Topo

Educação

Enem


"Redação não seria nada fácil para Bolsonaro", diz candidato após prova

 Paulo Victor foi um dos primeiros a sair após término da prova em escola no Grajaú - Cleber Souza/UOL
Paulo Victor foi um dos primeiros a sair após término da prova em escola no Grajaú Imagem: Cleber Souza/UOL

Cleber Souza

Do UOL, em São Paulo

03/11/2019 17h05Atualizada em 04/11/2019 12h31

O tema da redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) "Democratização do cinema no Brasil" vem gerando polêmica entre os estudantes. Paulo Victor, 18, diz que a prova não estava fácil, e que o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), não teria nenhuma facilidade quanto a redação.

Na opinião do estudante, o exame não apresentou nenhuma questão ideológica. Ele espera mais dificuldade no segundo dia de prova, que será no próximo domingo (10).

"O tema caiu contra o próprio presidente. A censura que ele vem fazendo ao cinema nacional é uma injustiça. Ele deveria entender mais sobre esse assunto", disse.

Para ele, o tema deste ano do Enem pegou muita gente de surpresa. Ainda apoia declaração da UNE (União Nacional dos Estudantes, em que diz que "Certamente Bolsonaro zeraria", fazendo referência a escolha.

Já a estudante Izabela Costa de Souza, 18, afirma que a prova teve um dificuldade média. Ela ainda afirma que tudo foi bem tranquilo durante a aplicação da prova na escola estadual Irmã Charlita, no bairro do Grajaú, extremo sul da capital paulista.

"A prova foi tranquila. Uma dificuldade média. Só o tema foi inesperado", completou.

Izabela ainda se diz preparada e que estudou para o segundo dia de prova, mesmo sabendo que "exatas" exige um grau de dificuldade maior para os candidatos.

Luiz Matheus afirmou que o presidente Jair Bolsonaro zeraria em qualquer redação - Cleber Souza/UOL
Luiz Matheus afirmou que o presidente Jair Bolsonaro zeraria em qualquer redação
Imagem: Cleber Souza/UOL

Luiz Matheus da Silva, 18, faz o Enem pela primeira vez. Ele afirma que a prova não teve questões de posicionamento político e que não achou muita complexidade neste primeiro dia.

Ele ainda diz que o tema foi "ridículo", pois esperava algo mais fácil para uma dissertação. Questionado sobre a declaração da UNE, o estudante afirma que em "qualquer redação ele [Bolsonaro] zeraria".

"Não tinha uma ligação entre o tema proposto e o que nos foi apresentado como exemplos. Aí tínhamos que dissertar sobre um tema sem sentido", disse.

O estudante se prepara agora para o segundo dia prova, pois é o que ele gosta particularmente. "Tenho mais interesse por exatas. Pretendo fazer ciências da computação ou T.I, então estou preparado", garantiu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Enem