Topo

Terceira escola de SP é ocupada por alunos em protesto por fechamento

Do UOL, em São Paulo

2015-11-12T07:55:53

2015-11-12T14:45:33

12/11/2015 07h55Atualizada em 12/11/2015 14h45

Alunos ocuparam por volta de 5h desta quinta-feira (12) a Escola Estadual Salvador Allende Gossens, em José Bonifácio, bairro da zona leste de São Paulo. A Polícia Militar já está no local, mas a corporação não informou com quantos agentes.

Os estudantes fizeram uma assembleia por volta das 11h e decidiram permanecer no local.

A EE Salvador Allende atende cerca de 600 pessoas e é uma das escolas que deve fechar, de acordo com o plano de reorganização da educação, do governador Geraldo Alckmin (PSDB). A reestruturação pretende fechar 94 escolas no Estado de São Paulo e segmentar os colégios em três grupos: anos iniciais e finais dos ensinos fundamental e médio.

Faixas e cartazes foram colocados ao redor do prédio. Nelas é possível ler "Tomamos o que é nosso" e "Não à reorganização".

Além da EE Salvador Allende, a EE de Diadema, no ABC Paulista, e a EE Fernão Dias, em Pinheiros, na zona oeste da capital, também estão ocupadas em protesto ao fechamento de escolas.

Alunos também acampam na avenida Pedroso de Morais, onde fica a EE Fernão Dias. Os alunos dormem dentro da escola, enquanto policiais militares cercaram o prédio. Ontem, os PMs chegaram a usar spray de pimenta contra estudantes, e alguns passaram mal.

A EE Fernão Dias não vai fechar, porém terá apenas um ciclo de ensino. Os alunos temem a superlotação das salas com a chegada de estudantes de outras instituições.

O governo do Estado entrou, na tarde da quarta-feira (11), com pedido de reintegração de posse da escola de Pinheiros. Ontem à noite, a Justiça decidiu autorizar a reintegração. Até a manhã de hoje, os alunos ainda não tinham sido oficialmente informados da decisão.

Secretaria registra BO

Em nota, a Diretoria de Ensino disse que "lamenta a ação que interrompeu as aulas e provocou o fechamento da escola". "A administração esclarece que a Polícia Militar está no local para garantir o controle da situação e a integridade de alunos e professores. Um boletim de ocorrência está sendo registrado pela direção da escola e o Conselho Tutelar já foi acionado", informou.

A Secretaria da Educação disse que a escola Salvador Allende atende atualmente alunos do ensino fundamental 2 e do ensino médio. Segundo a pasta, ela vai fechar porque apenas 26% da sua capacidade é utilizada.

"Os estudantes do ensino médio e 8º e 9º anos do ensino fundamental serão transferidos para a Escola Estadual Professor Francisco de Assis Pires Corrêa, que fica 1,3 km distante da escola de origem. Já os alunos do 7º ano do ensino fundamental serão transferidos para a Escola Estadual Professora Maria de Lourdes Aranha de Assis Pacheco, que está a 1,1 km. Ambas têm capacidade para absorver toda a demanda. O prédio será disponibilizado, mas continuará servindo à educação, podendo ser utilizado como creche, escola municipal ou de ensino técnico. Todas as providências estão sendo tomadas e a administração regional permanece à disposição para mais esclarecimentos", disse em nota.

Mais Educação