PUBLICIDADE
Topo

Enem

'Equipado' contra covid, candidato faz 4º Enem: 'Vírus não foi embora'

28.nov.2021 - Célio Ishigino, equipado para prestar o 2º Enem durante a pandemia - Letícia Mutchnik/UOL
28.nov.2021 - Célio Ishigino, equipado para prestar o 2º Enem durante a pandemia Imagem: Letícia Mutchnik/UOL

Letícia Mutchnik

Do UOL, em São Paulo

28/11/2021 19h39

Célio Ishigino, 51, presta o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) há quatro anos. Ainda preocupado com a pandemia, ele chamou a atenção ao sair do segundo dia do exame na Unip (Universidade Paulista) da Barra Funda, na zona oeste de São Paulo, com uma máscara diferente e óculos de proteção por cima.

Ao ser questionado pela reportagem sobre o motivo do excesso de cuidados, respondeu: "A covid não foi embora ainda. Quando se usa máscara, caso você pegue a doença, os sintomas são mais fracos".

Ele, que busca uma vaga em informática, diz que as medidas da organização da prova para evitar propagação da covid-19 são insuficientes. "Ainda bem que não tinha ninguém muito doente na minha sala, só com resfriado", diz, ainda que os sintomas possam ser bastante similares entre as duas doenças.

ishigino - Letícia Mutchnik/UOL - Letícia Mutchnik/UOL
Imagem: Letícia Mutchnik/UOL

Ishigino conta que os equipamentos usados para sua proteção não o atrapalharam na hora de fazer a prova.

"A prova sempre tem partes complicadas, às vezes, tem que chutar. É muito difícil fazê-la inteira", conclui.

Como foi a prova

O segundo dia do Enem aconteceu hoje. A prova durou das 13h30 até as 18h30, meia hora menos do que na semana passada, quando foram respondidas questões de linguagens e ciências humanas, além da redação. O tema escolhido foi "Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil".

Hoje, os candidatos precisaram responder 90 perguntas das provas de matemática e ciências da natureza. O UOL corrige o exame em parceria com o Objetivo.

A maioria dos alunos ouvidos pelo UOL consideraram a prova mais fácil do que a da semana passada. Em contrapartida, houve estudantes que sentiram mais evidentes suas deficiências nos estudos. Além disso, muitos criticaram os enunciados das questões de hoje, voltadas para matemática e ciências da natureza.

Enem