funcionários de USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) protestam em frente à sede do Cruesp (Conselho de Reitores das Universidades Estaduais de São Paulo), na capital paulista, na tarde desta terça-feira (9). Do lado de dentro do prédio, é realizada uma reunião entre o conselho e o Fórum das Seis - entidade que representa o sindicato de professores e trabalhadores das três universidades. Na reunião, será decidido se essas instituições aceitam a proposta do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) de conceder aos trabalhadores um reajuste salarial de 5,2%, além de um abono de 28,6% pago de uma só vez para compensar o período descoberto desde a data-base da categoria Kevin David/Brazil Photo Press/Estadão Conteúdo Mais

19.set.2014 - Funcionários da USP (Universidade de São Paulo) decidiram, em assembleia realizada na manhã desta sexta-feira (19), encerrar a greve. A paralisação durou 116 dias. Os professores da instituição também decidiram voltar às aulas. As atividades devem retornar na segunda-feira (22) Nelson Antoine/Frame/Estadão Conteúdo Mais

22.set.2014 - Movimentação de alunos no prédio dos cursos de história e geografia na USP (Universidade de São Paulo), na zona oeste de São Paulo, SP, na manhã desta segunda-feira (22). Após uma greve de quase quatro meses, as aulas retornaram hoje Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

Crise nas universidades estaduais de SP

Mais álbuns de UOL Educação x

Últimos álbuns de Educação

UOL Cursos Online

Todos os cursos