PUBLICIDADE
Topo

Enem

Conteúdo publicado há
7 meses

Enem 2021 será em novembro ou dezembro, afirma presidente do Inep

Previsão é que a edição de 2021 do Enem ocorra entre novembro e dezembro deste ano - Arte/UOL
Previsão é que a edição de 2021 do Enem ocorra entre novembro e dezembro deste ano Imagem: Arte/UOL

Do UOL, em São Paulo

08/02/2021 11h03

A edição de 2021 do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) pode ocorrer entre novembro e dezembro deste ano. O planejamento mantém o cronograma do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), responsável pela prova, e foi divulgado ontem pelo presidente da instituição, Alexandre Lopes.

"As provas serão por volta de novembro, dezembro", disse Lopes durante a apresentação dos resultados do Enem digital, aplicado pela primeira vez na edição de 2020 do exame. Neste ano, a oferta digital será ampliada. O objetivo do Inep é fazer com que o Enem seja uma prova totalmente virtual até 2026.

O Enem 2020 sofreu alterações no calendário de prova em função da pandemia da covid-19. Os estudantes realizaram os exames no início de 2020 para que as taxas de contaminações pelo vírus fossem diminuídas. A prova foi aplicada na versão impressa nos dias 17 e 24 de janeiro e na versão digital entre os dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

O Inep foi contra o adiamento do Enem em 2020, alegando que a ação poderia colocar em risco políticas públicas.

Um documento chegou a ser apresentado à AGU (Advocacia-Geral da União) pelo Inep alegando que a realização do exame na data marcada era "perfeitamente possível e segura para todos os envolvidos, não havendo riscos de ordem sanitária".

Durante a realização das provas presenciais, estudantes registraram aglomerações nos locais de prova. Imagens circularam nas redes sociais mostrando candidatos aguardando em filas extensas para ingressar nos prédios onde o Enem seria realizado. Mais de 5,8 milhões de inscritos foram confirmados na edição de 2020.

Abstenção de 71,3% no Enem digital

Mais de 93 mil participantes estavam inscritos para a primeira edição do Enem Digital 2020. No entanto, houve uma abstenção total de 71,3%. No primeiro domingo de aplicação, que ocorreu no dia 31 de janeiro, o exame registrou ausência de 68,1% dos inscritos, segundo o Inep.

"Tanto no impresso quanto no digital, é normal que menos pessoas façam a prova em relação ao primeiro dia", disse o presidente do Inep durante a coletiva de imprensa que ocorreu ontem.

A prova vai ser reaplicada na versão impressa nos dias 23 e 24 de fevereiro. Poderão fazer o exame estudantes que não puderam comparecer nas datas originais por questões logísticas ou por sintomas de infectocontagiosas. O pedido pode ser feito pela página do participante a partir de hoje e segue até o dia 12 de fevereiro.

Enem