PUBLICIDADE
Topo

Aluno nigeriano resolve equação que estava há 30 anos sem solução no Japão

Ekong obteve as notas mais altas em uma universidade japonesa dos últimos 50 anos  - Reprodução/Facebook
Ekong obteve as notas mais altas em uma universidade japonesa dos últimos 50 anos Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

08/06/2015 14h55

Um estudante nigeriano alcançou as maiores notas em uma universidade japonesa desde 1965. Mas esse não foi o único recorde quebrado por Ufot Ekong. Em seu primeiro semestre na universidade, o estudante conseguiu resolver uma equação matemática que estava há 30 anos sem solução.

Ekong estuda engenharia elétrica na Universidade de Tokai, em Tóquio. As informações são da jornal britânico “The Independent”.

Ao longo da sua carreira acadêmica, ele já recebeu seis prêmios de excelência acadêmica. O aluno também fala inglês, francês, japonês e iorubá (idioma falado em parte da Nigéria) e ganhou um prêmio de língua japonesa para estrangeiros.

Para pagar as mensalidades da faculdade, ele já teve que trabalhar em dois empregos. Atualmente, Ekong trabalha na Nissan e já tem duas patentes de carros registradas em seu nome. Ele deve concluir a faculdade em 2016.

A Universidade de Tokai é particular e direcionada a carreiras de ciências e tecnologia. A instituição foi fundada em 1924.