PUBLICIDADE
Topo

Enem

Termina hoje prazo para inscrição de isentos que faltaram no Enem 2020

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

26/09/2021 04h00

Estudantes isentos da taxa de inscrição têm até as 23h59 de hoje (26) para solicitar entrada no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2021. O pedido deve ser feito na Página do Participante. O prazo foi estendido após determinação do STF (Supremo Tribunal Federal).

A reabertura do pedido de isenção foi determinada pelo STF após análise de uma ação movida pela Educafro e outras entidades ligadas à educação e partidos políticos. O edital do MEC previa que quem teve a isenção da taxa de inscrição em 2020 e faltou nos dias da prova só poderia ter novamente a gratuidade em 2021 se conseguisse justificar a ausência.

Entre os motivos, não constava o medo de desenvolver a covid-19. Em meio à pandemia, a edição registrou recorde de abstenção desde 2009. No Enem digital, o índice chegou a 70% e no impresso, a 50%.

Aos novos inscritos, a prova será aplicada nos dias 9 e 16 de janeiro de 2022. Os participantes já inscritos terão a aplicação da prova mantida para os dias 21 e 28 de novembro de 2021.

Têm direito a não pagar a taxa do exame aqueles que estão cursando a última série do ensino médio no ano de 2021, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública; e aqueles que cursaram todo o ensino médio em escola da rede pública ou foram bolsistas integrais na rede privada e têm renda familiar igual ou inferior a um salário mínimo e meio por pessoa.

Poderão pedir a isenção também aqueles estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, que sejam membros de família de baixa renda inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Para isso, devem informar Número de Identificação Social (NIS) único e válido.

Realizado anualmente, o Enem é o maior exame para ingresso no ensino superior do país, contando com milhões de inscrições em todo o território nacional. As notas do Enem podem ser usadas para participar de programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Segundo levantamento do Semesp (entidade que representa as mantenedoras do ensino superior no Brasil), o Enem deste ano é o mais branco e elitizado dos últimos dez anos. O estudo apontou que houve queda de 53% de inscrições de pretos, de 54,8% de indígenas e de 35,7% de brancos.

Enem