PUBLICIDADE
Topo

Enem

Conteúdo publicado há
2 meses

Estudantes com covid-19 poderão solicitar reaplicação da prova do Enem

Estudantes podem pedir a reaplicação entre 29 de novembro e 3 de dezembro - Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Estudantes podem pedir a reaplicação entre 29 de novembro e 3 de dezembro Imagem: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Do UOL, em São Paulo

17/11/2021 17h16

Os estudantes que vão participar da edição de 2021 do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e que tenham sintomas ou diagnóstico de covid-19 e outras doenças infectocontagiosas não devem comparecer à prova. Esses participantes devem solicitar a reaplicação.

O descumprimento da regra pode levar, inclusive, à eliminação do candidato. O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) explicou que o procedimento deve ser realizado pela Página do Participante, entre 29 de novembro a 3 de dezembro. É preciso anexar documentação que comprove a condição de saúde.

Segundo o órgão, a os documentos devem ter o nome completo do participante, o diagnóstico e o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10). Deve, também, estar legível e com a assinatura e a identificação do profissional que atesta a situação, incluindo o registro do CRM (Conselho Regional de Medicina), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente.

O exame está marcado para os dias 21 e 28 de novembro, dois domingos consecutivos. Desta vez, as provas impressas e digitais serão aplicadas nas mesmas datas, mas a segunda será exclusivamente para quem já concluiu o ensino médio ou está para se formar em 2021.

A orientação vale, também, para quem estiver com alguma das outras doenças listadas no edital. São elas: tuberculose, coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, Influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola e varicela.

Posteriormente, o Inep analisará a documentação e aqueles que tiverem a falta comprovada por motivo de saúde terão a reaplicação garantida. A prova acontecerá, em segunda chance, nos dias 9 e 16 de janeiro de 2022, mesma data da aplicação para Pessoas Privadas de Liberdade ou sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade, e para os participantes que tiveram nova oportunidade de inscrição no Enem, de 14 a 26 de setembro.

Prevenção à covid-19

O Inep também garantiu que seguirá outras medidas sanitárias que visam evitar a contaminação por covid-19. Por isso, o uso de máscaras, cobrindo totalmente nariz e boca, será obrigatório durante todo o período da prova.

Somente será permitido retirar a proteção no momento da identificação, antes de acessar a sala de prova, para beber água e para se alimentar. Também é permitido que o aluno troque a máscara por uma reserva, e leve frasco de álcool em gel ou líquido para higienização das mãos. O órgão também recomenda que cada participante leve sua própria garrafa de água.

Outra medida de prevenção adotada será o distanciamento de 1,5 metro entre os estudantes antes da abertura dos portões, nos corredores, nas filas para entrada em sala, no banheiro e em qualquer contato com a equipe de aplicação das provas.

Enem