PUBLICIDADE
Topo

Esse conteúdo é antigo

MEC flexibiliza regras para antecipação de formatura em áreas da saúde

19.fev.2020 - O ministro da Educação, Abraham Weintraub - Marcelo Camargo/Agência Brasil
19.fev.2020 - O ministro da Educação, Abraham Weintraub Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Do UOL, em São Paulo

13/04/2020 10h36

O MEC (Ministério da Educação) flexibilizou as regras para antecipar a formatura de estudantes de medicina, enfermagem, farmácia e fisioterapia pertencentes ao sistema federal de ensino e retirou a necessidade de que eles atuassem "exclusivamente" no combate à pandemia do novo coronavírus.

A portaria publicada hoje no Diário Oficial da União revoga a de 3 de abril. O texto inclui a rede privada e vale enquanto durar a situação de emergência pública em decorrência da covid-19.

Pelo documento, as colações de graus podem ser antecipadas desde que o aluno tenha completado 75% da carga horária prevista para o período de internato médico ou estágio supervisionado.

O texto exclui o trecho que dizia que a carga horária dedicada no esforço de contenção da pandemia deveria ser computada para complementação das horas devidas em sede de estágio curricular obrigatório; a emissão de certificado de participação do profissional no combate à pandemia, com a respectiva carga horária; e a bonificação de 10% na nota final do processo de seleção pública para o ingresso nos programas de residência.